Matemática

O que é Estatística? Aprenda a falar na língua dos dados!

o que é estatísticaO que é estatística?

Um dos conhecimentos mais importantes da nossa sociedade é a estatística. Não é atoa que ela aparece nos vestibulares tano em humanas quanto em exatas. É por meio dela que conseguimos fazer pesquisas, colher dados e interpretá-los. Os conceitos parecem que estão outra língua, mas vamos te ensinar o que é Estatística de forma fácil!

Neste artigo sobre o que é Estatística, você encontrará todos os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um tema para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Estatística e para que serve?
  2. O que é Estatística Inferencial?
  3. O que é Estatística Descritiva?
  4. Saiba calcular a Média.
  5. Entenda a Mediana.
  6. Identificando a Moda.
  7. Como calcular a Variância?
  8. Entenda o Desvio Padrão.
  • Está em dúvida sobre a escolha profissional? O Beduka tem um Raio-x que te conta sobre sua personalidade e as profissões que combinam com você!

O que é Estatística e para que ela serve?

A Estatística é uma área da matemática responsável pela coleta, apresentação (organização resumo e descrição), análise e interpretação de dados. Ela usa vários métodos para compreender uma realidade específica.

É como se fizéssemos um raio-x de alguma situação, mas o resultado sai em números, não na imagem.

Já te contamos que estatística pode ser usada em diversas áreas de exatas e humanas. Mas a novidade é que até nas ciências da Natureza ela aparece. Existe até a Bioestatística, então ninguém pode fugir desse assunto!

O que vou estudar em estatística?

Como dissemos, a estatística estuda os dados e a interpretação deles. Mas há algumas funções mais específicas. Depois vamos te ensinar a calcular algumas delas, agora vamos penas conhecer as possibilidades:

  • Coleta, organização, sintetização e apresentação de dados;
  • Medição da variação e levantamento de dados;
  • Estimativa dos parâmetros da população e a determinação da precisão das estimativas;
  • Aplicação dos testes de hipótese em relação aos parâmetros;
  • Análise da relação entre duas ou mais variáveis.

Na realidade, existem duas áreas dentro da estatística: a descritiva e a inferencial. Nós vamos explicar o que é cada uma delas!

O que significa Estatística Inferencial?

A estatística inferencial analisa um conjunto de dados menor para deduzir algo significante sobre o conjunto de dados maior.

A seleção de dados menor é conhecido como amostra. O conjunto de dados maior a partir do qual a amostra é retirada é chamado população.

Os principais conceitos de estatística inferencial são:

  • População: É qualquer conjunto que constitui todo o universo de informações necessárias. O conceito de população sempre depende do objetivo do estudo;
  • Amostra: Corresponde a um grupo representativo da população;
  • Variável quantitativa: é aquela que mede quantidade, por exemplo, idade, altura, preço, quantidade de vendas etc;
  • Variável qualitativa: é aquela que mede uma qualidade do indivíduo e pode ser separada em categorias, por exemplo, sexo: masculino ou feminino; nível de escolaridade, etc.

Tipos dentro de cada categoria

  • As variáveis quantitativas podem ser divididas em duas:

1. Discretas: Possuem em suas características números mensuráveis para assumir um número finito ou infinito de variáveis. Só terão sentido quando forem valores inteiros, geralmente esses valores são buscados nos resultados das contagens. Exemplo número de filhos, número de bactérias, número de carros em um estacionamento, número de cigarros fumados ao dia, etc.

2. Contínuas: São características mensuráveis que possuem valores de uma escala contínua de uma reta real. Ou seja, representa uma classificação de indivíduos nominais ou ordinais.

  • As variáveis qualitativas podem ser:

1. Nominais: Não têm ordenação entre as diversas categorias. Por exemplo, a cor de nossos olhos.

2. Ordinais: Possui uma ordenação em todas as suas categorias. Por exemplo, o nível de escolaridade, tempo de gestação.

O que significa Estatística Descritiva?

A estatística descritiva é aquela que fornece uma descrição de qualquer conjunto de dados.

Isso significa que a sua função é resumir os dados de forma direta. Ela não se importa muito com as variações que podem existir.

É mais com ela que os estudam lidam ao longo da vida escolar e nas provas. E são 5 tipos que precisamos aprender nos estudos:

  1. Média;
  2. Desvio Padrão;
  3. Mediana;
  4. Variância;
  5. Moda.
  • O Beduka lançou um Plano de Estudos gratuito para você se organizar para o Enem. Ele está atualizado e é intensivo, porque sempre dá tempo!

1. Média

A média é a medida de centralidade. Imagine que nós estamos entrevistando quanto cada pessoa de um grupo específico recebe de salário.

Se eu quero saber qual é o valor médio, preciso pegar todos os solários, colocar em um mesmo saco e dividir pelo número de pessoas entrevistadas. O resultado será a média.

Por isso, dizemos que a média mistura tudo e redivide de maneira uniforme. Ela é o valor que aponta para onde mais se concentram os dados de uma distribuição, e pode ser considerada o ponto de equilíbrio.

A média aritmética é a forma mais simples de calcular uma média. Vamos dar um exemplos resolvido para você acompanhar:

Em um grupo de amigos da escola, as notas de Clarice, Marcos, José e Ana na prova de matemática foram 8,5 / 5,6 / 4,2 e 7,3, nessa ordem. Qual é a média de nota desse grupo?

  • Solução:
estatística e média aritmética

2. Mediana

A mediana é uma outra forma de buscar um valor central, mas sem misturar as coisas. Ela é pega o conjunto de dados, põe na ordem crescente e vê qual deles ocupa a posição central.

Isso é muito fácil de identificar quando o números de elementos analisados é ímpar. Se a quantidade desses valores for par, a mediana será a média dos dois valores centrais.

  • Exemplo:

Um casal tem cinco filhos e as medidas das alturas deles são: 1,59 / 1,65 / 1,67 / 1,75 e 1.80. Qual é a mediana de alturas?

  • Solução:

O enunciado já colocou as medidas em ordem crescente, então podemos pular esse etapa. Já que o número de filhos é ímpar, só precisamos ver que a medida que ocupa a posição central é 1,67. Essa é a mediana.

3. Moda

Você já ouviu a expressão ” tá na moda”? Normalmente dizemos isso quando muitas pessoas estão usando uma mesma coisa.

Na matemática, funciona do mesmo jeito. Moda é o valor que aparece mais frequentemente, ou seja, que se repete e é mais comum.

Porém a moda não é necessariamente única, ao contrário da média ou da mediana.

Vamos supor que fizemos uma pesquisa procurando saber qual é o sabor preferido de sorvete. 5 pessoas responderam morango, 4 responderam uva, 7 responderam limão e 7 responderam coco. Sendo assim, limão e coco são a moda.

Agora vamos ver outro exemplo:

Foi feita uma pesquisa na sala de aula de ballet. Os resultados para as idades das 9 bailarinas foram 18, 21, 11, 21, 15, 19, 17, 21 e 17. Qual é a moda de idade?

  • Solução:
estatística e moda matemática

4. Variância

A variância e o desvio padrão (veremos a seguir) são medidas de dispersão. Isso significa que eles não vão buscar valores centrais como os que vimos acima. Na verdade, eles vão dar um índice geral de quão longe do centro está cada medida do grupo.

Se analisarmos dois grupos de média 20 anos, não significa que esses grupos são iguais. Em um grupo eu posso ter alguém de 30 e outro de 10. No outro grupo eu posso ter quatro jovens de 20 anos.

É para perceber essa diferença que usamos a variância. Ela é calculada assim:

  • Calcule a média aritmética;
  • Pegue cada elemento do conjunto e subtraia a média dele;
  • Eleve cada resultado da subtração ao quadrado;
  • Some todos os resultados da etapa acima;
  • divida o valor total pelo número de elementos, aí você achou a variância!

5.Desvio Padrão

Desvio padrão mostra o quanto de variação existe com relação à média. Na prática, o desvio padrão indica qual é o “erro” se quiséssemos substituir um dos valores coletados pelo valor da média.

Um valor baixo de desvio padrão significa que os dados tendem a estar próximos da média. U desvio padrão mais alto indica que os dados estão espalhados por uma gama de valores.

Ele é calculado simplesmente fazendo a raiz quadrada da variância!

Se gostou do nosso artigo sobre o que é Estatística, confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC e mais!

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

6 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador