MatériasRedação

Escreva um excelente texto expositivo em 5 passos [o guia definitivo]

Como fazer um excelente texto expositivoComo fazer um excelente texto expositivo


Precisa escrever um texto expositivo e não sabe por onde começar? A gente te ajuda! O texto expositivo é um texto que busca explicar conceitos e ideias. É um texto muito solicitado no meio acadêmico, e por isso, é muito importante aprender a fazê-lo. Vem com a gente e aprenda a fazer um excelente texto expositivo!

Neste resumo, você encontrará os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é um texto expositivo?
  2. Objetivo do texto expositivo
  3. Características de um texto expositivo
  4. Quando o texto expositivo é usado
  5. Elementos de um texto expositivo
  6. Estrutura de um texto expositivo
  7. Passos para fazer um texto expositivo 
  8. Temas para fazer um texto expositivo 

Dificuldades para escolher a profissão da sua vida? Faça o Raio X do Beduka! Um teste vocacional para nortear a sua carreira. 

O que é um texto expositivo?

Um texto expositivo é um texto que descreve ideias, conceitos ou assuntos. Ele possui como objetivo informar sobre determinado tema, de forma a conceituar, informar, descrever e comparar informações.

O texto expositivo é um tipo textual, não um gênero textual propriamente dito. Vamos relembrar os 4 tipos textuais além do expositivo:  

  1. Texto Narrativo: conta fatos e acontecimentos que se dão com personagens em tempos e espaços específicos. Exemplos: crônicas, fábulas, novelas, romances, etc. 
  2. Texto Dissertativo: defende um ponto de vista, emite argumentos e opiniões. Exemplos: artigos, resenhas, ensaios, monografias, etc. 
  3. Texto Descritivo: descreve pessoas, objetos, lugares ou situações. Exemplos: diários, relatos, biografias, currículos, etc. 
  4. Texto Injuntivo: textos que dão instruções. Exemplos: receitas, bula de remédio, manual de instruções, propagandas, etc.  

O tipo textual expositivo possui vários gêneros dentro dele, vejamos alguns:

  • seminários;
  • entrevistas;
  • palestras;
  • enciclopédias;
  • conferências
  • trabalhos acadêmicos

Mesmo com tantos gêneros, daremos mais atenção à dissertação expositiva, que é mais solicitada na escola e na faculdade e possui maior cobrança em vestibulares.

É importante não confundir o texto expositivo com o argumentativo, também muito solicitado em vestibulares. Ambos têm uma diferença crucial: o texto argumentativo possui a função de opinar e convencer de acordo com o ponto de vista do próprio autor.

O expositivo, por outro lado, possui a função de apenas expor informações importantes e relevantes sobre determinado tema. 

Para que serve um texto expositivo

Sendo assim, o objetivo do texto expositivo é transmitir uma mensagem da forma mais clara possível. Ele precisa esclarecer o assunto, informar e fazer o tema ser compreendido precisamente. Para isso, é fundamental que o texto expositivo apresente dados verdadeiros e comprováveis.

Quais as principais características de um texto expositivo?

Assim como todos os tipos de texto, o texto expositivo tem características únicas que competem somente a ele. Veja agora as principais características desse tipo:

  • Linguagem Denotativa: A linguagem denotativa é aquela linguagem direta e literal. O texto expositivo precisa ser claro e evitar duplos sentidos e outras interpretações.
  • Vocabulário específico: O texto expositivo possui um vocabulário específico a depender do tema, além de mais formal com a intenção de que o texto seja claro e conciso.
  • Texto Objetivo: Por não conter a opinião pessoal do autor, o texto precisa ser mais objetivo, sem delongas e análises subjetivas. Por isso, o texto geralmente é escrito em terceira pessoa.
  • Possui embasamento: o texto expositivo objetiva informar e discorrer sobre um assunto, por isso, é importante que o autor traga dados, exemplos, comparações, definições e conceitos importantes para a compreensão do tema.
  • Texto Coeso e Coerente: O texto expositivo precisa ter coesão e coerência. Isso porque o texto expositivo possui como objetivo instruir e informar, portanto, esses itens são ainda mais valorizados.
  • Sem juízo de valor: o texto expositivo não é um texto opinativo e não deve fazer julgamentos a partir de experiências individuais. 

Quando o texto expositivo é usado?

Por ser um texto mais técnico e com o objetivo de apresentar informações, o texto expositivo é mais usado em ambientes acadêmicos. Além do ambiente acadêmico, o texto expositivo é comumente encontrado nos ambientes científico, jurídico, econômico, entre outros.

Elementos de um texto expositivo

Conheça os elementos principais de um texto expositivo. Para que a comunicação aconteça da melhor forma possível, existem três elementos fundamentais no texto expositivo. São eles: emissor, receptor e a relação entre eles.

O emissor é o autor do texto. Quem escreve deve possuir um conhecimento prévio do tema que escreverá e também quem será seu leitor, afinal, sabendo quem irá ler seu texto, o autor consegue adaptar a linguagem e até mesmo o conteúdo.

O receptor é o destinatário, ou seja, o leitor. Podemos considerar que na maioria das vezes o leitor é alguém interessado pelo que está lendo. Por isso, o leitor geralmente concorda e entende as informações expostas de forma a absorvê-las. 

A relação é a conexão entre o emissor e o receptor e é fundamental para compreender a informação. É importante que o emissor saiba quem lê o seu material a fim de preparar o texto de acordo com suas necessidades. Para o receptor, a mensagem é mais bem assimilada dessa forma.

Qual é a estrutura de um texto expositivo?

Assim como a maioria dos textos, o expositivo também possui uma estrutura própria para que o texto fique claro e coerente. Seguir essa estrutura é importante.

A primeira parte é a Introdução. Nesse momento, o autor deve introduzir ao receptor o tema que deverá ser abordado. É importante que na introdução já venha a resposta para algumas perguntas:

  • Do que você vai falar?
  • Esse tema é relevante? Se sim, por que?

A segunda parte é o desenvolvimento. Esse é o momento de expor as ideias do autor, os argumentos, conceitos, dados, exemplos e comparações. No corpo do seu texto, é crucial que você seja claro, objetivo e exemplifique bem o assunto abordado, sempre seguindo uma ordem lógica dos fatos.

Na última etapa, a conclusão, o autor deverá fechar o texto, resumindo-o em poucas palavras. É fundamental resumir todas as ideias apresentadas ao longo do texto, sintetizando o tema.

Passo a passo para fazer um excelente texto expositivo!

Agora que já vimos as principais informações sobre um texto expositivo, vamos ver como escrevê-lo. É importante ter entendido tudo sobre o texto expositivo para agora colocar em prática o que aprendemos.

Vamos falar sobre 5 passos para fazer um texto expositivo de qualidade. Vamos lá!

1. Saiba qual é o tema do seu texto  

É fundamental que você saiba exatamente qual o tema que você vai tratar, além de entender que particularidades você precisa abordar. 

É interessante fazer uma lista anterior com as informações relevantes para colocar no seu texto. Também reúna dados, exemplos e conceitos que você irá usar para embasar o seu texto e sustentar a sua tese.

2. Saiba a quem você se dirige

Conhecer o seu receptor é muito importante para adequar a linguagem e a mensagem. Além disso, você consegue decidir o enfoque do seu texto também com base no seu leitor

3. Se organize em relação a estrutura

Saiba previamente quantos parágrafos você terá no seu texto e que informações você irá colocar em cada um. É importante ter isso em mente antes de começar, a fim de não faltar ou sobrar informações importantes. 

4. Tome cuidado na hora de escrever

É importante tomar alguns cuidados na hora da escrita do seu texto expositivo para que este fique claro e objetivo. Veja algumas precauções para se tomar:

  • Escreva orações breves para evitar que o leitor se perca e não entenda a linha de raciocínio.
  • Faça uso da linguagem formal, afinal, é uma característica do texto expositivo e dá mais seriedade.
  • Use conectores, pois estes contribuem para a coesão do seu texto e fazem com que as ideias se entrelacem.
  • Use sinônimos para evitar a repetição e fazer um texto mais dinâmico. 

5. Faça uma revisão final

Nunca deixe de revisar o seu texto após escrevê-lo. Muitas vezes passam alguns erros ou frases que poderiam ser melhoradas. 

A revisão é fundamental para tirar frases vazias, palavras repetidas ou ideias que não ficaram bem integradas. Esse também é o momento de verificar se não há nenhum erro ortográfico e saber se o texto está claro e objetivo.

Temas para fazer um texto expositivo

Além de todos os passos que já vimos para fazer um texto expositivo, treinar também é uma ótima dica! É muito importante escrever bastante para melhorar na escrita e no domínio desse tipo textual.

Para te ajudar, trouxemos alguns temas que você pode escrever sobre. Lembre-se sempre de embasar bem e colocar boas explicações, exemplos e dados.

Vamos aos temas:

  • As consequências da contaminação do meio ambiente
  •  A cidade sustentável
  •  O direito energético ambiental
  • O veganismo e a saúde mental
  •  A educação sexual em adolescentes
  • Diversidade de gênero em organizações
  •  Como se representam as estruturas sociais nas redes sociais
  •  Redes sociais aplicadas a práticas docentes
  •  A evolução do personagem anti-herói no Brasil

Gostou de conhecer mais sobre como fazer um texto expositivo? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o vestibular da melhor maneira!Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador