ExercíciosSociologia

As 10 Melhores Questões Sobre Estratificação Social com Gabarito

A estratificação social é a classificação hierárquica dos grupos de uma sociedade. Apesar de quase sempre ser ligada ao poder econômico, ela pode ser definida por outros fatores. Neste artigo, você entenderá melhor este tema e encontrará questões sobre estratificação social para testar seus conhecimentos..

Se quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em algum dos tópicos abaixo:

Quando você terminar de responder às questões sobre estratificação social, que tal testar seus conhecimentos no Melhor Simulado Enem do Brasil?

O que é estratificação social?

A estratificação social é a classificação dos grupos que compõem uma sociedade, de acordo com seu status social e sua condição econômica. Este conceito é muito importante para entender a hierarquia social e as desigualdades que a sustentam.

A estratificação social surgiu com a vida nas civilizações, onde foi possível haver divisão do trabalho. Nas comunidades primitivas de coletores e caçadores, ela não existia, pois não havia esse modelo de organização.

No mundo capitalista, a estratificação social é baseada em três grandes classes:

  • Classe baixa;
  • Classe Média;
  • Classe Alta.

Os dados da estratificação social são usados por sociólogos para compreender as dinâmicas sociais. Através deles, tentam desvendar os motivos de existirem poucos ricos e muitos pobres dentro de uma mesma sociedade.

Desigualdade social e mobilidade social

Desigualdade social é a diferença econômica entre os indivíduos de uma mesma sociedade. Ela é mais rígida nas sociedades estratificadas, divididas em castas.

A mobilidade social é a mudança de classe social realizada pelos indivíduos. Numa sociedade de castas ela é praticamente impossível, já que a divisão é estabelecida pela origem familiar.

Quais são os tipos de estratificação social?

Os principais tipos de estratificação social são:

  • Sistema de castas ou estamentos
  • Escravidão
  • Sociedade de classes

Como eram as sociedades de castas ou de estamentos?

A base do sistema de castas é a família na qual alguém nasce. Ela determina as funções sociais, religiosas e econômicas que os indivíduos terão ao longo da vida.

Este sistema é comum na Índia, onde o Hinduísmo é a religião predominante e faz a divisão social em seus livros sagrados.

A sociedade hindu é dividida em quatro castas: 

  • Sudras: são responsáveis pelos trabalhos servis, sendo a casta mais baixa de todas.
  • Vaixás: responsáveis pela administração de bens em geral e corresponde à burguesia.
  • Xátrias: são responsáveis pelos postos militares e pelo governo.
  • Brâmanes: são os sacerdotes e guardiões da ciência.

Um tipo parecido foi a sociedade estamental do feudalismo. Os estamentos constituíam estratos sociais com funções e direitos diferentes. Eram em número de três:

  • Laboratores: os que trabalham, os servos.
  • Oratores: os que rezam, o clero regular e secular.
  • Bellatores: os que batalham, a nobreza de cavalaria.

No entanto, os estamentos não eram tão rígidos quanto as castas. Era possível uma mobilidade mínima por meio do clero que aceitava pessoas das diversas camadas sociais.

O que é Escravidão?

A escravidão é um regime de trabalho forçado que divide a sociedade entre senhores e escravos. Esta situação dificulta a mobilidade social, pois dificilmente o escravo sai de sua condição.

A escravidão no Brasil foi muito marcante e permeou a sociedade como um todo, regulando as relações e fundamentando costumes. Os seus efeitos são sentidos até hoje, e atingem principalmente os grupos que foram escravizados. No caso, os negros.

Este grupo geralmente é maioria nas classes mais baixas da sociedade e têm pouco acesso a serviços de mais qualidade. Por exemplo, educação superior, principalmente nos cursos mais concorridos.

Como são sociedades de classes capitalistas

O capitalismo é o modelo econômico mais utilizado atualmente no mundo. Segundo Karl Marx, ele é caracterizado pela formação de duas classes principais: 

  • detentores dos meios de produção
  • proletários, que vendem sua força de trabalho.

É um sistema que permite a mobilidade social de maneira mais fácil que os demais, já que não se baseia na origem familiar, mas no acúmulo de riquezas adquiridas pelo trabalho.

As três classes principais no capitalismo se subdividem segundo a renda e o consumo. Assim temos:

  • Classe Baixa: composta pelos mais pobres, os desempregados, os indigentes etc.
  • Classe média: composta por trabalhadores de renda média e acesso a serviços de mais qualidade que os da classe baixa.
  • Classe alta: é composta pelos mais ricos, que têm acesso aos serviços de maior qualidade e influenciam diretamente nas outras classes.

Estas subdivisões também permitem classificações mais específicas, como: classe média, classe média baixa e classe média alta.

O que é estratificação social segundo Marx?

Para Karl Marx, sociólogo alemão, a estratificação social está ligada diretamente ao modelo de produção e à divisão social do trabalho.

No capitalismo, isso se daria pela relação entre a burguesia, dona dos meios de produção, e do proletariado, que tem apenas sua força de trabalho para vender.

Deste modo, a sociedade estaria configurada numa divisão entre duas classes: uma que explora e a outra que é explorada

Marx entendia que elas estavam em uma luta constante. Esse conflito só acabaria quando o proletariado tomasse o poder para construir uma sociedade sem classes, chamada comunismo.

Isso seria feito pela ditadura do proletariado, que destruiria todos os elementos de opressão do homem pelo homem, a fim de garantir a liberdade de todos.

O que é estratificação Social segundo Weber?

A estratificação social para Max Weber, outro sociólogo alemão, se dá pelos diversos fatores que os indivíduos ou grupos usam para conseguir bens, como:

  • as relações de produção;
  • o status social;
  • poder político;
  • poder econômico.

Weber diferencia status social de classe social: 

  • O status social é baseado em honra, prestígio e filiação religiosa. 
  • A Classe social em riqueza material

Por isso, a estratificação não se dá apenas de uma forma, mas de três: social, política e econômica.

Isso pode ser visto em sociedades como o Portugal dos tempos da colonização do Brasil. 

Na época, o pertencimento à nobreza e a religião católica era mais importante que as riquezas. Dessa forma, certos cargos não eram ocupados por judeus recém-convertidos, por exemplo.

  • Agora que você já revisou o assunto, responda as questões sobre estratificação social abaixo!

Questões sobre estratificação social

Questão 1 – (UEM – Inverno 2008) Em termos sociológicos, assinale o que não for correto sobre o conceito de classes sociais.

a) Sua utilização visa explicar as formas pelas quais as desigualdades se estruturam e se reproduzem nas sociedades.

b) De acordo com Karl Marx, as relações entre as classes sociais transformam-se ao longo da história conforme a dinâmica dos modos de produção.

c) As classes sociais, para Marx, definem-se, sobretudo, pelas relações de cooperação que se desenvolvem entre os diversos grupos envolvidos no sistema produtivo.

d) A formação de uma classe social, como os proletários, só se realiza na sua relação com a classe opositora, no caso do exemplo, a burguesia.

e) A afirmação “a história da humanidade é a história das lutas de classes” expressa a ideia de que as transformações sociais estão profundamente associadas às contradições existentes entre as classes.

Questão 2 – (UEL 2004) Em 1840, o francês Aléxis de Tocqueville (1805-1859), autor de A democracia na América, impressionado com o que viu em viagem aos Estados Unidos, escreveu que nos EUA, “a qualquer momento, um serviçal pode se tornar um senhor”. Por sua vez, o escritor brasileiro Luiz Fernando Veríssimo, autor de O analista de Bagé, disse, em 1999, ao se referir à situação social no Brasil: “tem gente se agarrando a poste para não cair na escala social e sequestrando elevador para subir na vida”.

As citações anteriores se referem diretamente a qual fenômeno social?

a) Ao da estratificação, que diz respeito a uma forma de organização que se estrutura por meio da divisão da sociedade em estratos ou camadas sociais distintas, conforme algum tipo de critério estabelecido.

b) Ao de status social, que diz respeito a um conjunto de direitos e deveres que marcam e diferenciam a posição de uma pessoa em suas relações com as outras.

c) Ao dos papéis sociais, que se refere ao conjunto de comportamentos que os grupos e a sociedade em geral esperam que os indivíduos cumpram de acordo com o status que possuem.

d) Ao da mobilidade social, que se refere ao movimento, à mudança de lugar de indivíduos ou grupos num determinado sistema de estratificação.

e) Ao da massificação, que remete à homogeneização das condutas, das reações, desejos e necessidades dos indivíduos, sujeitando-os às idéias e objetos veiculados pelos sistemas midiáticos.

Questão 3 – (UEL – 2006) Contardo Calligaris publicou um artigo em que aborda a prática social brasileira de denominar como doutores os indivíduos pertencentes a algumas profissões, dentre eles médicos, engenheiros e advogados, mesmo na ausência da titulação acadêmica. Segundo o autor, estes mesmos profissionais não se apresentam como doutores no encontro com seus pares, mas apenas diante de indivíduos de segmentos sociais considerados subalternos, o que indica uma tentativa de intimidação social, servindo para estabelecer uma distância social, lembrando a sociedade de castas. A questão levantada por Contardo Calligaris aborda aspectos relacionados à estratificação social, estudada, entre outros, pelo sociólogo alemão Max Weber.

De acordo com as ideias weberianas sobre o tema, é correto afirmar:

a) As sociedades ocidentais modernas produzem uma estratificação social multidimensional, articulando critérios de renda, status e poder.

b) Médicos, engenheiros e advogados são designados de doutores porque suas profissões beneficiam mais a sociedade que as demais.

c) A titulação acadêmica objetiva a intimidação social e a demarcação de hierarquias que culminem em uma sociedade de castas.

d) A intimidação social perante os subalternos expressa a materialização das castas nas sociedades modernas ocidentais.

e) Nas sociedades modernas ocidentais, a diversidade das origens, das funções sociais e das condições econômicas são critérios anacrônicos de estratificação.

Questão 4- (SEED -PR) Com relação às variadas formas de desigualdade social que se reproduzem até hoje na história do Brasil, assinale a opção correta.

a) A abolição do sistema escravocrata no Brasil não eliminou a desigualdade social entre brancos e negros estruturada desde o período escravocrata e, em alguns contextos, até a aprofundou.

b) A precarização do trabalho é um fenômeno decorrente da globalização e não é importante para explicar desigualdades sociais no Brasil.

c) A desigualdade de gênero é um fenômeno historicamente ausente na estrutura social brasileira.

d) As desigualdades regionais no Brasil não refletem as etapas históricas pelas quais o país passou.

e) A desigualdade de renda no Brasil não é influenciada por fatores como raça, região e gênero.

Questão 5-  (IMA-SC) As favelas têm sido objeto de investigação sociológica das cidades brasileiras. Abrigam população de baixa renda, que vive em habitações precárias, em áreas de pouca infraestrutura e poucos equipamentos e com atendimento deficiente em relação aos serviços públicos.

Assinale a alternativa correta com relação às favelas.

a) O surgimento das favelas está diretamente relacionado às migrações internas em direção às metrópoles da Região Sudeste, ocorridas, principalmente, a partir da metade do século XX.

b) O principal interesse sociológico no tema da favela está relacionado ao problema da violência urbana.

c) Trata-se de um fenômeno que apresenta características similares nas diferentes regiões do Brasil, com poucas variações nas suas manifestações locais ou regionais.

d) O estigma criado em torno da favela e da figura do favelado surgiu recentemente com o agravamento dos índices de criminalidade.

e) As favelas têm recebido nas duas últimas décadas, grande atenção da mídia nacional e internacional, convertendo-se muitas delas em espaço de atuação de Organizações Não-Governamentais e outras entidades da sociedade civil.

  • Muito bem! Você chegou à metade das questões sobre estratificação social. Continue fazendo o restante.

Questão 6 –  (IMA-SC) Assinale a alternativa que melhor corresponde ao conceito de estratificação social.

a) É a forma pela qual a sociedade hierarquiza no interior de suas instituições formais os seus indivíduos e grupos sociais.

b) É a colocação em diferentes níveis, dos indivíduos que compõem um dado sistema social e seu tratamento como superior ou inferior com relação uns aos outros em certos aspectos socialmente importantes.

c) É a estruturação da sociedade em classes sociais.

d) É a forma como a sociedade distribui desigualmente recursos econômicos e privilégios sociais entre os seus membros, gerando desigualdades sociais e econômicas.

e) É a estruturação do sistema de distinções simbólicas de uma dada sociedade.

Questão 7 – (DETRAN -PA) Ocupando diferentes formas de status na hierarquia social, o indivíduo também desempenha vários papéis na sociedade. Papel social é

a) o conjunto de direitos, obrigações e expectativas que acompanham um determinado status social.

b) o conjunto de atividades profissionais mais apreciadas pelos indivíduos em uma sociedade.

c) o código de direitos garantidos a todo indivíduo em sociedade.

d) o conjunto de posturas desviantes do indivíduo que são estigmatizadas no contexto social.

Questão 8 –  (FUNADEPI 2010) A expressão estratificação deriva de estrato, que quer dizer camada. Por estratificação social entendemos, exceto:

a) A distribuição de indivíduos em grupos e grupos em camadas hierarquicamente superpostas dentro de uma sociedade.

b) O processo de aquisição é assimilação dos valores, das normas, regras, leis, costumes e as tradições do grupo humano do qual fazemos parte.

c) Que essa distribuição dos indivíduos se dá pela posição social, a partir das atividades que eles exercem e dos papéis que desempenham na estrutura social.

d) Que em determinadas sociedades podemos dizer que as pessoas estão distribuídas pelas camadas alta (classe A), média (classe B) ou inferior (classe C), que correspondem a graus diferentes de poder, riqueza e prestígio.

e) Por exemplo, que na sociedade capitalista contemporânea, as posições sociais são determinadas basicamente pela situação dos indivíduos no desempenho de suas atividades produtivas

Questão 9 –  (UFU) De acordo com a teoria de Marx, a desigualdade social se explica:

a) Pela distribuição da riqueza de acordo com o esforço de cada um no desempenho de seu trabalho.

b) Pela divisão da sociedade em classes sociais, decorrente da separação entre proprietários e não-proprietários dos meios de produção.

c) Pelas diferenças de inteligência e habilidade inatas dos indivíduos, determinadas biologicamente.

d) Pela apropriação das condições de trabalho pelos homens mais capazes em contextos históricos, marcados pela igualdade de oportunidades.

questão 10 – (UEL – 2004) Leia a letra da canção.

“Tinha eu 14 anos de idade quando meu pai me chamou

Perguntou-me se eu queria estudar filosofia

Medicina ou engenharia

Tinha eu que ser doutor

Mas a minha aspiração era ter um violão

Para me tornar sambista

Ele então me aconselhou:

‘Sambista não tem valor nesta terra de doutor’

E seu doutor, o meu pai tinha razão

Vejo um samba ser vendido, o sambista esquecido

O seu verdadeiro autor

Eu estou necessitado, mas meu samba encabulado

Eu não vendo não senhor!”

(Canção “14 anos” de Paulinho da Viola, do álbum Na Madrugada, 1966).

De acordo com a letra da canção, assinale a alternativa correta.

a) O sambista vê na comercialização do samba, ou seja, na sua mutação em mercadoria, um processo que valoriza mais o criador que a coisa produzida.

b) Os termos ‘sambista’ e ‘doutor’ servem para qualificar e/ou desqualificar os indivíduos na rigorosa hierarquia social vigente no Brasil.

c) A filosofia, enquanto conhecimento humanístico voltado à crítica social é desqualificada em relação aos conhecimentos direcionados às profissões liberais.

d) Para o sambista, o valor objetivo da música como mercadoria, medido pelo reconhecimento econômico, é mais relevante do que sua condição de criação artística subjetiva.

e) A expressão ‘terra de doutor’ está relacionada à disseminação generalizada dos cursos superiores no Brasil, responsáveis por uma elevação do nível cultural dos setores populares.

  • Parabéns, você fez todas as questões sobre estratificação social. Confira agora o Gabarito:

Gabarito das questões sobre estratificação social

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: letra b) De acordo com Karl Marx, as relações entre as classes sociais transformam-se ao longo da história conforme a dinâmica dos modos de produção. 

Exercício resolvido da questão 2 –

alternativa correta: letra d) Ao da mobilidade social, que se refere ao movimento, à mudança de lugar de indivíduos ou grupos num determinado sistema de estratificação.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: letra a) As sociedades ocidentais modernas produzem uma estratificação social multidimensional, articulando critérios de renda, status e poder.

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: letra a) A abolição do sistema escravocrata no Brasil não eliminou a desigualdade social entre brancos e negros estruturada desde o período escravocrata e, em alguns contextos, até a aprofundou.

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: letra e) As favelas têm recebido nas duas últimas décadas, grande atenção da mídia nacional e internacional, convertendo-se muitas delas em espaço de atuação de Organizações Não-Governamentais e outras entidades da sociedade civil.

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: letra  b) É a colocação em diferentes níveis, dos indivíduos que compõem um dado sistema social e seu tratamento como superior ou inferior com relação uns aos outros em certos aspectos socialmente importantes.

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: letra a) o conjunto de direitos, obrigações e expectativas que acompanham um determinado status social.

Exercício resolvido da questão 8 –

Alternativa correta letra: b) O processo de aquisição e assimilação dos valores, das normas, regras, leis, costumes e as tradições do grupo humano do qual fazemos parte.

Exercício resolvido da questão 9 – 

Alternativa correta letra: b) Pela divisão da sociedade em classes sociais, decorrente da separação entre proprietários e não-proprietários dos meios de produção.

Exercício resolvido da questão 10 – 

alternativa correta letra: b) Os termos ‘sambista’ e ‘doutor’ servem para qualificar e/ou desqualificar os indivíduos na rigorosa hierarquia social vigente no Brasil

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou dos nossos exercícios sobre estratificação social? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador