ExercíciosHistória

As 7 Melhores Questões sobre Jânio Quadros com Gabarito

Questões sobre Jânio QuadrosQuestões sobre Jânio Quadros
Domine Sisu Prouni e Fies

Jânio Quadros foi um político, professor e formado em direito. Ele foi um dos governantes mais polêmicos do Brasil, motivo pelo qual seu mandato também foi o mais curto da história. Leia o artigo e faça as questões sobre Jânio Quadros. 

Se você quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em um dos tópicos abaixo:

Está estudando para o Enem? Teste seus conhecimentos com o Simulado Beduka, ele é gratuito e personalizável. Ao final, você recebe o resultado com a nota TRI, a mesma do exame.

Quem foi Jânio Quadros?

Jânio Quadros foi atuante nas áreas do direito e educação antes da política. Leia com atenção para fazer as questões sobre Jânio Quadros. 

Jânio Quadros nasceu em Campo Grande, em 25 de janeiro de 1917. Começou o ensino básico em Curitiba e terminou seus estudos em São Paulo, onde também se formou em direito e começou a dar aulas de português e geografia. Em menos de dez anos, ocupou 4 cargos políticos (vereador, prefeito, governador e deputado federal). Todos em São Paulo. 

Esses cargos foram primordiais para criar sua base de apoiadores que mais tarde lhe garantiriam a presidência. Casou-se e teve uma filha, que seguiu pelo mesmo caminho político, tornando-se deputada pelo PSDB. Morreu, também em São Paulo, com 75 anos, em 1992.

Como foi o governo de Jânio Quadros?

Vassoura de Jânio Quadros
Vassoura de Jânio Quadros

Eu poderia simplesmente falar que foi ruim, mas eu tenho que explicar melhor pra você não ter dúvidas na hora de fazer as questões sobre Jânio Quadros. Então vamos em frente.

Jânio Quadros subiu a presidência após, com ajuda da UDN (União Democrática Nacional), um partido de centro-direita, alinhado aos Estados Unidos, conseguir 2 milhões de um total de 5,6 milhões de votos. Assim, ele derrotou seu rival Henrique Lott, do PSD.

João Goulart, do PTB, foi eleito vice-presidente em uma eleição separada para o cargo. Ele era vice da chapa de Lott e derrotou o vice da chapa de Jânio Quadros, Milton Santos. Formava-se a “chapa Jan-Jan”.

Jânio Quadros assumiu um país em profunda crise econômica gerada pelo último governo. O problema de fato foram as medidas que ele tomou para lidar com isso. 

Vamos começar pela medida menos polêmica que ele tomou. Adotar uma posição neutra em um mundo dividido pela Guerra Fria. Essa postura foi a PEI (Política Externa Independente), que dizia que o Brasil não adotaria lado durante a Guerra Fria. Ele manteria relações com qualquer país que estivesse interessado.

Por isso essa medida é a menos ruim. Ela não limita o número de possíveis aliados do Brasil, porém, com isso as relações com China, URSS e Cuba foram retomadas, o que irritou o outro parceiro que eram os Estados Unidos. Claro que isso fez Jânio ser acusado de comunista e gerou problemas com o apoio que tinha da UDN. 

Após falhar nas políticas externas, Jânio começou a falhar nas internas. Ele tentou travar a inflação gerada no Governo JK de maneira artificial. Salários foram congelados, fundos restringidos e subsídios governamentais revogados, afetando diretamente a imprensa devido a alteração no preço do papel para impressão de jornais. 

Essas medidas acarretaram a revolta de muitos sindicatos, mas foram abafados. Assim, Jânio estava queimado com os EUA e com a classe trabalhadora. Não satisfeito, ele ainda se queimou com a  classe popular ao proibir o uso biquínis nas praias, lutas de galo e lança perfumes.

Como foi a renúncia de Jânio Quadros?

A forma como Jânio saiu do governo foi um tanto polêmica e cheia de teorias. Continue lendo para entender melhor e fazer as questões sobre Jânio Quadros.

A essa altura, Jânio já tinha colecionado ódio de todos os tipos de grupos possíveis, só faltava sacramentar a sua rejeição. Ele fez isso entregando a Grã-Cruz do Cruzeiro do Sul, que era nada mais do que a maior condecoração do Brasil para Ernesto “Che” Guevara, um dos maiores responsáveis por uma ditadura comunista em Cuba

Dias depois, em 25 de Agosto de 1961 o presidente anunciou sua renúncia com uma carta enviada ao Congresso Nacional. Seguem alguns trechos: 

“Fui vencido pela reação e assim deixo o governo. Nestes sete meses cumpri o meu dever. Tenho-o cumprido dia e noite, trabalhando infatigavelmente, sem prevenções, nem rancores.

Mas baldaram-se os meus esforços para conduzir esta nação, que pelo caminho de sua verdadeira libertação política e econômica, a única que possibilitaria o progresso efetivo e a justiça social, a que tem direito o seu generoso povo.

Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos, inclusive do exterior.

Sinto-me, porém, esmagado. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam, até com a desculpa de colaboração.

Encerro, assim, com o pensamento voltado para a nossa gente, para os estudantes, para os operários, para a grande família do Brasil, esta página da minha vida e da vida nacional. A mim não falta a coragem da renúncia. Retorno agora ao meu trabalho de advogado e professor. Trabalharemos todos. Há muitas formas de servir nossa pátria.”

A situação ficou pior quando vazou a teoria de que essa renúncia foi uma tentativa de fazer o povo se sensibilizar com o “coitado” Jânio Quadros e assim, pedir para ele continuar no poder, mas o que aconteceu foi que ninguém foi atrás dele depois disso. 

Como se não fosse o bastante, ele ainda foi acusado de corrupção pela filha depois de morrer e deixar mais de 66 imóveis para os herdeiros. A Polícia Federal achou mais de 20 milhões em uma conta secreta que ele tinha na Suíça.  

Jânio Quadros protagonizou o mandato mais curto da história de um presidente brasileiro (apenas sete meses), o que impediu que ele pusesse em prática tudo o que tinha em mente.

Questões sobre Jânio Quadros

Terminou o resumo? Então agora você pode fazer as questões sobre Jânio Quadros. Olhe o gabarito para conferir suas respostas e baixe o nosso Plano de Estudos para se preparar para o ENEM

Questão 1 – (UFSE/2001) Jânio Quadros (1961) presidente e líder carismático, provocou inquietação nos meios empresariais, entre outros motivos, por:

a) Anular medidas que favoreciam a acumulação de capitais estrangeiros.

b) Praticar uma política populista de descongelamento de salários.

c) Autorizar subsídios federais para vários produtos, como o trigo.

d) Estabelecer medidas que geraram forte restrição ao crédito.

e) Favorecer constantemente o cruzeiro, graças a artifícios contábeis.

Questão 2 – (UNESP SP/1991) Assinale a alternativa correta sobre a denominada política externa independente do governo Jânio Quadros.

a) Manter o país atrelado ao bloco socialista e participando do processo de divisão mundial do trabalho.

b) Submeter projetos de desenvolvimento nacional à apreciação de um comitê norte-americano.

c) Captação de recursos internos para a solução de todos os problemas sociais.

d) Assumir a defesa da Aliança para o Progresso e apoiar a política de isolamento de Cuba.

e) Reatamento de relações diplomáticas com a União Soviética e apoio a tese de autodeterminação dos povos.

Questão 3 – (Mackenzie SP/2002) A crise gerada pela renúncia do Presidente Jânio Quadros foi controlada temporariamente em 1961 por meio:

a) da Emenda Parlamentarista, que possibilitou a posse de Goulart, conciliando os setores em confronto.

b) do Pacote de Abril, que favorecia o governo, garantindo-lhe a maioria no Congresso.

c) do Ato Institucional nº 5 e o consequente fechamento total do regime.

d) da política de distensão, que abriu possibilidades de retorno à normalidade democrática.

e) do Golpe Militar, que encerrou o governo Goulart e impôs uma nova ordem política e econômica ao país.

  • Excelente! Você já fez metade dos exercícios sobre Jânio Quadros. Continue com o bom trabalho!

Questão 4 – (UNIFOR CE/2002) Durante o curto governo de Jânio Quadros, a política externa brasileira sofreu sensíveis modificações. Nesse governo, a diplomacia brasileira procurou desenvolver uma política externa:

a) De alinhamento com os países capitalistas liderados pelos Estados Unidos e de rompimento com os países socialistas apoiados pela União Soviética.

b) De pragmatismo responsável, ampliando o relacionamento político e comercial do país com países da África, da Ásia e da União Soviética.

c) Pendular, aproximando-se ora dos Estados Unidos, ora relacionando-se comercialmente com os países ligados a regimes socialistas.

d) Independente, afastando-se do “alinhamento automático” em relação aos Estados Unidos e de aproximação com a União Soviética.

e) De solidariedade continental, alinhando-se, principalmente com as nações democráticas apoiadas pelos Estados Unidos.

Questão 5 – (UFTM MG/2005) A política externa provocou a oposição dos conservadores, especialmente da maioria da UDN, cujo objetivo de chegar ao poder não se concretizou. (…) Essa política (…) consistia na busca de uma terceira via para o Brasil entre os dois grandes blocos, capitalista e comunista, em confronto. (…) O novo presidente optou por um pacote ortodoxo de estabilização, envolvendo forte desvalorização cambial contenção dos gastos públicos e da expansão monetária. Os subsídios para a importação de trigo e petróleo foram reduzidos, o que provocou uma elevação de 100% no preço do pão e dos combustíveis.

(Boris Fausto, História do Brasil)

O texto trata do governo do presidente 

a) Eurico Gaspar Dutra.

b) Getúlio Vargas.

c) Juscelino Kubitschek.

Aprenda a usar a nota do Enem

d) Jânio Quadros.

e) João Goulart.

Questão 6 – (UNIMEP-SP) – Jânio da Silva Quadros (1961) apresenta-se na vida brasileira como um líder carismático e sua política provoca inquietações nos meios empresariais, entre outros motivos por:

a) revogar medidas que favoreciam a acumulação de capitais estrangeiros.

b) valorizar constantemente o cruzeiro, graças a artifícios contábeis.

c) conceder subsídios federais para vários produtos, como o trigo.

d) adotar uma política populista de descongelamento dos salários.

e) determinar medidas que geraram uma grande restrição creditícia.

Questão 7 – (PUC-SP) – A partir dos vários episódios políticos relacionados pelo texto e de seus conhecimentos sobre o período 1945-1964, pode-se afirmar que a:

a) disputa entre direita e esquerda se expressava no confronto que opunha militares e políticos da UDN (União Democrática Nacional) a partidários do PSD (Partido Social Democrático), as duas principais forças políticas da época.

b) morte de Getúlio Vargas, ao contrário do que a história oficial conta, foi provocada por uma ação conservadora de políticos ligados ao PTB (Partido Trabalhista Brasileiro).

c) vitória eleitoral de Juscelino Kubitschek e João Goulart, políticos de esquerda, favoreceu a imediata realização do golpe militar de direita que impediu a posse de JK e depôs Goulart da Presidência em 1964.

d) renúncia de Jânio Quadros, em 1961, provocou uma profunda crise política e, apesar de tentativas golpistas, negociações políticas asseguraram o respeito à Constituição e a posse do Vice-Presidente João Goulart.

e) eleição presidencial de 1955 definiu o fim da influência varguista, dado o apoio que os sindicatos e as centrais operárias deram à candidatura de João Goulart à Presidência da República.

  • Parabéns! Você fez todas as questões sobre Jânio Quadros. Agora confira o gabarito:

Gabarito das questões sobre Jânio Quadros

Aposto que você foi muito bem, nos exercícios sobre Jânio Quadros. Veja quantas questões acertou:

Exercício resolvido da questão 1 –

d) Estabelecer medidas que geraram forte restrição ao crédito.

Exercício resolvido da questão 2 –

e) Reatamento de relações diplomáticas com a União Soviética e apoio a tese de autodeterminação dos povos.

Exercício resolvido da questão 3 –

a) da Emenda Parlamentarista, que possibilitou a posse de Goulart, conciliando os setores em confronto.

Exercício resolvido da questão 4 –

d) Independente, afastando-se do “alinhamento automático” em relação aos Estados Unidos e de aproximação com a União Soviética.

Exercício resolvido da questão 5 –

d) Jânio Quadros.

Exercício resolvido da questão 6 –

e) determinar medidas que geraram uma grande restrição creditícia.

Exercício resolvido da questão 7 –

d) renúncia de Jânio Quadros, em 1961, provocou uma profunda crise política e, apesar de tentativas golpistas, negociações políticas asseguraram o respeito à Constituição e a posse do Vice-Presidente João Goulart.

Estude para o Enem com o Simulado Beduka. É gratuito!

Gostou das nossas questões? Exercícios sobre Jânio Quadros são muito frequentes. Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Faça sua nota trabalhar

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador