Geografia

Entenda o que é planejamento urbano + exemplos no Brasil e no mundo!

Descubra o que é planejamento urbano: quem faz, importancia e exemplos!Descubra o que é planejamento urbano: quem faz, importancia e exemplos!

Planejamento urbano é o estudo da construção, funcionamento e crescimento dos centros urbanos (tanto as cidades que já existem quanto as que existirão). Seu objetivo é organizar a disposição das instituições e serviços da sociedade, para melhorar a qualidade de vida, o transporte, a segurança, o saneamento básico e etc.

Neste texto, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é planejamento urbano? (exemplos no mundo)
  2. Quando as cidades começaram a ser planejadas?
  3. Qual é a importância do planejamento?
  4. Quais são as consequências da falta dele?
  5. Quem faz o planejamento das cidades? (como ele é feito e tipos)
  6. Como é o planejamento urbano no Brasil? (exemplos nacionais)

O que é o planejamento urbano?

Planejamento urbano é o nome que damos ao estudo da construção, funcionamento e crescimento dos centros urbanos. Esse estudo é usado tanto nas grandes cidades que já existem, como nas que ainda existirão!

Planejar um centro urbano é analisar quais são as possibilidades e os recursos disponíveis, considerando qual é o local, a cultura e a sociedade em questão. Em outras palavras, é pensar muito bem antes de fazer, buscando sempre o melhor possível.

O objetivo é enxergar quais são as melhores medidas a serem tomadas e assim melhorar a qualidade de vida, o transporte, a segurança, as oportunidades e até a interação com o meio ambiente.

De uma forma mais prática, podemos dizer que é lidar com o desenvolvimento de programas, serviços, ações políticas, sociais e ambientais.

Exemplos de planejamento urbano no mundo

barcelona manhattan palmanova e suncity cidades planejadas no mundo
  • Copenhague (Dinamarca);
  • Ilha de Manhattan, New York (EUA);
  • Medellín (Colômbia);
  • Distrito de Eixample, Barcelona (Espanha);
  • Camberra (Austrália);
  • Dubai (Emirados Árabes);
  • La plata (Argentina);
  • Washington D.C. (EUA);
  • Sun City, Arizona (EUA);
  • Palmanova (Itália);

Quando as cidades começaram a ser planejadas?

Se considerarmos “cidade” de uma forma mais geral, como o local onde as pessoas vivem e se relacionam, podemos dizer que as grandes civilizações já apresentavam um grau de planejamento (desenvolveram de forma espontânea e, aos poucos, fizeram melhorias).

Hippodamus (408 a.C) foi um grego que já falava sobre o uso ideal da terra e a localização das ruas e construções da cidade de Mileto. Nas civilizações pré-colombianas, já havia a cidade de Tenochtitlan com um planejamento de canais de água.

Também na Idade Média, seja com os muçulmanos ou os cristãos, apareceram a divisão das cidades em zonas com significados pensados. Havia a zona religiosa, a zona agrária, as zonas comerciais, etc.

Contudo, planejamento urbano é um conceito recente, pois as cidades urbanas surgiram em contexto histórico específico: a Idade Moderna. Além disso, o planejamento não envolve apenas uma visão prática, mas também sociopolítica.

Então, podemos dizer que um dos primeiros marcos (no conceito de hoje) é o Palácio de Versailles. Antes mesmo de ser construído ele foi totalmente pensado, além de haver uma  motivação política e já estivesse no contexto de uma sociedade se urbanizando, não rural.

Qual é a importância do planejamento urbano?

O planejamento urbano é uma das principais ferramentas para proporcionar qualidade de vida às pessoas. 

Os centros urbanos apareceram de forma muito rápida e bem recente. Essa desorganização trouxe consequências ruins, mas que podem ser amenizadas por uma boa gestão e planejamento.

Portanto, planejar cidades é importante para:

  • Melhorar os índices de segurança;
  • Proporcionar meios de transporte que cubram toda a área da cidade;
  • Preservar o meio ambiente;
  • Distribuir de forma mais igual as construções essenciais (hospitais, mercados, escolas, etc.);
  • Ter uma rede de saneamento básico que atenda a todos, ajudando na saúde;
  • Facilitar a vida do cidadão, evitando estresses que poderiam ser minimizados.

Quais são as consequências de um mau planejamento das cidades?

Se formos olhar toda a história da humanidade, a urbanização aconteceu nos “últimos minutos do segundo tempo”. Ela é um fenômeno global que avança rapidamente desde as revoluções industriais.

Por causa das crises no meio rural e da propaganda que os centros urbanos fazem, o êxodo rural é intenso. Assim, não é possível garantir emprego, moradia, saneamento básico, alimento, segurança e transporte para todos em tão pouco tempo!

Portanto, o surgimento espontâneo de uma cidade somada a sua má gestão, acaba aumentando o índice de criminalidade, o processo de favelização, o desemprego e a diminuição dos indicadores sociais, econômicos e psicológicos.

Quem faz o planejamento urbano?

O profissional que planeja cidades é chamado de planejador urbano, mas ele também conta com uma equipe composta por outros profissionais: sociólogos, historiadores, economistas, geógrafos, etc.

Além disso, esses profissionais sempre estão trabalhando para as autoridades locais, sejam algum governo (federal, estadual ou municipal), empresa privada ou organização internacional.

A princípio, a ideia era que os planeadores urbanos tratassem principalmente com o aspecto físico de uma cidade. Porém, o conceito moderno exige que esse trabalho envolva a organização do processo de produção do sustento daquela sociedade.

Isso te soa familiar? Pois é, quem foca bastante em processos de produção é o famoso Karl Marx!

Levando em conta esse contexto sociopolítico que é tão forte no mundo de hoje, os planejadores também exercem e sofrem influência política. Assim, seus trabalhos não costumam ser neutros.

Como ele é feito?

Apesar desse processo pode variar de acordo com as influências e objetivos, ele segue um padrão de etapas básicas. Cada etapa busca pensar, repensar, simular e verificar se realmente há chances de se alcançar o objetivo. Veja:

  • Avaliação preliminar;
  • Formulação dos objetivos;
  • Descrição e simulação do sistema;
  • Definição de alternativas;
  • Avaliação das alternativas;
  • Seleção das alternativas;
  • Implementação.

Quando falamos de um planejamento feito por governos, as medidas aprovadas são escritas em um documento chamado Plano Diretor. Ele serve como guia e base para o desenvolvimento da região.

Tipos de planejamento urbano

De modo geral, podemos dizer que existem três tipos de cidades planejadas:

  • Comerciais: o ponto forte são as transações políticas e econômicas;
  • Portuárias: sua estrutura serve para ajudar nas atividades vinculadas à exportação;
  • Históricas: protegem arquiteturas, museus, tradições e culturas.

Como é o planejamento urbano no Brasil?

É de se imaginar que, pelo Brasil ter sido uma colônia, sempre houve alguma divisão e organização do nosso território. Porém, a primeira tentativa de organizar uma cidade urbana foi o Plano Agache (1930).

Ele foi criado para intervir no Rio de Janeiro como uma cidade moderna e industrial, levando em conta os transportes públicos, abastecimento de água, áreas verdes e habitação. Mas a cidade cresceu tanto que ultrapassou os limites do planejamento… 

O mesmo aconteceu com Belo Horizonte, que deveria ser limitada pela avenida do Contorno. Hoje esse pedaço corresponde apenas ao grande centro da cidade!

Enquanto política pública, a discussão sobre planejamento urbano no Brasil quase não chamava atenção. Depois de 1970 a população urbana ultrapassou a rural e o crescimento inesperado trouxe muitos problemas (percebidos até hoje). 

A primeira vez que houve a publicação de um Plano Diretor foi feita pelo estado de São Paulo em 1969. Mas só 13,3% dos municípios cumpriram o plano dentro do prazo.

Nas primeiras décadas os urbanistas brasileiros acreditavam que esse deveria ser um serviço técnico, racional e apartidário. Com o processo de redemocratização do país, o planejamento passou a ser visto como um processo político, cheio de disputas.

Exemplos de cidades planejadas no Brasil

planejamento urbano no brasil cidades planejadas brasileiras belo horizonte rio de janeiro e brasilia mapa vista de cima
  • Rio de janeiro;
  • Belo Horizonte;
  • Brasília (símbolo do auge industrial brasileiro, com o presidente JK).

Gostou do nosso artigo sobre planejamento urbano? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador