Exercícios

Questões sobre a Semana de Arte Moderna (modernismo) com gabarito

Questões sobre a Semana de Arte ModernaQuestões sobre a Semana de Arte Moderna

As questões sobre modernismo, ou seja, sobre as questões sobre a Semana de Arte Moderna, são recorrentes no Enem e nos principais vestibulares. Essa semana foi um marco do início do movimento modernista. Por isso, teste seus conhecimentos

Reunimos aqui algumas questões sobre a Semana de Arte Moderna, assunto sempre presente em vestibulares.

A semana de 22: início do modernismo

O que foi?

Entre os dias 11 e 18 de fevereiro de 1922, o Teatro Municipal de São Paulo foi palco de uma das mais importantes transformações culturais brasileiras: a Semana de 22.

Foi um evento cultural que reuniu vários tipos de arte em exposições. A cultura paulista bebia muito da fonte europeia, com larga tradição. Afinal, quando o Brasil foi descoberto, a Europa já tinha mais de dez séculos de produção artística.

Contudo, alguns artistas brasileiros revoltaram-se contra o patrimônio da arte europeia que influenciava os brasileiros. Muitos recusaram todo o aprendizado de séculos que era transmitido, toda a técnica e história.

Queriam algo brasileiro sem interferências. Queria-se renovar o ambiente artístico de São Paulo em todas as áreas. A mais cobrada nos vestibulares é a da literatura.

Assim se inicia o MODERNISMO.

Contexto do modernismo no Brasil

Entenda as condições que geraram esse movimento para fazer as questões sobre modernismo.

Cenário social e político:

Havia tensões políticas, sociais e econômicas. O período ainda é o da República Velha. Esta era controlada por oligarquias, no caso, as cafeeiras. Minas e São Paulo revesavam-se no governo do Brasil por meio da famosa política do café com leite.

Chegavam ao Brasil as influencias da vanguarda europeia também, já que muitos intelectuais estudavam lá e voltavam com essas influências.

O evento uniu importantes personagens, marcando o início do modernismo no Brasil. A cada dia uma temática era abordada:

  • Pintura
  • Escultura
  • Poesia
  • Literatura
  • Música

A Semana de 22 foi um marco cultural no país e chocou a população da época. Os artistas envolvidos no projeto propunham uma nova visão sobre a produção cultural.

Quem foram os principais artistas da Semana de Arte Moderna de 22?

Entre os personagens mais famosos da Semana de Arte Moderna estavam os poetas Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Manuel Bandeira, Anita Malfatti e Di Cavalcanti, dentre outros.

“Seria uma semana de escândalos literários e artísticos, de meter os estribos na barriga da burguesiazinha paulista”, Di Cavalcanti.

Vamos nomear os principais artistas da semana de 22 e das fases modernistas posteriores, pois eles são muito comuns nos exercícios sobre modernismo.

Principais Escritores modernistas:

Os autores sublinhados já possuem alguma de suas obras resumidas no Beduka. É só clicar e conferir.

Costuma haver com muita frequência a presença de artistas famosos nas questões sobre a semana de arte moderna. Por isso não se esqueça desses principais nomes.

Principais artistas plásticos modernistas:

pintura do Pierrot de Di Cavalcanti - artista modernista

  • Anita Malfatti
  • Di Cavalcanti
  • Vicente do Rego Monteiro
  • Tarsila do Amaral

Principais músicos modernistas:

  • Frutuoso Viana
  • Guiomar Novaes
  • Heitor Villa-Lobos

A Semana de Arte Moderna esteve inserida nas comemorações dos 100 anos da Independência do Brasil. Ela provocou uma nova concepção do fazer e compreender as obras de arte no país.

Em 2004, a Rede Globo produziu a série Um só coração. O público pôde conferir, com uma riqueza de detalhes, os acontecimentos da época, o momento da Semana de 22 e perfis dos personagens que construíram este marco cultural brasileiro.

Os “subversores da arte”, como eram chamados os artistas envolvidos na organização da Semana de Arte Moderna, enfrentaram muita resistência dos grupos conservadores da época.

Suas ideias inovadoras e nacionalistas não alcançaram resultados imediatos, mas provocaram uma nova forma de pensar, tendo o seu reconhecimento na história.

Intenção dos modernistas

A intenção era romper a tradição e tentar criar algo genuinamente brasileiro, sem influências da Inglaterra ou da França (Anglicismos e francesismos.

Após a I Guerra Mundial, o clima era favorável à produção artística.

  • Queriam a liberdade formal. Isso significa que queriam versos livres na poesia, abandonando as formas ficas com número de sílabas contados. Usavam falas coloquiais, não usavam pontuação e raramente faziam sonetos.
  • Queriam valorizar mais o cotidiano, a vida comum e simples.
  • Formavam movimentos artísticos como: Pau-Brasil, Antropofágico, Verde-Amarelo, Grupo de Porto Alegre e Grupo Modernista-Regionalista de Recife.

As questões sobre modernismo aparecem no caderno de Linguagens do Enem, ou seja, na prova de português. Muita interpretação é exigida.

Para ficar mais fácil interpretar e resolver as questões sobre a semana de arte moderna, acompanhe essa divisão em fases do movimento.

Fases do modernismo

1ª geração: Foi de 1922 a 1930. Características principais: Radicalismos e escândalos.

2ª geração: Foi de 1930 a 1945. A principal ênfase se deu na literatura. Houve rompimento com o parnasianismo, simbolismo e arte acadêmica.

3ª geração: Foi de 1945 a 1975. Começa a oposição ao radicalismo inicial.

Vestibulares de todo o Brasil e, inclusive, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) costumam trazer aos alunos questões sobre a Semana de Arte Moderna em suas provas.

Para te ajudar nos estudos, separamos exercícios resolvidos sobre a semana de arte moderna e apresentamos a seguir.

Além delas, faça quantas questões quiser no nosso Simulado do ENEM gratuito. Monte-o do seu jeito e veja o resultado do seu desempenho na hora.

Que tal treinar com questões sobre modernismo?

Sete questões sobre a Semana de Arte Moderna

1 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no vestibular da PUC Campinas

Em sua obra, “a tendência regionalista acaba assumindo a característica de experiência estética universal, compreendendo a fusão entre o real e o mágico, de forma a radicalizar os processos mentais e verbais inerentes ao contexto fornecedor de matéria-prima. O folclórico, o pitoresco e o documental cedem lugar a uma maneira nova de repensar as dimensões da cultura, flagrada em suas articulações no mundo da linguagem”.

Esse conjunto de características descreve a obra de:

a) Clarice Lispector

b) José Cândido de Carvalho

c) Erico Verissimo

d) Jorge Amado

e) Guimarães Rosa

2 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no vestibular da UFRGS

O Modernismo Brasileiro, através de seus autores mais representativos na Semana de Arte Moderna, propôs:

a) o apego às normas clássicas oriundas do neoclassicismo mineiro

b) a ruptura com as vanguardas europeias, tais como o futurismo e o dadaísmo

c) uma literatura que investisse na idealização da figura indígena como ancestral do brasileiro

d) a focalização do mundo numa perspectiva apenas psicanalítica

e) a literatura como espaço privilegiado para a expressão dos falares brasileiros

3 – Questão sobre a Semana de arte moderna na Fuvest

No romance Triste Fim de Policarpo Quaresma, o nacionalismo exaltado e delirante da personagem principal motiva seu engajamento em três diferentes projetos, que objetivam “reformar” o país. Esses projetos visam, sucessivamente, aos seguintes setores da vida nacional:

a) escolar, agrícola e militar

b) linguístico, industrial, e militar

c) cultural, agrícola e político

d) linguístico, político e militar

e) cultura, industrial e político

4 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no vestibular da PUC SP

A Semana de Arte Moderna (1922), expressão de um movimento cultural que atingiu todas as nossas manifestações artísticas, surgiu de uma rejeição ao chamado colonialismo mental, pregava uma maior fidelidade à realidade brasileira e valorizava sobretudo o regionalismo. Com isto pode-se dizer que:

a) romance regional assumiu características de exaltação, retratando os aspectos românticos da vida sertaneja

b) a escultura e a pintura tiveram seu apogeu com a valorização dos modelos clássicos

c) movimento redescobriu o Brasil, revitalizando os temas nacionais e reinterpretando nossa realidade

d) os modelos arquitetônicos do período buscaram sua inspiração na tradição do barroco português

e) a preocupação dominante dos autores foi com o retratar os males da colonização

5 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no ENEM 2010

Após estudar na Europa, Anita Malfatti retornou ao Brasil com uma mostra que abalou a cultura nacional do início do século XX. Elogiada por seus mestres na Europa, Anita se considerava pronta para mostrar seu trabalho no Brasil, mas enfrentou as duras críticas de Monteiro Lobato. Com a intenção de criar uma arte que valorizasse a cultura brasileira, Anita Malfatti e outros artistas modernistas:

a) buscaram libertar a arte brasileira das normas acadêmicas europeias, valorizando as cores, a originalidade e os temas nacionais

b) defenderam a liberdade limitada de uso da cor, até então utilizada de forma irrestrita, afetando a criação artística nacional

c) representaram a ideia de que a arte deveria copiar fielmente a natureza, tendo como finalidade a prática educativa

d) mantiveram de forma fiel a realidade nas figuras retratadas, defendendo uma liberdade artística ligada a tradição acadêmica

e) buscaram a liberdade na composição de suas figuras, respeitando limites de temas abordados

6 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no ENEM 2012

O trovador

Sentimentos em mim do asperamente
dos homens das primeiras eras…
As primaveras do sarcasmo
intermitentemente no meu coração arlequinal…
Intermitentemente…
Outras vezes é um doente, um frio
na minha alma doente como um longo som redondo…
Cantabona! Cantabona!
Dlorom…
Sou um tupi tangendo um alaúde!

ANDRADE, M. In: MANFIO, D. Z. (Org.) Poesias completas de Mário de Andrade.
Belo Horizonte: Itatiaia, 2005.

Cara ao Modernismo, a questão da identidade nacional é recorrente na prosa e na poesia de Mário de Andrade. Em O trovador, esse aspecto é

a) abordado subliminarmente, por meio de expressões como “coração arlequinal”, que, evocando o carnaval, remete à brasilidade.

b) verificado já no título, que remete aos repentistas nordestinos, estudados por Mário de Andrade em suas viagens e pesquisas folclóricas.

c) lamentado pelo eu lírico, tanto no uso de expressões como “Sentimentos em mim do asperamente” (v. 1), “frio” (v. 6), “alma doente” (v. 7), como pelo som triste do alaúde “Dlorom” (v. 9).

d) problematizado na oposição tupi (selvagem) x alaúde (civilizado), apontando a síntese nacional que seria proposta no Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade.

e) exaltado pelo eu lírico, que evoca os “sentimentos dos homens das primeiras eras” para mostrar o orgulho brasileiro por suas raízes indígenas.

7 – Questão sobre a Semana de Arte Moderna no ENEM 2010

O modernismo brasileiro teve forte influência das vanguardas europeias. A partir da Semana de Arte Moderna, esses conceitos passaram a fazer parte da arte brasileira definitivamente. Tomando como referência o quadro O mamoeiro, identifica-se que, nas artes plásticas, a

a) imagem passa a valer mais que as formas vanguardistas.
b) forma estética ganha linhas retas e valoriza o cotidiano.
s) natureza passa a ser admirada como um espaço utópico.
d) imagem privilegia uma ação moderna e industrializada.
e) forma apresenta contornos e detalhes humanos.

Gabarito das questões sobre a Semana de Arte Moderna de 22

Veja as respostas das questões sobre modernismo. Tomara que tenha ido bem e que tenha acertado todas!

1 – Exercício resolvido: e) Guimarães Rosa.

2 – Exercício resolvido: e) a literatura como espaço privilegiado para a expressão dos falares brasileiros.

3 – Exercício resolvido: c) cultural, agrícola e político.

4 – Exercício resolvido: c) movimento redescobriu o Brasil, revitalizando os temas nacionais e reinterpretando nossa realidade.

5 – Exercício resolvido: a) buscaram libertar a arte brasileira das normas acadêmicas europeias, valorizando as cores, a originalidade e os temas nacionais.

6 – Exercício resolvido: d) problematizado na oposição tupi (selvagem) x alaúde (civilizado), apontando a síntese nacional que seria proposta no Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade.

7 – Exercício resolvido: b) forma estética ganha linhas retas e valoriza o cotidiano.

Você acabou de conferir sete exercícios sobre a Semana de Arte Moderna (Semana de 22) que caem com frequência em importantes vestibulares e no ENEM. Já escolheu qual faculdade que você vai estudar? E qual curso vai fazer? Conte para nós nos comentários. Agora, se você ainda segue com dúvidas sobre a área ou local em que irá estudar, confira:

Aprenda muito mais com o Beduka

Você encontra aqui no Beduka, seu buscador de faculdades particulares e públicas, uma relação completa de instituições de ensino superior registradas no Ministério da Educação (MEC). Encontre informações sobre todos os cursos, as avaliações, os endereços e valores das mensalidades das universidades privadas.

Conseguiu responder corretamente todos as questões sobre a Semana de Arte Moderna? É importante fazer esta autoavaliação para medir a sua evolução nos estudos. Aproveite para ler também:

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

3 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador