Filosofia

Tudo sobre as principais obras de Platão + ideias e história!

Tudo sobre quais as principais obras de Platão!Tudo sobre quais as principais obras de Platão!

A principal obra de Platão é, sem dúvidas, “A República”. Conhecida mundialmente por ser a síntese de suas principais ideias e falar sobre política, essa obra não foi escrita sozinha. Ela é uma dentre os outros 35 livros deixados por este grande filósofo! Fique conosco para saber tudo sobre as principais obras de Platão, seus resumos e os contextos!

 Neste artigo sobre as principais obras de Platão, você encontrará:

  1. Quem foi platão
  2. Quais as principais ideias de Platão
  3. As principais obras de Platão
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

Quem foi Platão

Platão é uma das personalidades que mais influenciou – e influencia até hoje – todo o pensamento ocidental, desde a matemática até a política. Mas é na filosofia que ganha destaque, sendo parte da tríade das origens filosóficas: Sócrates, Platão e Aristóteles.

Ele era de uma família politicamente influente na Grécia (descendente de Sólon, um dos legisladores de maior destaque). Por pertencer a uma família de posses, pôde dedicar-se aos estudos de Filosofia. Sócrates foi o seu mestre, mentor intelectual e amigo. 

Onze anos após a morte de Sócrates, Platão fundou a Academia, um local de estudos da escola filosófica. Também era um lugar onde os jovens reuniam-se para discutir política e praticar exercícios físicos. Vivenciou o período em que o regime democrático ateniense se tornou uma tirania oligárquica nos modelos espartanos.

Relação entre Platão, Sócrates e Aristóteles

Como foi dito, Platão foi discípulo de Sócrates e a relação entre eles era tão estrita que na maior parte dos textos de Platão há simulações de diálogos com Sócrates. Sócrates não deixou escritos, mas sabe-se de sua filosofia por meio de Platão, quem deu continuidade a seu pensamento.

Platão, por sua vez, foi mestre de Aristóteles, outro componente do trio mais famoso da filosofia. Contudo, Aristóteles seguiu por outra linha filosófica, se distanciando das ideias de Platão e fundado o Liceu – escola que seguia sua própria linha de pensamento.

Quais as principais ideias de Platão

Dentre as colaborações filosóficas de Platão, vamos citar – brevemente – as mais relevantes:

  • Dialética platônica: era uma técnica de extração de uma conclusão (síntese) com base em duas ideias opostas (tese e antítese).
  • Idealismo platônico: baseava-se na noção de que o conhecimento das Ideias (formas puras das coisas) eram imutáveis e perfeitas, e era o único conhecimento verdadeiro. O conhecimento sobre a matéria, obtido pelos sentidos, era enganoso.
  • Mundo das Ideias: o conhecimento ideal estaria, segundo o filósofo grego, no Mundo das Ideais, instância metafísica racional que só poderia ser alcançada pelo intelecto.
  • Política: existem três tipos de caráter que moldam as almas das pessoas. Cada tipo deveria ocupar um cargo na sociedade, a fim de formar uma perfeita harmonia na pólis: Caráter concupiscível (ligado à liberdade, aos desejos, ao trabalho manual e artesanal), Caráter irascível (ligado aos impulsos de raiva e aptos ao serviço militar) e Caráter racional (mais próximo da racionalidade, da justiça e da capacidade de governar, ou seja, de atuar na política).

Este é apenas um breve resumo, se você quiser saber quais são as principais ideias de Platão, confira nosso artigo completo!

Além disso, pode testar seus conhecimentos com as questões sobre Platão!

As principais obras de Platão  

Tudo-sobre-quais-as-principais-obras-de-Platão-capa-do-livro-A-República

A maior parte dos escritos de Platão é composta pelos diálogos socráticos, em que Sócrates, é a figura central. Os diálogos se baseiam em um tema, mas podem se desdobrar em outros assuntos, à medida que o raciocínio flui.

Hoje, conhece-se 35 diálogos que podem ser compreendidos dentro de quatro períodos distintos. Fique com os resumos de algumas das principais obras de Platão:

Diálogos de juventude ou socráticos (até 390 a.C.)

  • Apologia de Sócrates: O texto narra os últimos momentos de Sócrates,escrito logo após sua morte. Ele foi acusado de corrupção da juventude de Atenas, e na obra narra-se como foi julgado e condenado à morte. Platão defende sua inocência e seus ensinamentos.
  • Láques, ou Da coragem: antes, os cidadãos gregos estavam habituado à concepção de coragem heróica relacionada a Aquiles e Ulisses. Agora, a concepção de heroísmo ganha uma conotação de ação moralmente equilibrada e justa, pautada na ética.
  • Cármides, ou da sabedoria: traz uma concepção ética ao anunciar a sabedoria como norte moderador da vida cotidiana.

Diálogos ditos de transição

  • Hípias menor: diálogo em que é discutida a questão da mentira, da verdade e do caráter.
  • Hípias maior: as concepções estéticas sobre o belo e as artes ganham vez neste texto. Contudo, em A República, serão rechaçadas pelo filósofo e retiradas de seu modelo ideal de cidade.
  • Górgias: disserta sobre a retórica, tomando como interlocutores principais Sócrates e o sofista Górgias.
  • Protágoras: nesse livro, a figura de Protágoras, o principal sofista do período helênico, é exposta em diálogo com Sócrates, que denuncia ao leitor as farsas sofísticas para enganar as pessoas.
  • A República (livro I): este livro é concluído posteriormente, mas já começa a falar sobre o seu modelo ideal de política e gestão da cidade.

Diálogos de maturidade (387 a.C. a 368 a.C.)

  • Fédon: diálogo em que Platão expõe a sua concepção de alma e de assuntos em relação à constituição metafísica do homem.
  • O Banquete: neste livro, o bem e o amor ideal são o tema central, utilizando da figura de Sócrates.
  • A República (livros II a X): continuam as considerações sobre a política. Falaremos especificamente deste livro no próximo tópico. Ele é o mais importante!

Diálogos considerados de velhice

  • Parmênides: diálogo sobre epistemologia no qual o filósofo fala sobre o conhecimento das Formas e essências.
  • Teeteto: diálogo sobre as ciências e o conhecimento científico.
  • O Sofista: texto em que Platão expõe de vez a sua condenação à arte sofística.
  • Timeu: texto em que Platão fala sobre a natureza e a sua constituição.

A República

“A República” foi escrita por partes e é composta por 10 livros, todos no clássico formato de diálogos com Sócrates sendo o personagem central. Como dito anteriormente, o tema principal da obra é a política, ou seja, como seria o modelo ideal de governo.

Todo o desenvolvimento desse governo perfeito é baseado nas ideias já mencionada anteriormente: idealismo, busca pela verdade imutável, etc. Por apresentar um modo perfeito de governo, baseado nesses pensamentos platônicos, “A República” pode ser considerada a primeira utopia política do Ocidente.

Uma das mais comentadas passagens dessa obra está localizada no livro VII, no qual Platão apresenta o famoso Mito  da Caverna. É uma história alegórica para explicar a superioridade do conhecimento advindo do Mundo das Ideias e do raciocínio intelectual.

Gostou do nosso artigo sobre as principais obras de Platão? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador