Literatura

Exercícios sobre Arcadismo

Exercícios sobre ArcadismoExercícios sobre Arcadismo

Arcadismo foi um movimento literário que aconteceu no século XVIII e foi influenciado principalmente pelo Iluminismo e pelo avanço industrial da Europa. Leia o resumo e faça os exercícios sobre arcadismo.

As Escolas Literárias caem de forma recorrente no caderno de Linguagens, Códigos e suas tecnologias do Enem e dos principais vestibulares. Pensando nisso, o Beduka preparou  exercícios sobre Arcadismo e um resumo sobre a matéria.

Revise a matéria de arcadismo com o nosso resumo antes de responder as questões.

Arcadismo

O arcadismo é chamado também de setecentismo ou neoclassicismo e representa a criação literária brasileira do século XVIII. 

O movimento artístico sofreu grande influência da mitologia grega, como por exemplo o nome Arcádia, que faz referência a região sul da Grécia, que foi nomeada dessa forma por causa do semideus Arcas, filho de Zeus e de Calisto.

Contexto Histórico – Arcadismo

Entenda como foi essa fase para responder os Exercícios sobre Arcadismo.

A ascensão do Iluminismo, que considerava o racionalismo e a ciência como o progresso, caracteriza de forma marcante esse período. A independência dos Estados Unidos estava em processo e gerou abertura para outros movimentos de independência em toda a América, como a independência do Brasil.

Principais características do Arcadismo:

  • Possui características reformistas;
  • Inovou as artes, ensino, hábito e ações do período;
  • Inovou na organização econômica, liderada por pensamentos burgueses;
  • Sofreu influências diretas de Portugal com os textos produzidos na fase conhecida como Quinhetismo;
  • Sofreu influências do movimento Barroco; da cultura espanhola e francesa;
  • Os poetas eram simples e considerados humildes;
  • Buscou-se os valores da natureza;
  • Buscou-se a espontaneidade dos sentimentos;
  • Buscou-se a exaltação da pureza;
  • Buscou-se a valorização da ingenuidade e da beleza;
  • Presença de elementos estéticos, como a mitologia pagã;
  • Inspiração renascentista.

Arcadismo no Brasil

O arcadismo no Brasil foi um movimento literário que se iniciou no século XVIII, com obras líricas, satiricas e épicas. 

O livro “Obras poéticas” foi o marco inicial do arcadismo brasileiro, escrito por Cláudio Manuel da Costa em 1768. Os principais autores dessa fase estão presentes em Vila Rica (atualmente é a cidade de Ouro Preto), Minas Gerais.

obras-poéticas-Exercícios sobre Arcadismo

Os principais autores do arcadismo brasileiro são :

  • Tomás Antônio Gonzaga, autor do clássico “Marília de Dirceu” e das “Cartas Chilenas”; 
  • Cláudio Manuel da Costa, poeta com grandes obras; 
  • Basílio da Gama, que escreveu o livro “O Uraguai”; 
  • Santa Rita Durão, autora de “Caramuru”.

O autor Tomaz Antonio Gonzaga,Silva Avarenga e Alvarenga Peixoto participaram ativamente da Conjuração Baiana, juntamente com Tiradentes. 

Agora é a sua vez de testar os seus conhecimentos com os Exercícios sobre Arcadismo.

Exercícios sobre Arcadismo

1 – (ITA) Uma das afirmações abaixo é incorreta. Assinale-a:

a) O escritor árcade reaproveita os seres criados pela mitologia greco-romana, deuses e entidades pagãs. Mas esses mesmos deuses convivem com outros seres do mundo cristão.

b) A produção literária do Arcadismo brasileiro constitui-se sobretudo de poesia, que pode ser lírico-amorosa, épica e satírica.

c) O árcade recusa o jogo de palavras e as complicadas construções da linguagem barroca, preferindo a clareza, a ordem lógica na escrita.

d) O poema épico Caramuru, de Santa Rita Durão, tem como assunto o descobrimento da Bahia, levado a efeito por Diogo Álvares Correia, misto de missionários e colonos português.

e) A morte de Moema, índia que se deixa picar por uma serpente, como prova de fidelidade e amor ao índio Cacambo, é trecho mais conhecido da obra O Uruguai, de Basílio da Gama.

2 – (UFSCar) – 

Texto 1

Eu quero uma casa no campo

do tamanho ideal

pau-a-pique e sapê

Onde eu possa plantar meus amigos

meus discos

meus livros

e nada mais

(Zé Rodrix e Tavito)

Texto 2

Se o bem desta choupana pode tanto,

Que chega a ter mais preço, e mais valia,

Que da cidade o lisonjeiro encanto;

Aqui descanse a louca fantasia;

E o que té agora se tornava em pranto,

Se converta em afetos de alegria.

(Cláudio Manuel da Costa)

Embora muito distantes entre si na linha do tempo, os textos aproximam-se, pois o ideal que defendem é

a) o uso da emoção em detrimento da razão, pois esta retira do homem seus melhores sentimentos.

b) o desejo de enriquecer no campo, aproveitando as riquezas naturais.

c) a dedicação à produção poética junto à natureza, fonte de inspiração dos poetas.

d) o aproveitamento do dia presente – o carpe diem-, pois o tempo passa rapidamente.

e) o sonho de uma vida mais simples e natural, distante dos centros urbanos. 

3 – (FESP) Aponte a alternativa cujo conteúdo não se aplica ao Arcadismo:

a)Desenvolvimento do gênero épico, registrando o início da corrente indianista na poesia brasileira.

b) Presença da mitologia grega na poesia de alguns poetas desse período.

c) Propagação do gênero lírico em que os poetas assumem a postura de pastores e transformam a realidade em um quadro idealizado.

d) Circulação de manuscritos anônimos de teor satírico e conteúdo político.

e) Penetração de tendência mística e religiosa, vinculada a expressão de ter ou não fé.

Baixe o melhor plano de estudos gratuito que você encontrará na internet.

4 – (UFRGS)  Instrução: Os fragmentos abaixo se referem à questão a seguir:

I – Nise? Nise? Onde estás? Aonde espera

Achar-te uma alma, que por ti suspira (…)

II – Glaura! Glaura! Não respondes?

E te escondes nestas brenhas?

Dou às penhas meu lamento;

Ó tormento sem igual!

III – Minha bela Marília, tudo passa:

A sorte deste mundo é mal segura

Se vem depois dos males a ventura,

Vem depois dos prazeres a desgraça.

Os poetas árcades brasileiros tinham as suas musas inspiradoras, a quem se dirigiam frequentemente em seus poemas. Pelas musas, evocadas nos versos acima, pode-se dizer que os seus autores são, respectivamente:

a) Cláudio Manuel da Costa, Silva Alvarenga e Tomás Antônio Gonzaga.

b) José Basílio da Gama, Cláudio Manuel da Costa e Alvarenga Peixoto.

c) Tomás Antônio Gonzaga, Silva Alvarenga e Alvarenga Peixoto

d) Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga e Frei Santa Rita Durão.

e) José Basílio da Gama, Frei Santa Rita Durão e Tomás Antônio Gonzaga

5 – (ENEM-2008) –   

Torno a ver-vos, ó montes; o destino (verso 1)

Aqui me torna a pôr nestes outeiros,

Onde um tempo os gabões deixei grosseiros

Pelo traje da Corte, rico e fino. (verso 4)

Aqui estou entre Almendro, entre Corino,

Os meus fiéis, meus doces companheiros,

Vendo correr os míseros vaqueiros (verso 7)

Atrás de seu cansado desatino.

Se o bem desta choupana pode tanto,

Que chega a ter mais preço, e mais valia (verso 10)

Que, da Cidade, o lisonjeiro encanto,

Aqui descanse a louca fantasia,

E o que até agora se tornava em pranto (verso 13)

Se converta em afetos de alegria.

Cláudio Manoel da Costa. In: Domício Proença Filho. A poesia dos inconfidentes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002, p. 78-9.

Considerando o soneto de Cláudio Manoel da Costa e os elementos constitutivos do Arcadismo brasileiro, assinale a opção correta acerca da relação entre o poema e o momento histórico de sua produção.

a) Os “montes” e “outeiros”, mencionados na primeira estrofe, são imagens relacionadas à Metrópole, ou seja, ao lugar onde o poeta se vestiu com traje “rico e fino”.

b) A oposição entre a Colônia e a Metrópole, como núcleo do poema, revela uma contradição vivenciada pelo poeta, dividido entre a civilidade do mundo urbano da Metrópole e a rusticidade da terra da Colônia.

c) O bucolismo presente nas imagens do poema é elemento estético do Arcadismo que evidencia a preocupação do poeta árcade em realizar uma representação literária realista da vida nacional.

d) A relação de vantagem da “choupana” sobre a “Cidade”, na terceira estrofe, é formulação literária que reproduz a condição histórica paradoxalmente vantajosa da Colônia sobre a Metrópole.

e) A realidade de atraso social, político e econômico do Brasil Colônia está representada esteticamente no poema pela referência, na última estrofe, à transformação do pranto em alegria.

6 – (Cescem) – O Arcadismo, didaticamente, inicia-se, no Brasil, em 1768:

a) com a fundação de Arcádia de Lusitana.

b) com a publicação de poemas de Cláudio Manuel da Costa (em Lisboa) e pela fundação da Arcádia Ulissiponense.

c) com a publicação dos poemas de Cláudio Manuel da Costa (em Lisboa) e pela fundação da Arcádia Ultramarina.

d) pela vinda da família real para o Brasil.

e) nenhuma das anteriores.

7 – (UFV)Sobre o Arcadismo no Brasil, podemos afirmar que:

a) produziu obras de estilo rebuscado, pleno de antíteses e frases tortuosas, que refletem o conflito entre matéria e espírito.

b) não apresentou novidades, sendo mera imitação do que se fazia na Europa.

c) além das características européias, desenvolveu temas ligados à realidade brasileira, sendo importante para o desenvolvimento de uma literatura nacional.

d) apresenta já completa ruptura com a literatura européia, podendo ser considerado a primeira fase verdadeiramente nacionalista da literatura brasileira.

e) presente sobretudo em obras de autores mineiros como Tomás Antônio Gonzaga, Cláudio Manuel da Costa, Silva Alvarenga e Basílio da Gama, caracteriza-se como expressão da angústia metafísica e religiosa desses poetas, divididos entre a busca da salvação e o gozo material da vida.

Confiras as respostas dos Exercícios sobre Arcadismo no gabarito abaixo.

Respostas dos Exercícios sobre Arcadismo

Exercício resolvido da questão 1 –

e) A morte de Moema, índia que se deixa picar por uma serpente, como prova de fidelidade e amor ao índio Cacambo, é trecho mais conhecido da obra O Uruguai, de Basílio da Gama.

Exercício resolvido da questão 2 –

a) o uso da emoção em detrimento da razão, pois esta retira do homem seus melhores sentimentos.

Exercício resolvido da questão 3 –

e) Penetração de tendência mística e religiosa, vinculada a expressão de ter ou não fé.

Exercício resolvido da questão 4 –

a) Cláudio Manuel da Costa, Silva Alvarenga e Tomás Antônio Gonzaga.

Exercício resolvido da questão 5 –

b) A oposição entre a Colônia e a Metrópole, como núcleo do poema, revela uma contradição vivenciada pelo poeta, dividido entre a civilidade do mundo urbano da Metrópole e a rusticidade da terra da Colônia.

Exercício resolvido da questão 6 –

c) com a publicação dos poemas de Cláudio Manuel da Costa (em Lisboa) e pela fundação da Arcádia Ultramarina.

Exercício resolvido da questão 7 –

c) além das características européias, desenvolveu temas ligados à realidade brasileira, sendo importante para o desenvolvimento de uma literatura nacional.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos Exercícios sobre Arcadismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador