Fies

Boleto do Fies

Boleto do FiesBoleto do Fies

O Fies é um programa do governo federal que financia as mensalidades das faculdades privadas. Leia nosso artigo e sane todas as dúvidas relacionadas ao pagamento do boleto do Fies.

O Fies é uma ótima oportunidade para aqueles que desejam entrar na faculdade. Apesar disso, o pagamento do boleto do Fies sempre acaba gerando algumas dúvidas. Isso acontece devido às diferenças entre as cobranças durante e após a conclusão do curso.

Pensando nisso, o Beduka preparou um artigo completo sobre esse tema. Nele você encontrará:

  1. Quais as modalidades do Fies;
  2. Como conseguir a segunda via do boleto do Fies;
  3. Como fazer o pagamento. 

Você sabia que o Fies utiliza a nota do Enem? Saiba mais sobre o Exame aqui e aproveite para se preparar para ele com o Simulado do Beduka. É grátis!

Modalidades do Fies

Modalidades do Fies

O objetivo do Fies é possibilitar o acesso à faculdade de jovens que não tem condições de arcar com os custos. O programa permite que os jovens possam encontrar uma colocação no mercado de trabalho, antes de começar a pagar o financiamento.

Por isso, existem duas fases distintas no programa, com formas de cobrança próprias, de acordo com a modalidade de financiamento.

Estudantes com renda familiar de até três salários mínimos contam com subsídio integral, ou seja, não há juros a serem pagos, apenas as taxas de administração bancária e o seguro de vida, que é obrigatório.

Você tem dúvida sobre em qual faculdade fazer seu curso? Acesse beduka.com e busque por curso e cidade e você verá todas as faculdades públicas e privadas que oferecem o curso desejado e detalhes de cada uma.

Pagamentos durante o curso

Durante o curso, serão exigidos pagamentos mensais referentes a:

  • Modalidade I do Fies (para renda de até 3 salários mínimos): taxas bancárias e seguro de vida;
  • Modalidades II e III do Fies (para renda de até 5 salários mínimos): taxas bancárias, juros e seguro de vida.

Sobre as taxas, é importante frisar que cada instituição bancária tem suas próprias regras, mas os valores são definidos desde a assinatura do contrato. Ou seja, você saberá exatamente o valor a ser pago durante todo o período. Já o seguro de vida é um pouco diferente, pois é feito à parte. Por isso, o valor mensal depende do banco em que o seguro foi contratado.

Pagamento mensal após a formatura

Quando o estudante estiver formado, além das taxas (mais juros, nas modalidades II e III) e do seguro de vida, ele passará a pagar o financiamento em si. Mas, há um benefício extra pensado para proteger os estudantes: a necessidade de uma fonte de renda (um emprego) para o início da cobrança plena do financiamento.

Se o estudante não estiver trabalhando quando se formar, o pagamento integral não começará imediatamente, sendo permitido pagar apenas uma mensalidade reduzida, até conseguir uma fonte de renda fixa.

A partir do momento em que o estudante conseguir um emprego, as cobranças mensais começam a serem descontadas direto da fonte, ou seja, direto do salário do indivíduo.

Caso o estudante perca o emprego, os pagamentos são reduzidos ao mínimo, até que ele esteja empregado novamente. Por este motivo, não existe uma tabela única de valores, mas existe uma previsão média do próprio programa de que o financiamento seja quitado integralmente em 14 anos.

Após a formatura não há possibilidade de escapar dos pagamentos mensais e é importante não se tornar inadimplente.

Segunda via do boleto do Fies

Segunda via do boleto do Fies

Se você é participante do Fies e o seu boleto não chegou ou passou a data de pagamento, você vai precisar atualizá-lo. Considerando que a maioria dos financiamentos são feitos pela Caixa Econômica Federal, a situação é relativamente simples, porque é possível emitir a segunda via do boleto direto pelo site do banco.

Para emitir a segunda via do boleto do Fies, é necessário que você forneça:

  • CPF ou número do contrato Fies;
  • Data de nascimento;
  • Código verificador.

Após fornecer os dados pedidos, basta clicar em “iniciar operação” e você terá um documento atualizado para pagamento.

Mas, se o seu contrato for com outras instituições financeiras, é bom que saiba que nem todas permitem a emissão online. Neste caso será necessário comparecer a uma agência o mais breve possível e solicitar a atualização pessoalmente.

Isso é importante por vários motivos, mas principalmente porque a multa diária pode chegar a R$ 50,00.

Como fazer o pagamento do boleto do Fies?

Caso o seu banco seja a Caixa Econômica Federal, após gerar o boleto do Fies, o pagamento pode ser feito pelos seguintes meios:

  • Agências da Caixa;
  • Lotéricas;
  • Caixas eletrônicos;
  • Pelo site do próprio banco (caso você seja correntista).

Em outras instituições financeiras a situação é semelhante, já que o pagamento deve ser feito presencialmente em agências, ou online, para correntistas do próprio banco. Caso seu banco seja privado, as regras podem variar um pouco, principalmente no caso de boletos vencidos.

Se o atraso ocorrer por erro dos Correios, a responsabilidade continua sendo do estudante. 

Em outras palavras, nada funciona como desculpa para o não pagamento nas datas estipuladas em contrato, mas como isso sempre pode acontecer, vejamos como pagar o boleto do Fies atrasado.

Como pagar o boleto atrasado do Fies?

O boleto Fies não é muito diferente de várias outras contas com as quais já estamos acostumados.

  • Segunda via dentro do prazo pode ser paga em qualquer banco, inclusive pelo internet banking;
  • Segunda via fora do prazo deve ser atualizada para incluir as multas sobre o atraso e só pode ser paga no banco responsável pelo financiamento. Ou seja, mesmo que o boleto seja emitido online, você precisará comparecer a uma agência bancária para realizar o pagamento.

Dito isso, apesar de já termos explicado o funcionamento geral dos pagamentos, ainda precisamos retomar um detalhe importante: o cumprimento dos prazos.

Pagamento do Fies

Pagamento do Fies

Durante o período de estudos, as pessoas costumam levar os pagamentos muito a sério, porque sabem que a inadimplência pode inviabilizar sua formatura. Depois que o curso for concluído, o pagamento pontual também continua sendo importante, principalmente porque você pode perder o direito ao benefício e, neste caso, passar a ter uma dívida regida pelas regras normais de financiamento.

Se o estudante perder o benefício, perde o subsídio do governo e passa a ter uma dívida muito maior do que a contratada originalmente. E também fica impossibilitado de se candidatar ao Fies novamente, caso queira fazer outra faculdade, por exemplo. Portanto, procure manter-se atento aos prazos e pagamentos, para evitar maiores problemas.

De preferência, caso seu contrato não seja financiado pela Caixa ou Banco do Brasil, se informe com sua instituição logo no início sobre o procedimento para geração de segunda via e pagamentos em atraso.

Gostou de saber sobre o boleto do Fies? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador