Literatura

Resumo da biografia de José de Alencar

Resumo da biografia de José de AlencarResumo da biografia de José de Alencar

José de Alencar foi um escritor e político brasileiro. É uma personalidade importante na literatura brasileira por ter sido o fundador do romance de temática nacional.

Se você vai fazer algum vestibular ou a prova do ENEM, estudar ao menos o resumo da biografia de José de Alencar é muito importante, já que suas obras são frequentemente exigidas nas questões de língua portuguesa. Conheça um pouco mais sobre a carreira desse autor do romantismo brasileiro.

Por que José de Alencar é um autor importante?

Alencar foi um dos primeiros escritores brasileiros a levar para seus livros os elementos do cotidiano e também a explorar a população local em suas histórias. Ele teve grande preocupação em retratar o povo de sua época, levando o branco e o índio aos seus romances.

Estamos falando do Brasil da primeira metade do século XIX, ou seja, entre 1800 e 1850.

Além de acompanhar um resumo da biografia de José de Alencar, aprofundar os estudos sobre os artistas da Semana de 22 e os autores da primeira fase do modernismo vai te deixar ainda mais preparado para os vestibulares.

Resumo da biografia de José de Alencar

O nome completo desse famoso escritor romancista, dramaturgo, advogado, político e jornalista brasileiro é José Martiniano de Alencar Júnior, filho de José Martiniano de Alencar e de Ana Josefina.

Seu pai era senador do Império e sua mãe, dona de casa. Ele nasceu em 1º de maio de 1829, no sítio Alagadiço Novo, Ceará.

Em 1838, Alencar conheceu um grande amigo e futuro grande poeta, Antônio Gonçalves Dias, com quem viajou para a capital do Império à época, Rio de Janeiro.

Nessa viagem, ambos ficaram fascinados ao encontrar, pelo caminho, uma tribo de índios e suas vestimentas com penas coloridas e suas armas, o arco e flecha.

A partir dessa descoberta, Alencar e Dias sempre procuraram saber qual era aquele povo e porque os portugueses não os considerava donos da terra.

Em 1844, Alencar presenciou o sucesso que foi o livro “A Moreninha”, de Joaquim Manuel de Macedo, em todo o país. A partir disso, apesar de estar cursando direito, decidiu que queria se tornar escritor.

Sua primeira obra, “Os Contrabandistas”, é de 1847. Em 1851, o escritor se forma advogado e vai para São Paulo. Nessa viagem, ele leva dois rascunhos que se tornariam o seu marco na literatura: “Alma de Lázaro” e “O Ermitão da Glória”.

Principais obras de José de Alencar

Não existe um resumo da biografia de José de Alencar se não falarmos de seus livros, correto?! Em 1854, Alencar volta ao Rio de Janeiro e aceita o cargo de comentarista na seção “Ao Correr da Pena”, do jornal Correio Mercantil.

No ano seguinte, ele se torna gerente e redator chefe do Diário do Rio, jornal em que publicou sua primeira obra: Cinco Minutos (1856).

Logo no início de 1856, o escritor começa a publicar sua segunda obra em formato de folhetim, que alcançou tanto sucesso, que logo foi transformada em livro.

Uma das suas obras mais conhecidas, e ainda muito aclamada, é O Guarani. Ela fala do amor entre Ceci, uma portuguesa, e o índio Peri. Seu mérito é transformar o indígena em um dos protagonistas em uma época na qual só os “civilizados” protagonizavam livros.

Passados uns anos, Alencar decide que é hora de começar a seguir carreira política, abandonando o jornal. Ele consegue o cargo de chefe da Secretaria do Ministério da Justiça e, também, o título de Conselheiro do Império.

Em 1860, seu pai falece e ele se candidata ao cargo de deputado no Ceará. Conseguiu a vaga e ainda foi reeleito 4 vezes. Foi nesse período que conheceu a lenda de “Iracema” e colocou essa história em um livro.

Alencar nunca deixou de escrever enquanto seguia carreira política, contudo, criou inimigos políticos que atacavam suas obras e, por isso, escreveu várias outras sob pseudônimos. O escritor faleceu em 12 de dezembro de 1877, com apenas 48 anos, perdendo uma luta contra a tuberculose.

Entre as obras mais conhecidas de José de Alencar, destacam-se:

  • Cinco Minutos – 1856
  • Cartas Sobre a Confederação dos Tamoios – 1856
  • O Guarani – 1857
  • A Viuvinha – 1860
  • Lucíola – 1862
  • Diva – 1864
  • Iracema – 1865
  • O Tronco do Ipê – 1871
  • Til – 1872
  • Senhora – 1875
  • O Sertanejo – 1875

Você acompanhou aqui no Beduka um breve resumo da biografia de José de Alencar. Também temos uma sobre a carreira de Eça de Queiroz.

Além delas, aqui você pode aprofundar os conhecimentos sobre o que é crônica, quais são os pronomes oblíquos e também entender como é a prova da FUVEST.

Aqui no Beduka você encontra um vasto material de apoio para auxiliar nos estudos, além de uma relação completa de faculdades e cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

E agora? Viu como este pequeno resumo da biografia de José de Alencar já conseguiu enriquecer os seus conhecimentos sobre o autor?

Aproveite para ler suas obras e entender cada detalhe sobre o enredo e personagens. No Simulado do ENEM do Beduka você encontra questões sobre o autor que já caíram em edições passadas da prova.

Curta nossa página no Facebook e receba nossos novos conteúdos.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por pessoas de várias formações, sempre prontas a aprender sobre tudo para publicar os melhores textos e colaborar com a formação de todos os leitores. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador