Biologia

Resumo completo sobre o que é Meio Ambiente!

Entenda o que é o Meio Ambiente e todos os seus conceitos!Entenda o que é o Meio Ambiente e todos os seus conceitos!

O Meio Ambiente é o conjunto de fatores naturais (físicos, biológicos e químicos) que abriga todas as formas de vida na Terra. Ele também inclui as relações e influências que seus componentes estabelecem entre si. Para entender o que é Meio Ambiente, ainda estudamos os Problemas Ambientais e as medidas relacionadas à Sustentabilidade!

Neste artigo sobre o que é Meio Ambiente, você encontrará:

  1. O que é Meio Ambiente
  2. Composição e Importância do Meio Ambiente
  3. Problemas Ambientais e Sustentabilidade
  4. Diferença de Preservação e Conservação
  5. Medidas internacionais, nacionais e individuais
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que é Meio Ambiente?

O Meio Ambiente costuma ser definido como o conjunto de fatores físicos, químicos e biológicos que abrigam a vida em suas diversas formas. Em outras palavras, é o local onde se desenvolve a vida na terra, intimamente ligado à natureza com todos os seus fatores bióticos e abióticos.

Podemos incrementar a definição ao lembrar que essa relação da vida com o ambiente também abrange o conjunto de condições, leis, influências e interações. Assim, o conceito de Meio Ambiente pode apresentar diferentes conotações, ainda que no meio escolar o foco seja os aspectos naturais.

Resumindo, podemos dizer que o Meio Ambiente é o conjunto de unidades ecológicas que funcionam como um sistema. Sendo assim, vamos compreender os elementos que o formam:

Composição do Meio Ambiente

Imagem-ou-esquema-as-4-esferas-que-compõe-o-meio-ambiente-litosfera-solo-e-relevo-atmosfera-ar-hidrosfera-oceanos-e-mares-e-biosfera-seres-vivos

Com base nessas definições, podemos imaginar que os elementos que compõe o Meio Ambiente sejam: recursos naturais (água, solo, ar), pela fauna (micro e macro organismos), flora (tipos de vegetação) e fenômenos naturais (magnetismo, energia, clima, radiação, etc.).

Existem, também, os agrupamentos das esferas que compõe o Meio Ambiente. Vamos entendê-las:

  • Atmosfera

É a bolsa de ar que envolve o planeta, formada por gases com oxigênio, carbônico, o metano e o nitrogênio. Ela possui diversas camadas de acordo com o tipo de gás mais presente, a pressão e a altitude. Em resumo, as camadas são: Troposfera, Estratosfera, Mesosfera, Termosfera e Exosfera.

  • Litosfera

É a porção mais externa que compõe o “chão da Terra”, é sólida e abriga os solos que pisamos, cultivamos e construímos; além dos oceanos, vulcões, demais relevos e as placas tectônicas. Ela abrange a Crosta e o Manto Superior, embora existam outras camadas que compõe a Terra.

  • Hidrosfera

São os recursos d’água que envolvem o planeta e estão alojados nos relevos da Litosfera. Por isso, abrange os lagos, rios, mares, oceanos, córregos e tudo o que for relacionado a esse universo.

  • Biosfera

A Biosfera é um dos conceitos muito usadas na Ecologia. De modo geral, ela é a esfera do Meio Ambiente que representa todas as formas de vida no planeta. Assim, abrange todos os 5 Reinos: bactérias, protozoários, fungos, plantas e animais!

Conceitos relacionados ao Meio Ambiente

Muitos dos conceitos relacionados ao que é Meio Ambiente são compartilhados pela Ecologia. Alguns deles já foram citados anteriormente aqui. Por isso, fizemos um artigo diferenciando Meio Ambiente de Ecologia e com um tópico só sobre conceitos

Não deixe de tirar um tempo para estudar os links que colocamos durante esta leitura! Só assim você terá uma abordagem completa! 

Mas já adiantamos: aqueles que estão em comum com as duas matérias são: habitat, ecossistemas, biosfera, ciclos biogeoquímicos, fatores bióticos e abióticos, etc.

Qual a Importância do Meio Ambiente?

Depois de ler todas essas definições, você já deve ter chegado na mesma conclusão: sem meio ambiente não há vida! Assim, o Meio Ambiente é o suporte que precisamos para desenvolver todas as atividades (humanas ou não) de forma harmônica. 

É por meio dele que toda a Terra permanece funcionando, de onde tiramos o ar que respiramos, a água e os alimentos que ingerimos. É também onde todos os fatores bióticos e abióticos transitam e se renovam em ciclos, é importante para nós e para todos os demais seres!

Até a lei máxima do nosso país, chamada Constituição Federal, diz no artigo 225 que: “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, […] essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. 

Tocando nesse assunto, é inevitável reparar que muitas vezes caímos em um relação não harmônica com o ambiente, e o que é ideal não acontece. A isso, damos o nome de Problemas Ambientais.

Problemas Ambientais

problemas-amientais-aquecimento-global-que-derrete-gelereiras-e-extingue-animais-polares-poluição-da-água-com-lixos-e-poluição-do-ar-com-fumaça-de-indústrias-e-queimada-e-desmatamento

Desde a pré-história, o Ambiente sempre sofreu intervenção da ação humana e dos outros seres vivos. 

Contudo, na Idade Moderna, tecnologias avançadas foram propagadas, facilitando a  exploração dos recursos. Além disso, o sentimento do “ter” prevaleceu sobre quase tudo e o desejo pelo excesso atingiu grande parte da sociedade. 

Assim, a má inclinação de alguns somou-se à utilização de ferramentas potentes, e o ritmo de exploração atingiu níveis prejudiciais ao Meio Ambiente.

Cada ferramenta tem uma determinada função, logo, é utilizada em diferentes áreas do ambiente. Por isso, a má utilização das tecnologias pode causar diversos tipos de danos. 

Temos artigos sobre os principais Problemas Ambientais da atualidade e os do Brasil, mas já vamos listar alguns por aqui:

Diferença de Preservação e Conservação

Diante desse processo de degradação intensiva do Meio Ambiente, alguns conceitos foram criados para amenizar essa situação. Você mesmo já deve ter ouvido falar em Preservação e Conservação! Vamos entendê-los:

  • Preservação Ambiental: costuma ser utilizado para se referir à proteção total da natureza, em que ela fica intocada, sem intervenção humana. 

Exemplo: Algumas reservas florestais ou biomas marinhos são de acesso restrito aos cientistas, sendo que estes apenas monitoram o local. Não são abertos para exploração e alguns não recebem nem mesmo turistas.

  • Conservação Ambiental: é utilizado para se referir ao uso racional da natureza, em que existe intervenção humana de maneira harmônica com a recuperação natural.

Exemplo: algumas unidades de conservação são como parques ecológicos ou condomínios. Há a atividade humana, mas ela é toda planejada para se retirar do ambiente sem causar danos irrecuperáveis e também conta com medidas de aceleração da recuperação.

O que é Sustentabilidade

A Sustentabilidade é um termo abrangente que usamos para nos referir ao planejamento da educação, economia e cultura para organização de uma sociedade que pratique Conservação Ambiental.

Como o desenvolvimento econômico, industrial e cultural da Modernidade acabou causando os problemas, propõe-se a forma de desenvolvimento sustentável para amenizar a situação.

Assim, buscar atender às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade das gerações futuras atenderem também as suas. Para que isso seja possível, é necessário o envolvimento de todas as pessoas e nações do planeta, desde atitudes individuais até acordos internacionais.

 Vamos entendê-los!

Medidas de Conservação Ambiental

Medidas-individuais-de-conservação-ou-prevenção-ambiental-crianças-carregando-um-lixo-de-coleta-seletiva-reciclaveis

No Brasil, a Política Nacional do Meio Ambiente foi criada no dia 31 de Agosto de 1981. Ela é considerada o marco inicial das ações para conservação ambiental no Brasil. 

Veja alguns de seus objetivos:

  • fiscalização do uso e consumo dos recursos naturais
  • controle da emissão de poluição no ambiente
  • controle o uso consciente do solo, da água e do ar
  • incentivo ao estudo e pesquisa na área ambiental
  • incentivo da utilização de fontes de energia renováveis
  • proteção dos ecossistemas
  • proteção, preservação e recuperação de áreas ameaçadas

Assim, as medidas de conservação começaram a ser propagadas para conscientizar toda a sociedade. Essas ações podem ser de responsabilidade do governo e até dos cidadãos

Hoje, aprendemos na família e na escola algumas medidas individuais:

  • Descartar o lixo produzido de forma adequada
  • Reciclar e reutilizar
  • Limitar o tempo de banho em cerca de cinco minutos é uma boa maneira de economizar água
  • Deixar o chuveiro desligado enquanto se ensaboa e as torneiras fechadas enquanto se escova os dentes
  • Reutilizar a água da máquina de lavar roupas para fins que não necessitem de água potável
  • Apagar as luzes ao sair dos ambientes
  • Não deixar equipamentos eletrônicos em stand-by
  • Evitar a utilização do carro, buscando meios de transporte alternativos
  • Evitar o consumo exagerado e inconsciente
  • Por em prática os princípios da Reciclagem, da Reutilização e da Redução.

Conferências e Acordos Ambientais Internacionais

Agora que já sabemos as ações individuais e nacionais, vamos entender as internacionais. Os países que possuem objetivos próximos, se unem e fazem reuniões chamadas de Conferências, em que discutem problemas e soluções.

  • No ano de 1972 ocorreu a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano. Ela foi feita em em Estocolmo (Suécia) e contou com a participação dos representantes de 115 países! Foi nela que estabeleceram o dia 5 de junho como o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Os países criaram essa data para sensibilizar a população a respeito da importância de preservação do meio ambiente, além de encorajar a realização de ações de conservação. A cada ano nesta data, um tema diferente e relacionado às causas ambientais é trabalhado.

Após esse grande primeiro marco no cenário mundial, outras reuniões foram feitas:

  • Protocolo de Montreal: teve o objetivo de reduzir os danos à camada de ozônio
  • Protocolo de Kyoto: teve o objetivo de mitigar o impacto dos problemas ambientais, como as mudanças climáticas.
  • Acordo de Paris: tinha o objetivo de conter o aquecimento global e reduzir o agravamento do efeito estufa.
  • Rio +10 ou Cúpula Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável: definiram ações para a preservação ambiental e os aspectos sociais, focando em países mais pobres.
  • Rio +20 – Conferência da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável: reafirmação do item anterior.
  • Agenda 2030: procura orientar as nações rumo ao desenvolvimento sustentável e erradicar a pobreza extrema e promover a paz mundial.

Agora, que tal treinar algumas questões de vestibular sobre o Meio Ambiente?

Gostou do nosso artigo sobre o que é Meio Ambiente? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador