MatériasPortuguês

O que é cacofonia? Entenda de uma vez por todas e saiba como evitar!

O QUE É CACOFONIAO QUE É CACOFONIA

A cacofonia é a junção de sílabas entre palavras que causam um som estranho, dissonante e inadequado. Saber ao fundo o que é cacofonia, bem como saber identificar e como evitar é fundamental para a sua vida acadêmica e profissional. Leia o artigo e aprenda tudo sobre cacofonia!

Neste resumo, você encontrará os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é cacofonia?
  2. Quando acontece?
  3. Exemplos de Cacofonia
  4. Como evitar?
  5. Outros vícios de linguagem

Está sem tempo para fazer redações? Organize seu tempo com o Plano de Estudos Intensivo para o Enem 2021. É gratuito!

O que é Cacofonia?

A cacofonia é um vício de linguagem que acontece quando duas sílabas se unem e acabam produzindo um som estranho, engraçado ou inadequado. 

Esses sons podem causar um estranhamento e desconforto aos ouvintes. Por isso, a cacofonia deve ser evitada, a fim de evitar uma compreensão errada do discurso.

A cacofonia também é chamada de cacófato, palavra que possui origem grega em “kakophónía”, que significa “som ruim”, ou “algo que soa mal”.

À título de curiosidade, a eufonia, por outro lado, é o contrário da cacofonia. Ou seja, é quando ocorre a junção de fonemas ou palavras que resulta em um som agradável.

Quando a Cacofonia acontece? 

Geralmente ocorre entre a sílaba final de uma palavra e o início de outra. Além de causar um som estranho, pode gerar outro vício de linguagem: a ambiguidade. Esse outro vício de linguagem diz respeito a duplicidade de sentido na fala. 

A cacofonia é facilmente cometida, principalmente numa linguagem coloquial, isto é, linguagem cotidiana em conversas com amigos e família. 

É fundamental entender que na língua portuguesa existem níveis de comunicação que determinam como se dará a linguagem naquele local ou ambiente. Conheça os níveis da linguagem!

Ainda assim, a cacofonia pode causar ruídos também no ambiente informal e impossibilitar a compreensão do seu discurso ou deixar ele confuso. 

Já no discurso formal, a cacofonia deve obrigatoriamente ser evitada. Esse desvio linguístico poderá prejudicar a construção de sentidos, seja em um texto, uma apresentação verbal em público ou uma entrevista de emprego.

Exemplos de Cacofonia 

  • Vi ela. (viela)
  • Ela te tinha contado. (tetinha)
  • Na vez passada. (vespa/assada)
  • Uma mão lava a outra. (mamão)
  • A boca dela. (cadela)
  • Amo ela. (moela)
  • Ela tinha. (latinha)
  • Desculpa então. (pintão)
  • Desde então, ela não fez mais isso. (dentão)
  • Meu coração por ti gela. (tigela)
  • Custa um real por cada limão. (porcada)
  • O nosso hino é muito elegante. (suíno)
  • Há, alma minha! (maminha)
  • O irmão colocou a culpa nela. (panela)

Percebeu? Na junção das sílabas finais de uma palavra com as sílabas iniciais da palavra seguinte, ocorre a formação de uma outra palavra que desvia a atenção da frase principal. 

Essas expressões diferentes podem modificar o sentido da frase, além do som desagradável e por vezes, obsceno. 

Por isso, fique atento e treine sua dicção para realizar as pausas nos lugares corretos e não deixar que a cacofonia aconteça.

Como evitar a Cacofonia?

Como já falamos, é muito importante evitar a cacofonia para que sua frase fique clara e não tenha outros sentidos. Mas além disso, os vestibulandos precisam dar uma atenção especial a esse desvio linguístico, afinal, é fundamental evitar a cacofonia na redação.

Faça a leitura em voz alta

Essa é uma ótima forma de identificar a cacofonia. No entanto, sabemos que no vestibular você não poderá fazer isso. Por isso, treine antes e já se habitue com as principais formas de cacofonias e as que você mais se pega usando.

Conheça os principais exemplos de cacofonia 

No tópico anterior, já trouxemos alguns exemplos das principais cacofonias, mas releia as suas frases com atenção para verificar se não há um caso de cacofonia. Identifique os desvios que você mais comete e preste atenção para não repeti-los. 

Estude sinônimos 

É fundamental saber palavras que possam substituir aquela que está contribuindo para a formação da cacofonia. Por isso, sempre estude e procure por sinônimos para fazer a substituição da forma mais tranquila possível.

Peça para outra pessoa ler o seu texto

O nosso olho é “viciado” e muitas vezes não percebemos alguns erros que podem aparecer no texto. Por isso, se possível, peça para alguém ler o seu texto e verificar se não há nada soando estranho.

Outros vícios de linguagem 

Além da cacofonia, existem outros vícios de linguagem que se desviam das normas gramaticais e podem tornar o discurso incompreensível. 

Veja outros vícios de linguagem, além da cacofonia: 

  • Estrangeirismo: uso de palavras estrangeiras
  • Ambiguidade: duplo sentido
  • Gerundismo: uso excessivo do gerúndio 
  • Plebeísmo: uso de palavras de baixo calão
  • Barbarismo: uso incorreto das palavras
  • Hiato: repetição de vogais 
  • Pleonasmo: repetição de uma informação desnecessária
  • Eco: repetição de palavras que rimam 
  • Colisão: repetição de consoantes
  • Solecismo: erros gramaticais

Gostou de conhecer mais sobre o que é Cacofonia? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o vestibular da melhor maneira!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador