Português

Tipos de discurso: O que é Discurso Direto, Indireto e Indireto Livre?

Tipos de discurso - O que é discurso diretoTipos de discurso - O que é discurso direto, indireto e indireto livre

O que é Discurso Direto? É o tipo de discurso em que a fala aparece literalmente como é, ou seja, é a transcrição do que a personagem disse, sem intermédio do narrador. Além desse tipo, existem outros dois: Indireto e Indireto livre; sendo que você pode transformar a fala de um em outro. Fique conosco para saber quais são características de cada um!

Neste artigo sobre o que é discurso direto, indireto e indireto livre; você encontrará:

  1. O que é Discurso Direto, suas características e exemplos;
  2. O que é Discurso Indireto, suas características e exemplos;
  3. O que é Discurso Indireto Livre, suas características e exemplos;
  4. Como transformar um tipo de discurso em outro.

O que é Discurso Direto

O Discurso Direto é aquele em que se transcreve, literalmente, a fala de uma personagem. É a forma de fazer com que ela participe diretamente da história, ganhando vida e presença. Nesse caso, não há necessidade de um narrador.

Características do discurso direto

  • É introduzido por verbos declarativos (ou de locução): “disse, respondeu, falou, etc.“;
  • Os verbos declarativos são seguidos de dois pontos;
  • A fala é, normalmente, antecedida por travessão (sinal de pontuação que indica quando começa a fala de uma personagem);
  • Pode aparecer entre aspas, e não com o travessão, justamente porque é a citação de uma fala.

Exemplos do que é Discurso Direto

  1. Um homem passava apressado na rua, parou por um momento e me perguntou:

            – Que horas são, por favor?

  1. Todos os dias ouvia minha vó dizendo: “ Minha netinha, como mais um pouquinho para não ficar tão magrinha”
  1. – Por que chegou tão cedo do trabalho? Indagou a mulher de Fabrício.

            – Consegui bater a meta diária de vendas mais cedo e meu chefe resolveu me liberar. Exclamou Fabrício.

O que é Discurso Indireto?

O Discurso Indireto é aquele mediado pelo narrador, ou seja, ele aponta o que foi dito por uma das personagens. É a perfeita concretização da função de narrador.

Características do Discurso Indireto

  • O narrador fala pelas personagens;
  • A narração é feita em terceira pessoa;
  • Há presença de verbos de locução (ou declarativos);
  • Esses verbos costumam vir acompanhados de conjunções ou pontuação, separando a fala do narrador da fala da personagem e delimitando o que foi narrado.

Exemplos do que é Discurso Indireto

  1. Victória caminhava tranquilamente no jardim quando se deparou com Pedro. Timidamente, perguntou-lhe o que fazia alí.
  1. Davi mal chegou na festa e já admitiu a seus amigos que estava ansioso para Isabel chegar.
  1. Cristiano contou que estava indo mal na escola e que, provavelmente, ficaria de recuperação.

O que é Discurso Indireto Livre?

O Discurso Indireto Livre é aquele que mistura os 2 tipos anteriores, ou seja, ambos ocorrem simultaneamente. Ele é muito utilizado na literatura Moderna e Contemporânea, por causa da sua dinamicidade. Pode ser um pouco difícil de imaginar, por isso, colocamos os exemplos adiante.

Características do Discurso Indireto Livre

  • É difícil delimitar o início e o fim do discurso da personagem, pois não há sinais que indiquem a separação da fala do narrador e da personagem;
  • As falas das personagens surgem espontaneamente na primeira pessoa, em meio ao discurso do narrador em terceira pessoa. Um está inserido no outro;
  • O narrador é onisciente, ou seja, tem consciência e sabe falar sobre tudo o que foi pensado, dito e sentido por qualquer personagem. 

Exemplos de Discurso Indireto Livre

  1. Maria chorava, chorava desesperadamente sentindo um aperto enorme no peito. Logo comigo, logo comigo isso tinha que acontecer! Ela não sabia se poderia superar essa paixão ou se morreria de tristeza. 
  1. Na grande São Paulo, os dias de Tarcísio eram sempre os mesmos. Entrava no carro, girava a chave e atravessava a cidade em direção ao trabalho. Não terminei os relatórios de ontem. Tarcísio chegou, trabalhou como nunca durante todo o expediente e foi-se embora. Ainda bem que hoje é sexta feira, não aguentava mais!
  1. O policial chegou correndo ao estabelecimento escurecido, o qual fora objeto de denúncia como local do roubo. Por que não há marcas de vandalismo? Apressou-se em encontrar uma solução para esse enigma. Só pode ter partido de alguém que já estava dentro. Ligou para um detetive ajudá-lo na investigação.

Como alternar uma frase de um discurso para o outro

Como já vimos, existem características que são típicas de cada discurso, como os tempos verbais e a pessoa da narração, além das sinalizações gráficas. Por isso, para transformar um discurso em outro, será necessário fazer alterações que incluam as características do discurso que é requerido.

Quanto ao foco narrativo

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • A primeira pessoa passa para a terceira;
  • Os pronomes “eu, me, mim, comigo” passam para “ele, ela, se, si, consigo”;
  • Os pronomes “meu, minhas, nosso” passam para “seu, suas, deles”.

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o caminho contrário.

Quanto aos tempos verbais

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • Presente do indicativo passa para pretérito imperfeito do indicativo; 
  • Pretérito perfeito do indicativo passa para pretérito mais-que-perfeito; 
  • Futuro do presente do indicativo passa para futuro do pretérito do indicativo; 
  • Presente do subjuntivo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo; 
  • Futuro do subjuntivo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo; 
  • Imperativo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo.

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o contrário.

Quanto aos advérbios

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • “Ontem” passa para “no dia anterior”;
  • “Hoje e agora” passam para “naquele dia e naquele momento”;
  • “Amanhã” passa para “no dia seguinte”;
  • “Aqui, aí, cá” passam para “ali e lá”;
  • “Este, esta e isto” passam para “aquele, aquela, aquilo”. 

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o contrário.

Exemplos comparativos

Discurso direto: – Eu terminei meu dever de casa ontem.

Discurso indireto: Ela disse que terminara seu dever de casa no dia anterior.

Discurso direto: – Vou ali na padaria e volto logo.

Discurso indireto: Ele disse que ia lá na padaria e que voltava logo.

Discurso direto: – Nós nos casamos amanhã.

Discurso indireto: Eles disseram que se casariam no dia seguinte.

Gostou do nosso artigo sobre o que é discurso direto? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador