História

Questões de vestibular sobre Roma antiga

Questões de vestibular sobre Roma antigaQuestões de vestibular sobre Roma antiga

Roma Antiga foi uma civilização que surgiu no século VIII a.C. Localizava-se ao longo do mar Mediterrâneo e era centrada na cidade de Roma. A civilização transformou-se em um dos maiores e mais poderosos impérios do mundo antigo.

Roma nasceu como uma aldeia pequena e foi se tornando um dos maiores impérios da antiguidade. Este é assunto que é abordado nas perguntas de história dos mais variados processos seletivos e no Exame Nacional do Ensino Médio. Por isso, separamos aqui algumas questões de vestibular sobre Roma antiga para avaliar seu desempenho neste tema.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Localizada na península itálica, a cidade de Roma foi o centro da vida política e econômica da região e o idioma utilizado na época, o latim, deu origem às línguas portuguesa, francesa, espanhola e italiana.

A região onde Roma foi desenvolvida tinha terra muito fértil para a agricultura e também foi útil na criação de gado. A história aponta que alguns povos conquistados pelo Império Romano foram escravizados e outros pagavam impostos.

Assunto sempre cobrado nas questões de vestibular sobre Roma antiga e que exige que o estudante aprofunde os seus conhecimentos envolve também os principais imperadores romanos: Augusto (27 a.C. – 14 d.C.), Tibério (14-37), Caligula (37-41), Nero (54-58), Marco Aurélio (168-180) e Comodus entre 180 e 192.

Foi na cidade que surgiram as bases para o sistema de governo que hoje conhecemos como república. Mas não apenas isso: Roma contribuiu para diversas outras áreas, como a política, a literatura, a religião, etc.

Acima apresentamos alguns dos principais tópicos sobre o Império Romano e sua importância para a história.

Antes, porém, de treinar com as questões de vestibular sobre Roma antiga, que tal retomar um pouco da história da Roma Antiga? Se já souber esse conteúdo, vá direto para o final do artigo onde estão as questões. Mas se quiser uma ajuda com a matéria é só continuar lendo.

História da Roma Antiga

Localização

Roma está localizada no Mar Mediterrâneo. Está limitada pela Cordilheira dos Alpes e pelos mares Tirreno, Adriático e Jônico. Começou sendo uma cidade como outras, mas tornou-se poderosa e expandiu seus domínios. Tornou-se um império tão poderoso que controlou o mundo antigo.

Origem

Roma teve sua fundação na região do Lácio habitada por latinos e etruscos, que eram de origem oriental e se deslocaram para a Europa. Eles chegaram na Península Itálica por volta de 700 anos antes de Cristo. Esses etruscos gostavam muito da dança e da música.

Já os latinos eram comerciantes, fabricantes de tecidos e até piratas. Na região do Lácio eles construíram aldeias.

Como os etruscos eram muito expansionistas, rapidamente passaram de Roma de aldeia à cidade. A primeira forma de governo romana foi a MONARQUIA.

Lenda da fundação de Roma

Essa lenda foi criada por Tito Lívio e por Virgílio, o poeta. Reza a lenda que Enéias, o filho de Vênus, fugiu de sua cidade natal destruída pelos gregos chegando à região do Lácio onde se casou com a filha de um rei latino.

Os filhos desse casamento foram Rômulo e Remo, que foram jogados no rio Tibre por Amúlio, rei de Alba Longa. Contudo, eles foram amamentados por uma loba até serem encontrados por camponeses. Crescidos, voltaram para Alba Longa e denunciaram Amúlio.

Em 753 a.C fundaram Roma. Os irmãos lutaram após um desentendimento e Rômulo matou seu Remo, tornando-se o primeiro rei de Roma.

Esta primeira parte encerra um resumo sobre Roma, a parte da origem e fundação. Nas questões de vestibular sobre Roma Antiga isso costuma ser cobrado.

A monarquia romana

Monarquia ou período da realeza foi a primeira forma de governo romana.

O rei tinha o poder executivo, legislativo, judicial e religioso. Ele apresentava as leis ao Senado ou Conselho de Anciãos, que era formado por cidadãos idosos, chefes das maiores famílias do Reino. Além de propor novas leis eles fiscalizavam as ações do rei.

Quando uma lei passava pelo Senado, era submetida aos membros da Assembléia ou Cúria. Tratava-se de cidadãos com condições para servirem no exército e eles podiam eleger altos funcionários, aprovar ou não leis e aclamar o rei.

Divisões da sociedade romana

Patrícios

Eram os chefes, descendentes dos lendários fundadores da Roma antiga. Eram também os latifundiários. Em resumo eles compunham a aristocracia e tinham direitos políticos exclusivos. Apenas eles formavam o governo.

Na situação de nobres, realizavam festas luxuosas, não pagavam impostos e tinham poder para eleger senadores. Tinham postos de destaque nas instituições públicas, exército, religião e judiciário.

O plebeus recorriam a eles como seus credores.

Plebeus

A maioria da população formada por imigrantes das primeiras conquistas romanas. Eram comerciantes, artesãos e agricultores, em resumo, um povo livre. Porém não eram considerados cidadãos romanos, não podendo participar de cargos públicos, nem da Cúria. Nem mesmo suas famílias eram legalmente reconhecidas.

Clientes

Alguns eram plebeus e outros eram estrangeiros que tinham de se associar aos patrícios para sobreviver. Para terem proteção social e ajuda financeira, prestavam serviços pessoais para os patrícios.

Escravos

Povo que havia sido derrotado na guerra. Pessoas não eram feitas escravas por causa da cor, mas por serem de uma cidade que havia perdido para Roma. Faziam trabalhos domésticos, campais, eram capatazes, artesãos, professores e o que mais fosse necessário que fossem. Eram como propriedade de seu senhor que os podia castigar, vender, alugar e decidir se continuariam vivos ou mortos.

ATENÇÃO: É muito comum encontrar questões de vestibular sobre Roma antiga, que abordam os diferentes estamentos sociais.

Roma progredia, mas tudo mudou no reinado de Tarquínio. Isso aconteceu porque os patrícios se rebelaram contra o rei que estava apoiando de mais os plebeus. Tendo expulsado o rei, estabeleceram a República.

Os reis romanos foram sete:

  • Rômulo
  • Numa Pompílio
  • Túlio Hostílio
  • Anco Márcio
  • Tarquínio Prisco (o antigo)
  • Sérvio Túlio
  • Tarquínio (o soberbo).

A República Romana

O Senado tornou-se a autoridade maior da República. Eles passaram a ser responsáveis por preservar a religião, supervisionar finanças públicas, cuidar da política externa e administrar  as províncias.

Os membros de uma mesma estrutura burocrática compunham a magistratura. Os principais eram os Cônsules com o poder militar e os potestas, administradores da cidade.

Com muita pressão dos plebeus, os patrícios lhes concederam direito a vetar atos do Senado. Depois a Lei das Doze Tábuas, com leis escritas para não serem modificadas oralmente conforme intenção dos legisladores. Também conseguiram o direito ao plebiscito, instituindo que as leis pudessem ser votadas pela plebe.

A expansão Romana

Rapidamente ela se expandiu, vencendo a cidade de Cartago. Foram as chamadas guerras púnicas. Expandiram-se por todo o mundo antigo em sequência, conquistando totalmente as regiões em torno do mar mediterrâneo.

Graças a isso o estilo de via romano tornou-se luxuoso, principalmente para os patrícios. Porém muitos plebeus ficaram mais pobres, vendiam o que ainda lhes restava e iam para as cidades fazendo com que o número de mendigos aumentasse. A vida social foi ficando mais tensa e a República entrando em crise.

Consequências que aceleraram a crise na República Romana

  • Excessivo número de escravos, facilitando as revoltas
  • Êxodo rural dos camponeses que perdiam suas terras para aristocratas
  • Surgimento dos novos homens ou cavaleiros, enriquecidos pelo comércio
  • Formação de um exército profissional

Tentativas de superar a crise

Tibério Graco e Caio Graco

O primeiro tentou melhorar as coisas aprovando a reforma agrária e por isso foi assassinado. Seu irmão deu continuidade ao seu projeto e ainda aprovou a Lei Frumentária, que obrigava o Estado a vender trigos por preços menores para a população. A pressão foi tanta que ele se matou.

As ditaduras militares de Mario e Sila

Um tentou governar agradando a plebeus e o outro a gradando a aristocratas. A insatisfação continuava.

O caminho para o Império

O povo não se submetia aos superiores. Começam então as guerras entre os próprios generais romanos. Três deles se uniram: Pompeu, Crasso e Júlio César, formando o primeiro governo de três pessoas: o triunvirato. Contudo apenas César permaneceu.

Surge o segundo triunvirato com Marco Antônio, Otávio e Lépido. Quem se destacou foi Otávio, tornando-se o Grande Senhor de Roma.

As questões de vestibular sobre Roma antiga sobre as formas de governo (monarquia, república e império) são recorrentes. Compreenda bem a diferença.

O Império Romano

Otávio passou a ser Otávio Augusto, o divino, o majestoso. Durante o tempo que governou houve a Pax Romana. Suas principais medidas foram:

  • Profissionalização do exército
  • Criação do correio
  • Magistrados e Senadores com menos poderes
  • Criação do conselho do Imperador com mais poder que o Senado
  • Criação de novos cargos
  • Encorajamento do retorno ao campo e de famílias numerosas
  • Estimulo ao culto dos deuses Apolo, Vênus, César, etc
  • Combate à religiosidade estrangeira
  • Sustento dos escritores e poetas sem recursos. Por exemplo, o grande Virgílio.

Seu sucessor foi Tibério e Roma crescia se estendendo pela Europa, Ásia e África.

As dinastias de imperadores foram 4:

  1. Dinastia Julio-Claudiana
  2. Dinastia dos Flávios
  3. Dinastia dos Antonios
  4. Dinastia dos Severos.

A partir do ano 235 d.C o Império começou a ser governado por Imperadores-soldados, preocupados com as invasões bárbaras.

Em 284 Diocleciano era o Imperador do Império Romano do Oriente e Maximiniano o Imperador do Ocidente. Cada um tinha a ajuda de um imperador subalterno, o Cézar. Isso formava a tetrarquia.

Constantino sucedeu a Diocleciano e fundou Constantinopla, sede do governo. Ele também aboliu a tetrarquia.

No século IV uma forte crise econômica enfraqueceu o Império. O ocidente caiu para os povos bárbaros: Vândalos, Ostrogodos, Visigodos, Anglo-Saxões e Francos.

O império do Oriente sobreviveu até 1453, quando foi tomado pelos Turcos. Também era conhecido como Império Bizantino.

Por toda a idade Média Roma manteve sua antiga importância. Em 1870 tornou-se a capital da Itália.

Qual o legado de Roma para os tempos atuais?

  • Legislação – Em vários países ocidentais a inspiração do direito ainda é romana
  • As línguas derivadas do latim romano, como o português e o espanhol.
  • Arquitetura
  • Literatura

Cultura Romana

Ela foi muito influenciada pelos gregos. Roma venceu a Grécia militarmente, mas os gregos venceram Roma culturalmente. Muitos aspectos da arte, pintura, escultura e arquitetura grega permaneceram.

Até a mitologia herda o panteão dos deuses gregos, mas com nomes diferentes.

Religião Romana

Em Roma a religião era politeísta, com deuses com características humanas (antropomorfismo). Os principais eram Júpiter, Juno, Apolo, Marte, Diana, Vênus, Ceres e Baco.

Contudo, isso não permaneceu quando Constantino aceitou o cristianismo como religião oficial do Império.

Assim terminamos o nosso resumo da história de Roma para te ajudar com as questões de vestibular sobre Roma Antiga.

Chegou a hora de avaliar o que você conhece com as questões de vestibular sobre Roma antiga. Depois, de acordo com seus erros e acertos, elabore um plano de estudos sobre a matéria para conseguir boa nota nos processos seletivos.

Aproveite para ver também nossas questões sobre Nietzsche e as dicas de livros para o ENEM.

Questões de vestibular sobre Roma antiga

Escolha um local calmo para concentrar-se no exercício. Separe um papel (caderno), lápis ou caneta e borracha. Selecionamos algumas questões de vestibular sobre Roma antiga que caíram em diversas provas para que você possa avaliar o seu desempenho neste assunto e buscar aprofundar os seus conhecimentos. Vamos lá!? No final, apresentaremos as respostas.

1ª questão de vestibular sobre Roma antiga – FUVEST – O Estado Romano no Baixo Império caracterizou-se pela:

a) aceitação do princípio da intervenção do Estado na vida social e econômica

b) tentativa de conduzir os negócios públicos exclusivamente a partir de um determinado grupo social

c) estabilidade nas relações entre o poder central e os governos provinciais

d) perfeita harmonia dos órgãos legislativos quanto às ideias de expansão territorial

e) absoluta identidade de pensamento quanto às atitudes frente ao problema religioso

2ª questão de vestibular sobre Roma antiga – UEMS – Entre as reformas introduzidas em Roma por Augusto, podemos citar:

a) o estabelecimento do divórcio

b) a drástica redução dos efetivos militares

c) a restauração do antigo sistema de cobrar os impostos provinciais

d) a criação de um sistema centralizado nos tribunais

e) a redução da autonomia das províncias

3ª questão de vestibular sobre Roma antiga – FUVEST – Diocleciano ( 284-304 ) e Constantino ( 312-337) destacaram-se no história do Império Romano por terem:

a) conquistado e promovido a romanização da Lusitânia, incorporando-a ao Império

b) introduzido em Roma costumes religiosos e políticos dos etruscos

c) concedido à plebe defensores  especiais os tribunos da plebe que protegiam seus direitos

d) consolidado o Direito Romano na chamada Lex Duodecim Tabularum

e) estabelecido medidas visando deter a crise que abalava o Império

4ª questão de vestibular sobre Roma antiga – PUC – Os irmãos Graco:

a) defenderam os camponeses sem terra contra a aristocracia

b) foram os conquistadores de Cartago

c) eram os principais líderes do partido aristocrático

d) elaboraram a primeira lei escrita de Roma

e) foram os autores da Lei das Doze Tábuas

5ª questão de vestibular sobre Roma antiga – FUVEST – A expansão de Roma durante a República, com o consequente domínio da Bacia do Mediterrâneo, provocou sensíveis transformações sociais e econômicas, entre as quais:

a) Um marcante processo de industrialização, êxodo urbano e endividamento do Estado.

b) O fortalecimento da classe plebeia, expansão da pequena propriedade e propagação do cristianismo

c) o crescimento da economia agropastoril, intensificação das exportações e aumento do trabalho livre

d) O enriquecimento do Estado Romano, aparecimento de uma poderosa classe de comerciantes e aumento do número de escravos

e) A diminuição da produção nos latifúndios, acentuado processo inflacionário e escassez de mão-de-obra escrava

6ª questão de vestibular sobre Roma antiga – OSEC – Sobre a ruralização da economia ocorrida durante a crise do Império Romano, podemos afirmar que:

a) proporcionou ao Estado a oportunidade de cobrar mais eficientemente os impostos

b) foi a causa principal da falta de escravos

c) foi consequência da crise econômica e da insegurança provocada pela invasões dos bárbaros

d) incentivou o crescimento do comércio

e) proporcionou às cidades o aumento de suas riquezas

7ª questão de vestibular sobre Roma antiga – (Fatec 2015) Durante toda a História, os homens criaram tecnologias, inclusive para proteger o corpo, buscando atingir seus objetivos. Podemos ver um exemplo disso nas formações militares desenvolvidas pelos romanos, chamadas de “tartaruga” ou “testudo”. Nessas formações, a aproximação com o inimigo era facilitada por grandes escudos empunhados à frente e acima do corpo pelos soldados, como podemos ver na imagem apresentada.

Roma antiga

Sobre o período da República Romana, em que foram desenvolvidas as formações militares citadas, é correto afirmar que ele foi caracterizado

a) pela expansão territorial, que levou ao domínio de territórios na Europa e no Mediterrâneo.

b) pelo governo dos grandes imperadores, que centralizavam o poder em todo o território romano.

c) pela predominância de Assembleias populares e democráticas, conduzidas por senadores e magistrados.

d) pelos conflitos entre plebeus e patrícios, visando à libertação dos escravos de origem africana.

e) pelos tratados de cooperação entre reis e senadores, para evitar guerras contra os bárbaros germânicos.

8ª questão de vestibular sobre Roma antiga – (USP) – Sobre o Direito Romano, NÃO podemos afirmar que:
a) foi o mais importante legado cultural de Roma;
b) estabeleceu o conceito de jurisprudência;
c) a lei de Roma e de seus cidadãos estava incluída no “Jus Civile”;
d) o “Jus Civile” somente foi estabelecido durante o Império;
e) dividia o Direito em três grandes ramos.

9ª questão de vestibular sobre Roma antiga – (PUCCAMP/04)Na Roma Antiga, a expressão “até tu Brutus?” foi atribuída a Júlio César que, de acordo com fontes históricas, a teria proferido no momento de seu assassinato, em 44 a.C. Nesse contexto da história de Roma, Júlio César tornou-se conhecido porque

a) iniciou o processo de expansão romana, desencadeando as chamadas guerras púnicas, por meio das quais Roma se converteu em potência marítima.
b) criou o primeiro código escrito, denominado “Leis das Doze Tábuas”, que tratava de assuntos referentes ao Direito Civil e ao Direito Penal.
c) adquiriu grandes poderes e privilégios especiais, como os títulos de ditador perpétuo e de censor vitalício, suscitando lutas políticas pelo poder, sobretudo no Senado Romano.
d) contribuiu, com as suas leis abolicionistas, para crise geral do escravismo romano, que abalou as atividades agrícolas de todo o Império Romano.
e) propôs à Assembleia Romana o seu projeto de reforma agrária, limitando a ocupação de terras públicas aos cidadãos romanos.

10ª questão de vestibular sobre Roma antiga – (Ufal 2007) – Considere a ilustração.

romaglad

Durante muitos séculos, os antigos romanos divertiram-se com a atuação dos gladiadores nos chamados espetáculos públicos, que utilizavam diferentes tipos de armas, permitidas pelas autoridades de Roma, como as que podem ser observadas na ilustração. Esses gladiadores eram recrutados, principalmente, entre

a) homens poderosos da plebe.
b) cidadãos da nobreza romana.
c) servos dos latifúndios estatais.
d) escravos das áreas dominadas.
e) heróis das conquistas romanas.

Gabarito das questões de vestibular sobre Roma antiga

  • Exercício resolvido da questão 1: a) aceitação do princípio da intervenção do Estado na vida social e econômica
  • Exercício resolvido da questão 2: e) a redução da autonomia das províncias
  • Exercício resolvido da questão 3: e) estabelecido medidas visando deter a crise que abalava o Império
  • Exercício resolvido da questão 4: a) defenderam os camponeses sem terra contra a aristocracia
  • Exercício resolvido da questão 5: d) O enriquecimento do Estado Romano, aparecimento de uma poderosa classe de comerciantes e aumento do número de escravos
  • Exercício resolvido da questão 6: c) foi consequência da crise econômica e da insegurança provocada pela invasões dos bárbaros
  • Exercício resolvido da questão 7: a) pela expansão territorial, que levou ao domínio de territórios na Europa e no Mediterrâneo
  • Exercício resolvido da questão 8: d) o “Jus Civile” somente foi estabelecido durante o Império
  • Exercício resolvido da questão 9: c) adquiriu grandes poderes e privilégios especiais, como os títulos de ditador perpétuo e de censor vitalício, suscitando lutas políticas pelo poder, sobretudo no Senado Romano
  • Exercício resolvido da questão 10: d) escravos das áreas dominadas

O que achou das perguntas, foi fácil encontrar as respostas corretas das questões de vestibular sobre Roma antiga?

Por que responder questões antigas sobre a história de Roma?

Como você pode ter reparado, a FUVEST é uma das provas que mais exigem conhecimento sobre o Império Romano. Responder questões de vestibular sobre Roma antiga vai ser um diferencial nos seus estudos para ser aprovado na USP e em outras universidades.

Reunimos aqui seis questões de diversos vestibulares para que você treinasse seus conhecimentos e pudesse revisar o conteúdo estudado. Compreender os assuntos que envolvem a área de história, a idade média, Era Vargas e a Primeira Guerra, dentre outros, é importante para a realização do vestibular ou mesmo para o ENEM.

Sobre o Beduka, seu buscador de universidades

Estamos muito preocupados com a sua preparação para os diversos processos seletivos e ENEM. Temos aqui no Beduka uma série de questões que você pode responder para testar os seus conhecimentos. Por exemplo:

O Beduka é um buscador de universidades e cursos, privados ou públicos, que surgiu em 2017 e traz uma relação completa de instituições superiores reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Além de ajudar a estudar com questões de vestibular sobre Roma antiga, nós também temos dois produtos bem úteis para os estudantes:

Simulador de nota de corte do Sisu – Aqui o estudante tem a possibilidade de avaliar se a sua nota permite ou não ingressar em determinada universidade pública e no curso desejado, de acordo com a nota de corte da última edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Simulado do ENEM – Sistema gratuito de geração de provas do ENEM com a possibilidade de criar seu próprio caderno de questões por matérias, por dia da prova ou apenas para testar os seus conhecimentos. Tudo isso de graça e online.

Você acabou de conferir uma série de questões de vestibular sobre Roma antiga, aproveite para ver também uma relação com as melhores faculdades de enfermagem em BH e as melhores universidades da Bahia.

O que você achou das questões de vestibular sobre Roma antiga que apresentamos? Queremos saber a sua opinião para aperfeiçoar nossos conteúdos. Deixe seu comentário!

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador