História

Exercícios sobre Egito Antigo com gabarito

Exercícios sobre Egito AntigoExercícios sobre Egito Antigo

O Egito Antigo foi uma das primeiras civilizações, e essa região abrigou importantes civilizações da antiguidade. Faça os exercícios sobre Egito Antigo e leia o resumo da matéria!

O Egito Antigo é um assunto bastante discutido nos principais vestibulares. Entender essa matéria é essencial para o seu sucesso no caderno de Ciências Humanas e suas tecnologias da prova do ENEM. É importante que você compreenda todo esse período, por isso leia o resumo e faça os exercícios sobre Egito Antigo!

Resumo sobre o Egito Antigo 

O Egito Antigo foi um período da história que abrigou importantes civilizações da antiguidade. Ele se encontra no extremo Nordeste da África, em um local desértico, que possui um estreito vale fértil onde corre o rio Nilo.

O rio Nilo era regado pela época das cheias. Após essa fase, o solo ficava coberto pelo limo, que era extremamente fértil e auxiliava nas atividades da agricultura.

Egito-Antigo-e-a-importância-do-rio-nilo

A população era composta por vários clãs, que eram separadas em comunidades denominadas monos, que agiam como pequenos Estados independentes. Em 3500 a.C., os monos foram separados em dois reinos: Baixo Egito (Norte) e Alto Egito (Sul).

Já em 3200 a.C., os reinos foram juntados por Menés, rei do alto Egito. Menés foi o primeiro faraó e criou a primeira dinastia, o que deu origem ao Estado egípcio unificado.

Então deu início a era dos grandes faraós.

Principais características da sociedade egípcia

Pirâmide-social-da-sociedade-egípcia
  • Ausência quase que total da mobilidade social;
  • No topo da pirâmide encontrava-se o Faraó e seus parentes;
  • O Faraó era tratado como um Deus;
  • O governo era uma monarquia teocrática;
  • O Faraó era o chefe político do Estado e tinha extremo poder sobre tudo;
  • A segunda camada da pirâmide era composta pelos sacerdotes, nobres e funcionários;
  • Por último vinham os artesãos, camponeses, escravos e soldados;
  • Os camponeses formavam a maior parte da população;
  • As mulheres eram prestigiadas, por isso elas tinham o direito de exercer qualquer função política, econômica ou social em igualdade com aqueles que eram da mesma categoria social.

O que é mumificação?

É uma técnica utilizada pelos egípcios após a morte de algum indivíduo para o corpo ser conservado e a alma conseguir se separar do corpo.

O corpo precisava ser conservado para que a alma fizesse dele a sua morada. Após o corpo ser mumificado ele era colocado em um sarcófago e levado até o túmulo.

Principais características da arquitetura egípcia

Arquitetura-Egípcia
  • Era marcada pela religiosidade;
  • Construíram vários templos, como: Karnac, Luxor, Abu-Simbel, pirâmide de Gizé;
  • Destaque também para as técnicas de escultura, pois construíram grandes estátuas dos faraós e esfinges;
  • Construção de sarcófagos;
  • Representação do dia a dia por meio da pintura.

Principais características da economia egípcia

  • Se baseava na agricultura do trigo, cevada, frutas, legumes, linho, papiro, algodão, etc;
  • O rio Nilo era essencial na região do Egito, pois ele movia a economia e garantia a unidade política;
  • A pesca, criação de animais e a caça eram atividades praticadas;
  • Camponeses e artesãos eram obrigados a dar um pedaço de seus produtos para o Estado e em troca recebiam o direito de cultivar o solo.

Exercícios sobre Egito Antigo 

1 – (UFPEL RS/2016) – Sobre a organização política do Egito Antigo é correto afirmar que

a)  o faraó ocupava o topo da hierarquia social e seu sistema de governo era o laico.

b) o faraó ocupava o topo da hierarquia social e seu governo era compartilhado com sacerdotes e nobres.

c) I.R.

d) os escribas ocupavam o topo da hierarquia social e seu sistema de governo era o laico.

e) o faraó ocupava o topo da hierarquia social e o seu sistema de governo era o teocrático.

f) os escribas ocupavam o topo da hierarquia social e seu governo era compartilhado com sacerdotes e nobres.

2 – (UEPA/2014) – Os escribas do Egito antigo ocupavam uma posição subalterna na hierarquia administrativa governamental frente à aristocracia burocrática. Sua posição social era inferior em relação aos conselheiros do Faraó, aos chefes da administração, à nobreza territorial, à elite militar e aos sacerdotes. Mas as características de seu ofício os afastavam de trabalhos forçados e das arbitrariedades das elites, que subjugavam e exploravam camponeses livres e escravos de origem estrangeira. Tal condição privilegiada se explicava:

a) por serem provenientes do meio social dos felás, camponeses livres, que investiam na formação educacional de seus filhos mais inclinados ao serviço público.

b) pelo domínio dos escribas dos segredos da escrita demótica e dos hieróglifos, do cálculo e, por conseguinte, da organização das atividades da administração pública.

c) pela dependência direta de faraós e altos funcionários reais relativa aos conhecimentos dos escribas, que formavam uma corporação intelectual dotada de poder político.

d) pelo domínio exclusivo dos escribas do idioma escrito, da matemática, da agrimensura e dos processos administrativos em geral.

e) pelas possibilidades de ascensão social dos escribas que, em função do sucesso de suas carreiras, poderiam ocupar posições no alto escalão da administração pública.

3 – (UFT TO/2014) – A construção das pirâmides do Egito antigo ainda está envolta em mistérios e curiosidades, sendo fonte de estudos na História, na Engenharia, na Matemática e na Arte.

O processo de construção das pirâmides caracteriza-se pela:

a) despreocupação em edificar um templo duradouro.

b) arquitetura dissociada de funções de ordem funerária.

c) grandiosidade em suas dimensões e em uma estrutura sólida.

d) aplicação de diversos materiais como a madeira e o estanho.

e) utilização de tijolos de argila na edificação de suas paredes internas.

4 – (UNCISAL AL/2011) – No Egito Antigo, a mumificação do corpo de um morto era uma arte. O corpo passava por várias fases. Uma delas era a dessecação; para tanto, o cadáver era coberto com natrão e estendido sobre uma mesa por quarenta dias, onde perdia 75% de seu peso.

Para os egípcios, a mumificação relacionava-se à crença de que

a) a vida perpétua era real e os corpos tinham de ser preservados para o seu reencontro pela alma.

b) o tratamento do corpo do morto garantiria sua salvação e o encontro com Rá, o deus-sol.

c) os sacerdotes e o faraó somente abençoavam os corpos que se encontravam conservados.

d) o corpo que se deteriorasse após a morte estava condenado à separação do deus Anúbis.

e) a manutenção do corpo perfeito, mesmo sem vida, era necessária para a prática diária do culto aos mortos.

5 – (UFRGS) – Na África, durante a Antiguidade, entre 3000 a.C. e 322 a.C., desenvolveu-se o primeiro Império unificado historicamente conhecido, cuja longevidade e continuidade ainda despertam a atenção de arqueólogos e historiadores. Esse império

a) legou a humanidade códigos e compilações de leis.

b) desenvolveu a escrita alfabética, dominada por amplos setores da sociedade.

c) retinha parcela insignificante do excedente econômico disponível.

d) sustentou a crença de que o caráter divino dos reis se transmitia exclusivamente pela via paterna.

e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura.

6 – (UECE) – Sobre o papel do rio Nilo na estruturação da sociedade no Egito Antigo, é correto afirmar que:

a) permitia a atividade econômica e, com suas cheias regulares, garantia a estabilidade político e o domínio simbólico dos faraós

b) sua maior importância era servir de meio de transporte para as tropas que garantiam a supremacia militar dos egípcios em toda a África.

c) suas cheias significavam um momento de instabilidade política e econômica, uma vez que destruíam as colheitas e provocavam fome generalizada.

d) a capacidade e o volume de água não eram aproveitados pelos egípcios, que se limitavam nas vazantes a esperar a próxima cheia.

 7 – (Vunesp-SP) – Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram, acumulando características comuns e peculiaridades culturais. Os egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque

a) se opunham ao politeísmo dominante na época.

b) os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.

c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.

d) construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.

e) os camponeses constituíam categoria social inferior. 

8 – (UFPE) – Em relação à arte do Egito Antigo, assinale a alternativa correta.

a) Visava à valorização individual do artista.

b) Manifestava as idéias estéticas com representações da natureza, evitando a representação da figura humana.

c) Estava destinada à glorificação do faraó e à representação da vida de além-túmulo.

d) Aproveitava os hieróglifos como ornamentação.

e) Era um arte abstrata de difícil interpretação. 

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

Respostas dos Exercícios sobre Egito Antigo 

Exercício resolvido da questão 1 –

e) o faraó ocupava o topo da hierarquia social e o seu sistema de governo era o teocrático.

Exercício resolvido da questão 2 –

b) pelo domínio dos escribas dos segredos da escrita demótica e dos hieróglifos, do cálculo e, por conseguinte, da organização das atividades da administração pública.

Exercício resolvido da questão 3 –

c) grandiosidade em suas dimensões e em uma estrutura sólida.

Exercício resolvido da questão 4 –

a) a vida perpétua era real e os corpos tinham de ser preservados para o seu reencontro pela alma.

Exercício resolvido da questão 5 –

e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura.

Exercício resolvido da questão 6 –

a) permitia a atividade econômica e, com suas cheias regulares, garantia a estabilidade político e o domínio simbólico dos faraós

Exercício resolvido da questão 7 –

c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.

Exercício resolvido da questão 8 –

c) Estava destinada à glorificação do faraó e à representação da vida de além-túmulo.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Egito Antigo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

2 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador