LiteraturaMatérias

O que são tendências contemporâneas? Veja os 13 autores principais

O que são tendências contemporâneas Veja os 13 autores principaisO que são tendências contemporâneas Veja os 13 autores principais

Tendências Contemporâneas são manifestações artísticas que surgiram no final do século XX, e perduram até hoje. Um dos primeiros nomes dessa tendência é Ariano Suassuna, autor de “O Auto da Compadecida”. Leia o nosso artigo e veja mais sobre esse período que abrange diversas vertentes e grandes nomes da Literatura Brasileira.

Neste texto sobre Tendências Contemporâneas, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que são Tendências Contemporâneas?
  2. Como surgiram as Tendências Contemporâneas?
  3. Os 13 principais autores das Tendências Contemporâneas
  4. Quais as principais obras das Tendências Contemporâneas?
  5. As 11 principais características das Tendências Contemporâneas.

Estudando para as provas? Conheça O melhor Simulado do Brasil! Ele pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que são tendências contemporâneas?

As tendências contemporâneas são produções artísticas e literárias que surgiram no final do século XX, e ainda estamos vivenciando. É tudo aquilo que foi e é produzido após o pós-modernismo.

Essas produções possuem um caráter fundamental: a diversidade

Compostas por centenas de escritores com características distintas, a individualidade se sobressai sobre temas comuns, que por vezes, continuam a ser abordados.

Diferente das escolas literárias anteriores, o período que corresponde às tendências contemporâneas, não possui uma corrente dominante. Está em voga a pluralidade.

Como surgiram as Tendências Contemporâneas?

Uma escola literária tem seu apogeu e fim de acordo com fatos históricos que ocorrem a nível mundial e nacional. Esses fatos influenciam nos anseios artísticos e literários, transformando as produções em símbolos de sua época.

As tendências contemporâneas não são exceção. 

Muitos críticos e historiadores consideram que a literatura contemporânea se iniciou após a primeira e a segunda guerra mundial. Já no Brasil, outros fatores influenciaram no fim do pós-modernismo.

Em 1960, Juscelino Kubitschek assumiu a presidência do Brasil com um slogan desenvolvimentista: 50 anos em 5 .  Nesse contexto, surge na classe artística a Bossa Nova, a Tropicália, o sinal analógico, o Cinema Novo, e as Vanguardas Brasileiras.

Com o término do período desenvolvimentista, o Brasil mergulha em crises que resultam em uma profunda transformação nacional.  Assumem, sucessivamente, os presidentes Jânio Quadros e João Goulart.

Mas, o maior impacto brasileiro se deu com a decretação do AI 5, a ascensão da Ditadura militar

A Ditadura Militar trouxe um verdadeiro impacto à cultura brasileira, dando espaço a um período de grande produção literária, e ao mesmo tempo, de Censura.

Em 1985, surge o movimento Diretas Já, que proporcionou  a retomada das eleições diretas para o cargo de Presidente do Brasil.

Ainda vivenciamos o período dito Contemporâneo. Atualmente presenciamos um complicado contexto de polarização, que tem influenciado as produções das duas últimas décadas.

Conheça os 13 principais autores das Tendências Contemporâneas?

1- Ariano Suassuna

Nascido em João Pessoa, foi romancista, poeta, ensaísta, dramaturgo e professor. Suas obras estão entre as mais adaptadas para o cinema e televisão. 

Consagrado como autor de o “Auto da Compadecida”, defendeu calorosamente a identidade brasileira e a cultura nacional. Era um crítico ferrenho da importação artística dos conteúdos estrangeiros.

2- Antônio Callado  

Escritor e jornalista carioca. Escreveu dramaturgia, biografias e romances. A principal característica de seus escritos foi o engajamento político

Ativo combatente contra a ditadura militar, uma de suas principais obras é “Quarup”, de cunho político. A obra tem como foco a discussão sobre a identidade brasileira.

3- Adélia Prado

Escritora e poetisa brasileira, nasceu em Divinópolis – MG, onde reside até hoje. Ganhadora do Prêmio Jabuti, teve sua primeira obra lida por Carlos Drummond de Andrade, deixando-o impressionado.

Suas obras utilizam uma linguagem simples e coloquial, marcada pela fé católica em muitos de seus poemas. A mulher também é um tema relevante em suas obras.

4- Cacaso

Antônio Carlos Ferreira Brito, conhecido como Cacaso, nasceu em Uberaba – MG. Foi professor universitário, letrista e poeta brasileiro. 

Fez parte da geração Mimeógrafo ou Poesia MarginalOs artistas dessa geração publicavam suas obras de maneira independente e artesanal, sem vínculo com as editoras que não se interessavam pela literatura tida como subversiva.

5- Caio Fernando De Abreu

Importante representante da cena cultural da década de 80. Foi escritor, jornalista e dramaturgo brasileiro, nascido no Rio Grande do Sul. Ganhou três vezes o Prêmio Jabuti nas categorias, contos, crônicas e novelas.

Sua obra mais popular é o livro de contos “Morangos Mofados”, escrito em 1982. O livro é formado por 18 contos que exploram temas como o desespero, a desesperança, o suícidio,uso de drogas, homossexualidade, entre outros.

6- Cora Coralina

Ana Lis dos Guimarães Peixoto, conhecida como Cora Coralina, foi uma poeta goiana. Além de poesias, também escreveu contos e tornou-se uma das vozes femininas mais importantes da literatura brasileira.

Sua obra explora aspectos cotidianos, regionalistas, linguagem coloquial e valorização de grupos marginalizados pela sociedade. 

Adepta de uma liberdade criacional em detrimento da forma, uma de suas principais obras foi “Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais”.

7- Carlos Heitor Cony

Membro da Academia Brasileira de Letras, foi colunista do jornal Folha de S.Paulo e comentarista da rádio CBN de São Paulo

Sua obra mais consagrada é “Quase Memória”. Foi um autor engajado politicamente e muitas de suas obras trouxeram uma sátira à situação política brasileira que estava sob domínio da ditadura militar. 

8- Dalton Trevisan

É um escritor braslileiro, considerado o maior contista contemporâneo. Em 2012, recebeu o prêmio Camões.

O livro que o consagrou foi “ O Vampiro de Curitiba”, obra formada por contos que demonstram o ápice dos impulsos humanos.

9- Ferreira Gullar

Poeta, crítico de arte e ensaísta brasileiro, foi organizador do movimento neoconcretista brasileiro. Ingressou em 2014, na Academia Brasileira de Letras, além de ter recebido o Prêmio Camões.

Ferreira, devido ao Golpe Militar, ficou exilado durante cinco anos. Durante esse período, escreveu as obras:  “Dentro da Noite Veloz” (1975) e “Poema Sujo” (1976).  As obras representam o exílio, o desespero e paradoxalmente a memória da infância e de sua terra.

10- Lya Luft

É colunista mensal da Revista Veja e professora aposentada da UFRGS.   Sua produção literária reúne poesias, ensaios, contos, literatura infantil, crônicas e romances, além de ter traduzido muitas obras do idioma inglês.

Seu primeiro livro publicado foi uma coletânea de poemas chamada “Canções do Limiar”, em 1964.

Traduziu para o português mais de cem livros, incluindo obras de Virginia Wolf, Hermann Hesse, Doris Lessing, Günter Grass e Thomas Mann.

As características de suas obras por vezes misturavam a melancolia e o enfoque psicanalista.

11- Millôr Fernandes

Nascido no Rio de Janeiro, foi um desenhista, humorista, tradutor, escritor e dramaturgo. Artista multifacetado, escreveu colunas de humor para revistas como a Veja.  Trabalhou também em outras revistas de grande circulação.

A obra que o consagrou foi “O Amigo da Onça”. O artista tinha um visível caráter satírico, sendo uma de suas publicações uma caricatura de Getúlio Vargas.

12- Paulo Leminski

Foi um autor brasileiro adepto da liberdade criacional, por meio do experimentalismo linguístico e narrativo. É um dos principais nomes da Poesia Marginal ou Geração Mimeógrafo.  

Percebe-se uma marcada presença do concretismo em suas publicações, utilizando muitos recursos da publicidade e trocadilhos populares. Uma de suas principais obras é “Catatau”, na qual vemos um profundo experimentalismo.

13- Rubem Braga

Foi um escritor e jornalista brasileiro. Trabalhou como cronista em revistas e jornais de grande circulação, o que o tornou bastante conhecido. Seu primeiro livro de crônicas foi “O Conde e o Passarinho”.

Seu engajamento político ficou visível quando trabalhou para a Folha, nesse período se empenhou em escrever crônicas contra o Governo Vargas e o Nazismo.Seu estilo é caracterizado pela ironia, lirismo, bom humor e denúncias sociais.

Quais as principais obras das Tendências Contemporâneas?

Ariano Suassuna

  • Auto da Compadecida (1955);
  • O Romance d’A Pedra do Reino (1971);
  • Príncipe Sangue do Vai-e-Volta (1971);

Antônio Callado

  • A Madona de Cedro (1957);
  • Quarup (1967);
  • O Tesouro de Chica da Silva (1962);
  • Forró no Engenho Cananeia (1964);

Adélia Prado

  • Bagagem (1976);
  • O Homem da Mão Seca (1994);

Cacaso

  • Na Corda Bamba (1978);
  • Mar Mineiro (1982);

Caio Fernando de Abreu

  • Morangos Mofados (1982);
  • Onde Andará Dulce Veiga (1990);

Cora Coralina

  • Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais (1965);
  • Estórias da Casa Velha da Ponte (1985);

Carlos Heitor Cony

  • Pessach: a travessia (1975);
  • Quase Memória (1995);

Dalton Trevisan

  • O Vampiro de Curitiba (1965);
  • 111 Ais (2000);

Ferreira Gullar

  • Teoria do não-objeto (1959);
  • Poema Sujo ( 1976);
  • Em Alguma Parte Alguma (2010);

Lya Luft

  • Canções de Limiar (1964);
  • Perdas e Ganhos (2003);

Millôr Fernandes

  • Hai-Kais (1968)
  • Millôr Definitivo: A Bíblia do Caos (1994);
  • A Entrevista (2011);

Paulo Leminski

  • Distraídos Venceremos (1987);
  • Agora é que são elas (1984);

Rubem Braga

  • Crônicas do Espírito Santo (1984);
  • O Verão e as Mulheres (1990);

Quais as 11 principais características das Tendências Contemporâneas?

Veja a seguir as 11 principais características da literatura contemporânea:

  • Pluralidade;
  • Não dominância de uma corrente literária;
  • Poesia Marginal ou Geração Mimeógrafo;
  • Engajamento Social e Político
  • Temas cotidianos e regionalistas;
  • Diversidade estética 
  • Poesia intimista, visual e marginal;
  • Linguagem simples e acessível;
  • Experimentalismo linguístico;
  • Diversidade cultural, literária e filosófica;
  • Intertextualidade e metalinguagem;

Gostou do nosso artigo sobre as tendências contemporâneas? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador