Sociologia

Aprenda sobre a História do Trabalho

História do TrabalhoHistória do Trabalho
Simulado Beduka

Ao longo da história, o homem foi aprendendo a sobreviver através do trabalho de suas mãos. As principais fases da história do trabalho foram: trabalho primitivo, trabalho escravo, trabalho feudal, trabalho capitalista e trabalho socialista comunista.

Caso você queira ir direto para alguma parte teste artigo, clique em um dos tópicos abaixo:

Você sabe qual é a História do Trabalho? Esse assunto é mais comum do que pensamos e existem questões que são frequentes sobre esse tema no ENEM e em outros vestibulares.

Pensando nisso, o Beduka preparou um artigo sobre a História do Trabalho para você se preparar para as questões de sociologia do ENEM.

O Trabalho e o Homem

O trabalho teve sua origem no momento em que o ser humano apareceu, a partir da elaboração de ferramentas de pedra, meio pelo qual o homem começou a buscar formas de se alimentar. Desde então, o trabalho passou a fazer parte de uma das necessidades do ser humano.

Pode-se dividir a história do trabalho mediante modo de produção que o ser humano desenvolveu através do tempo, que são os chamados regimes de trabalho: primitivo, escravo, feudal, capitalista e comunista.

Trabalho Primitivo

O trabalho primitivo foi o primeiro regime de trabalho onde o ser humano buscava satisfazer suas necessidades básicas, como se alimentar, se abrigar, etc.

Esse regime foi o modo de produção nas comunidades primitivas, onde houve o avanço das primeiras ferramentas, que eram construídas de pedra, espinhos e lascas de árvores.

A sociedade primitiva possuía relações de trabalhos igualitárias, onde cada um desenvolvia sua atividade para o bem estar de toda a relação de trabalho.

O trabalho primitivo caiu quando o homem começou a plantar e estocar alimentos e riquezas, surgindo novas formas sociais de interação, originando as hierarquias.

Trabalho Escravo

À medida que surgiram novas formas de trabalho, outras relações de poder também apareceram. Os que detinham o poder se tornaram senhores de escravos, que faziam os mais diversos trabalhos.

Essa forma de trabalho teve duração até a queda do império romano, quando esse regime de trabalho perdeu sua legitimidade na Europa Ocidental. A escravidão já não era mais viável economicamente falando, e muito menos socialmente.

Contudo, ela não deixou de existir no resto do mundo e no período das Grandes Navegações voltaria a ser praticada pelos povos ocidentais. A escravidão só foi realmente abolida no século XIX.

Trabalho Feudal

A partir do avanço das tribos bárbaras da Europa, surgiu um alto controle social. Através da ruralização da Europa, o trabalho no campo foi ganhando cada vez mais força, surgindo então uma nova ordem social: o feudalismo.

Esse novo sistema tinha o senhor feudal centralizado, onde ele provia para o servo proteção e manutenção das necessidades básicas, enquanto os servos cuidavam das terras pertencentes a ele.

A função de cada uma das partes nesse regime de trabalho era bem estabelecida: o clero era responsável por cuidar da espiritualidade e intelectualidade, a nobreza governava e dava proteção aos servos, que trabalhavam nas terras.

Aprenda mais detalhadamente sobre o Feudalismo.

Trabalho Capitalista

No modelo de trabalho capitalista, quem tem meios de produção emprega quem não tem. Neste formato, o trabalho em questão de tempo, força, qualidade e produto é trocado por salário.

O Capitalismo é um sistema econômico que gera, até hoje, inúmeras formas e meios de trabalho para o ser humano. Esse sistema se iniciou no final da idade média, através de caravanas de mercadores ambulantes nos tempos das cruzadas.

Beduka Bolsas Direito

Se iniciaram então a busca de mercadorias e as trocas comerciais de produtos que vinham da Europa, para então serem utilizados pela nobreza. Ao longo do tempo, os comerciantes se instalaram em volta dos grandes castelos, onde ocorria a comercialização desses produtos.

À medida que o comércio foi aumentando, novas técnicas e oficinas surgiram.

Por esse motivo, houve um crescimento exponencial das cidades e, junto a elas, do capitalismo mercantil, dando origem a novas e variadas formas de trabalho. Todo esse processo resultou na criação de uma nova classe: a burguesia.

O avanço da indústria na Inglaterra e, consequentemente, a Revolução Industrial marcaram o início da segunda fase do capitalismo.

O surgimento das grandes indústrias fez com que trabalhadores do campo fossem para a cidade em busca de oportunidades de trabalho. As terras dos antigos moradores do campo agora passam a ser propriedade dos grandes senhores, que as utilizam para o cultivo em grande escala.

A terceira fase do capitalismo, chamada de Capitalismo Financeiro, surgiu no século XX e se manteve através das grandes multinacionais e bancos, e também de um sistema financeiro que sustenta a pirâmide social. Isso ocorre através de um ciclo de consumo gerado pela movimentação de capital.

Saiba mais sobre as Fases do Capitalismo.

Trabalho Socialista Comunista

Neste caso o trabalhador serve ao Estado, e não a particulares. E o produto do seu trabalho é dividido entre todos. Nada pode ser chamado de próprio e o Estado é dono de tudo podendo fazer o que quiser.

As ideias de Karl Marx, maior crítico do capitalismo, buscou através de seus estudos mostrar uma sociedade onde o trabalhador poderia utilizar dos benefícios que ele mesmo produziu no campo e nas fábricas.

Junto a isso, a força política de Lenin e Stalin fez com que o partido comunista fosse criado, derrubando o sistema capitalista na União Soviética.

O sistema socialista busca finalizar com a luta de classes através da distribuição dos meios de produção.

O Estado possui o controle total dos meios de produção e o comunismo seria o último estágio do regime socialista. onde o sistema evoluiria tanto que o Estado não determinaria mais a ordem das coisas, tudo aconteceria por sua autoevolução natural.

O regime socialista rivalizou com o capitalismo de igual para igual principalmente durante a segunda metade do século XX, no contexto a Guerra Fria (EUA x URSS).

Entretanto, esse sistema gerou grandes problemas de desigualdades e muitos atrasos em alguns setores da vida industrial, o que levou ao fim do regime Socialista.

Além de aprender sobre a História do Trabalho, você pode testar seus conhecimentos de outras matérias respondendo algumas questões que caíram em edições antigas do Exame em nosso simulado gratuito.

Gostou de aprender sobre a História do Trabalho? Queremos te ajudar também a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Simulado Beduka

2 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador