Português

Tipos de discurso: O que é Discurso Indireto, Indireto Livre e Direto?

Tipos de discurso - O que é Discurso Indireto, Indireto Livre e DiretoTipos de discurso - O que é Discurso Indireto, Indireto Livre e Direto

O que é Discurso Indireto? É aquele em que há mediação de um narrador, ou seja, um ser em terceira pessoa conta ao leitor o que os personagens disseram. Neste caso, não são os próprios personagens que falam. Além desse tipo, existem outros 2: Discurso Indireto Livre e Discurso Direto; sendo que você pode transformar a fala de um em outro. Veja a seguir!

Neste artigo sobre o que é Discurso Indireto, Indireto Livre e Direto; você encontrará:

  1. O que é Discurso Indireto, suas características e exemplos;
  2. O que é Discurso Indireto Livre, suas características e exemplos;
  3. O que é Discurso Direto, suas características e exemplos;
  4. Como transformar um tipo de discurso em outro.

O que é Discurso Indireto?

O Discurso Indireto é aquele mediado pelo narrador, ou seja, ele aponta o que foi dito por uma das personagens. É a perfeita concretização da função de narrador.

Observe que na imagem a seguir, o Discurso Indireto está presente apenas na segunda situação.

Características do Discurso Indireto

  • O narrador fala pelas personagens;
  • A narração é feita em terceira pessoa;
  • Há presença de verbos de locução (ou declarativos): “disse, respondeu, falou, etc.“;
  • Esses verbos costumam vir acompanhados de conjunções ou pontuação, separando a fala do narrador da fala da personagem e delimitando o que foi narrado.

Exemplos do que é Discurso Indireto

  1. Dona Fabiana caminhava tranquilamente pelo quintal quando se deparou com as crianças correndo. Prontamente, gritou para que voltassem para dentro de casa, pois vinha chuva.
  1. Carlos, assim que chegou na reunião, aproximou-se do colega e foi lhe dizendo que tinha novas propostas promissoras para apresentar.
  1. Assim que se encontraram no piquenique, Tereza contou para suas primas que estava perdidamente apaixonada por José.

O que é Discurso Indireto Livre?

O Discurso Indireto Livre é aquele que mistura os 2 tipos anteriores, ou seja, ambos ocorrem simultaneamente. Ele é muito utilizado na literatura Moderna e Contemporânea, por causa da sua dinamicidade. Pode ser um pouco difícil de imaginar, por isso, colocamos os exemplos adiante.

Características do Discurso Indireto Livre

  • É difícil delimitar o início e o fim do discurso da personagem, pois não há sinais que indiquem a separação da fala do narrador e da personagem;
  • As falas das personagens surgem espontaneamente na primeira pessoa, em meio ao discurso do narrador em terceira pessoa. Um está inserido no outro;
  • O narrador é onisciente, ou seja, tem consciência e sabe falar sobre tudo o que foi pensado, dito e sentido por qualquer personagem. 

Exemplos de Discurso Indireto Livre

  1. Cristóvão comia compulsivamente sentindo um enorme prazer. Graças a Deus, comida de verdade! Há quanto tempo eu não sentia esse sabor! Ele não sabia se permaneceria muito tempo na Terra ou se logo voltaria para a nave espacial.
  1. Na Terra Média, a vida de um Hobbit era uma calmaria. Bilbo acordava tranquilamente, fazia seus desjejuns, lia livros e cultivava jardins. É chegada a época dos festivais, vou às ruas observar os novos fogos de artifício! O Bolseiro mal  encontrou seu amigo mago, Gandalf, e já foi surpreendido com notícias de uma grande missão que estava por vir.
  1. O Chefe entrou pela porta dos fundos do seu renomado restaurante. Caminhando pela cozinha, dava passos pesados. Por que há tantas reclamações dos clientes? O que vocês têm feito desde que abrimos? Na mesma hora, ele elevou seus dedos e, como um maestro, começou a reorganizar os funcionários em novas equipes. 

O que é Discurso Direto

O Discurso Direto é aquele em que se transcreve, literalmente, a fala de uma personagem. É a forma de fazer com que ela participe diretamente da história, ganhando vida e presença. Nesse caso, não há necessidade de um narrador.

Características do discurso direto

  • É introduzido por verbos declarativos (ou de locução) 
  • Os verbos declarativos são seguidos de dois pontos;
  • A fala é, normalmente, antecedida por travessão (sinal de pontuação que indica quando começa a fala de uma personagem);
  • Pode aparecer entre aspas, e não com o travessão, justamente porque é a citação de uma fala.

Exemplos do que é Discurso Direto

  1. Uma bela senhorita, aparentemente estrangeira, perambulava nas ruas de Paris. Parou por um momento e me perguntou:

            – Qual rua devo tomar para chegar ao Museu do Louvre?

  1. Durante minha infância, sempre ouvi meu avô dizer: “ Desce daí menino, se não vai cair”
  1. – Por que não comeu o bolo de cenoura meu filho? Indagou a mãe de Joãozinho.

            – Estou passando mal mamãe… tenho enjôo. Respondeu dificultosamente.

Como alternar uma frase de um discurso para o outro

Como já vimos, existem características que são típicas de cada discurso, como os tempos verbais e a pessoa da narração, além das sinalizações gráficas. Por isso, para transformar um discurso em outro, será necessário fazer alterações que incluam as características do discurso que é requerido.

Quanto ao foco narrativo

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • A primeira pessoa passa para a terceira;
  • Os pronomes “eu, me, mim, comigo” passam para “ele, ela, se, si, consigo”;
  • Os pronomes “meu, minhas, nosso” passam para “seu, suas, deles”.

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o caminho contrário.

Quanto aos tempos verbais

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • Presente do indicativo passa para pretérito imperfeito do indicativo; 
  • Pretérito perfeito do indicativo passa para pretérito mais-que-perfeito; 
  • Futuro do presente do indicativo passa para futuro do pretérito do indicativo; 
  • Presente do subjuntivo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo; 
  • Futuro do subjuntivo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo; 
  • Imperativo passa para pretérito imperfeito do subjuntivo.

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o contrário.

Quanto aos advérbios

Se queremos passar do Discurso Direto para o Indireto, teremos:

  • “Ontem” passa para “no dia anterior”;
  • “Hoje e agora” passam para “naquele dia e naquele momento”;
  • “Amanhã” passa para “no dia seguinte”;
  • “Aqui, aí, cá” passam para “ali e lá”;
  • “Este, esta e isto” passam para “aquele, aquela, aquilo”. 

Se quisermos passar do Indireto para o Direto, basta fazer o contrário.

Exemplos comparativos

Discurso direto: – Eu acabei de pintar o quadro ontem.

Discurso indireto: Ela disse que acabara de pintar o quadro no dia anterior.

Discurso direto: – Vou ali no aeroporto receber minha prima e volto logo.

Discurso indireto: Ele disse que ia lá no aeroporto receber sua prima e que voltava logo.

Discurso direto: – Nós nos encontramos amanhã, ao pôr do sol, no píer.

Discurso indireto: Ele disse que se encontrariam no dia seguinte, ao pôr do sol, no píer.

Gostou do nosso artigo sobre o que é discurso direto? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador