Português

Como usar a vírgula e o ponto final corretamente? Aprenda de um modo real e eficaz

Como usar a virgula e ponto final corretamente (1)Como usar a virgula e ponto final corretamente
Domine Sisu Prouni e Fies

Uma das questões mais complicadas de um estudante ou vestibulando é usar a pontuação corretamente. Os sinais gráficos mais importantes são a vírgula e o ponto final. Não tem como escrever uma redação sem eles. Para que você não erre e perca pontos no Enem, vamos te ensinar a como usar vírgula e o ponto final corretamente.

Preparamos este artigo incrível para você que deseja descobrir como usar a vírgula  e o ponto final corretamente. Tem bastante conteúdo pela frente, então, clique em um dos tópicos para ir diretamente ao que deseja:

  1. Qual a importância de usar a vírgula e o ponto final corretamente?
  2. Quando usar a vírgula? Os 7 principais casos
  3. Quando não usar a vírgula?
  4. Para que serve e quando eu devo utilizar o ponto final?
  5. O Beduka pode te conectar à faculdade! (Descontos de até 65%)

Uma das formas de  entender como usar a vírgula e o ponto final corretamente é fazendo redações. Para isso, utilize o nosso Guia de Redação! Ele vai fazer toda a diferença nos seus estudos.

Qual a importância de usar a vírgula e o ponto final?

Usar a vírgula e o ponto final corretamente é fundamental para escrever textos que possam ser compreendidos. Pois, o emprego errado de um dos dois pode alterar totalmente o sentido da frase.

Quem vai fazer o Enem ou outro vestibular então nem se fala! Não dominar o assunto é a mesma coisa que perder pontos na redação.

Mas a verdade é que saber aplicar a pontuação é importante para todos. Não dá para escrever sem utilizar esses sinais gráficos. E não vivemos sem escrever. 

Afinal, até em mensagens de whatsapp é preciso usá-las. Por isso, neste artigo vamos te ensinar como usar a vírgula e o ponto final corretamente de uma forma que você nunca mais tenha dúvidas.

O que é vírgula?

Vírgula é um dos sinais gráficos que mais causam confusão. Podemos dizer que ela é a campeã de erros. 

E, ao contrário do que muita gente pensa, ela não é usada para te ajudar a respirar durante a leitura.

Há casos específicos nos quais você deve empregá-la. Vamos te explicar todos eles nos próximos tópicos deste artigo sobre  como usar a vírgula e o ponto final corretamente.

O que é ponto final? 

O ponto final propriamente dito tem uma utilização impossível de errar: ele marca o término de um texto. Só que há um porém, o mesmo sinal gráfico simboliza diferentes tipos de pausas.

Logo, acabamos tendo algumas diferenciações em termo de nomenclatura. Por isso, o mesmo pode ser: ponto parágrafo, ponto continuativo ou ponto final. 

E para que a gente não fique restrito ao estudo de algo tão simples, vamos abranger o ensino de como utilizá-lo: você vai entender como empregá-lo nos três casos.

Sendo assim, vamos considerar a seguinte definição: ele marca o final de períodos, parágrafos ou textos.  

Quando usar a vírgula? Os 7 principais casos

1 – Para separar vocativo

Como o próprio nome já diz, vocativo é um termo referente ao chamado que se faz a alguém em uma frase. E, quando isso acontece, você deve isolar o nome utilizando uma vírgula. Exemplos:

  • João, fale mais baixo.
  • José, faça o exercício.
  • Povo brasileiro, vote direito!

Essa é uma das regrinhas mais fáceis de como usar a vírgula e o ponto final corretamente. Há um chamado? Então, há vírgula.

2 – Para separar aposto

Outra regrinha super simples sobre como usar a vírgula e o ponto final corretamente é o isolamento de aposto

O aposto ocorre quando há uma especificação relacionada ao sujeito. Geralmente é o encontro de dois sintagmas nominais, ou seja, o encontro de termos nominais (sem verbos). Exemplos:

  • João, o rei das meninas, começou a namorar.
  • Ana, minha melhor aluna, tirou nota baixa.

Perceba que a vírgula ajuda a organizar a ideia, ela isola e até mesmo dá ênfase a uma informação adicional sobre o sujeito. 

3 – Para separar orações intercaladas

Orações intercaladas são aquelas que aparecem no meio de orações principais e representam uma informação a mais. Geralmente, um comentário. 

Quando elas aparecem em uma construção textual, é preciso separá-las através da utilização de uma vírgula no início e outra no final. Exemplo:

  • Você precisa, vou dizer pela milésima vez, melhorar a sua alimentação.

4 – Para separar orações adjetivas explicativas

Esse é um dos casos um pouco mais complicadinhos de como usar a vírgula e o ponto final corretamente, mas vamos te ensinar de uma forma que você vai entender rapidinho.

Orações explicativas, como o nome mesmo já diz, explicam algo sobre o sujeito. E explicar é um pouco diferente de definir (o que ocorre no caso dos apostos). 

Explicar demanda uma construção sintática um pouco maior, logo, há mais termos. E um dos termos é o pronome relativo “que”. Essas orações sempre serão iniciadas por ele. 

Elas também têm a presença de um verbo. Veja como funciona através dos exemplos:

  • Joaquina, que é uma das alunas mais brilhantes daqui, acabou cometendo um erro. 

Viu? É super fácil de identificar. Ela apenas explica algo sobre um sujeito com o auxílio do pronome relativo e do verbo ser. Quando ela surgir, a separe com o uso das vírgulas. 

5 – Para separar orações subordinadas adverbiais

Mais uma regrinha super fácil sobre como usar a vírgula e o ponto final corretamente. Aposto que você está pensando que isso é super complexo, mas não é. Siga a leitura.

Basta você aprender a identificar esse tipo de oração. Elas são orações porque possuem verbo, mas, no final, a função delas é de advérbio mesmo. Ou seja, trazem circunstâncias que afetam os acontecimentos da oração principal. 

Aprenda a usar a nota do Enem

Exemplo:

  • Quando eu passar no vestibular, irei viajar.

Caso essas orações apareçam no final da frase, a vírgula é totalmente dispensável.  

6 – Para separar orações coordenadas assindéticas

Essa é a top 1 das regras mais fáceis de como usar a vírgula e o ponto final corretamente. Orações coordenadas são aquelas que possuem um sentido completo, isto é, são totalmente independentes. 

Elas também não possuem conjunções. Logo, a separação é feita única e exclusivamente por vírgulas. Exemplo:

  • Fui ao mercado, almocei, comprei algumas coisas, cansei.

Não tem erro! 

7 – Para separar datas

Toda vez que você encontrar ou produzir orações que possuam datas antecedidas de substantivos que indiquem local,  lembre-se de colocar uma vírgula antes da data. Exemplo:

  • Paris, 06 de fevereiro de 2018.

Não podemos encerrar esse assunto sobre como usar a vírgula e o ponto final corretamente sem antes te dizer quando não usá-la. Veja no próximo tópico!

Quando não usar a vírgula?

Como usar a vírgula e o ponto final corretamente passa pelo caminho de saber quando não usá-la também

Afinal, às vezes é pior usá-la indevidamente do que esquecer de usá-la em uma situação que a exige. Então, vamos lá.

1 – Nunca utilize a vírgula para separar sujeito de predicado

Mas veja bem, isso só vale se a oração estiver na ordem direta e convencional (sujeito + verbo intransitivo ou sujeito + verbo + objeto). Veja o exemplo:

  • João, disse que estava com calor. (INCORRETO).

Perceba que temos uma oração do tipo S+V+O (sujeito + verbo + objeto), logo a vírgula é inaceitável. 

2 – Nunca separe o verbo do complemento

Os verbos que exigem complemento são aqueles que, para serem entendidos, precisam de uma informação imediata. Já pensou eu falar “Você deve” e, só depois de falar sobre outros assuntos, completar com “estudar esse conteúdo”. 

Eu estaria quebrando um discurso, e você não me entenderia. É isso que acontece quando colocamos uma vírgula depois de um verbo transitivo, seja ele direto ou indireto. Veja exemplos como usar a vírgula e o ponto final corretamente: 

  • Ele comprou, um carro. (INCORRETO)
  • Ele comprou verduras. (CORRETO)
  • A professora pediu, a João, um pedaço de papel. (INCORRETO)
  • A professora pediu a Maria uma caneta vermelha. (CORRETO)

No caso do verbo pedir, temos uma estrutura um pouquinho mais complicada. Quem pede, pede algo a alguém. Logo, temos dois complementos. Para saber mais sobre predicados, acesse os artigos:

Para que serve e quando eu devo utilizar o ponto final?

A gente já conversou um pouco sobre isso lá no início deste artigo, o sinal gráfico (.) é utilizado para marcar o fim de uma ideia. Ainda que essa possa ser completada por outras ideias e, assim, consecutivamente.

Só haverá um (.) se for possível extrair a construção sintática que ele finaliza e entender o que ela está dizendo. Ele marca o fim de uma ideia e a continuação de outra, ainda que ambas se completem. 

E é nisso que você deve pensar toda vez que for usar esse tipo de sinal gráfico, porque ele é mais interpretativo do que estabelecido por regras. E vai determinar os seguintes tipos de pausas: de uma oração, de um período, de um parágrafo ou de um texto. Veja o exemplo:

“Com efeito, um dia de manhã, estando a passear na chácara, pendurou-se-me uma ideia no trapézio que eu tinha no cérebro. Uma vez pendurada, entrou a bracejar, a pernear, a fazer as mais arrojadas cabriolas de volatim, que é possível crer. Eu deixei-me estar a contemplá-la. Súbito, deu um grande salto, estendeu os braços e as pernas, até tomar a forma de um X: decifra-me ou devoro-te.”

Perceba que nesse trecho do livro Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, temos três (.) que finalizam períodos e um que finaliza o parágrafo. 

As ideias entre essas pontuações se completam, mas também fazem sentido caso fossem lidas separadamente. Ainda que nos deixassem curiosos.

O Beduka pode te conectar a faculdade

Você já sabe tudo sobre vírgula e ponto final, mas para fazer um vestibular é preciso estudar dezenas de assuntos. Pesado! 

Mas isso só se você quiser. Porque o Beduka tem um jeito muito melhor:

  • Sem provas
  • Sem exigências
  • Sem ansiedade
  • Com início imediato

Estou falando do Beduka Bolsas! Nesse site, você tem chance de ganhar bolsas de até 65% para vários cursos, cidades e modalidades.

Basta escolher a bolsa para o curso dos seus sonhos e gerar a sua Carta do Beduka. Pronto! Já pode estudar. 

Você pode fazer isso em qualquer época do ano. Estudar nunca foi tão fácil! 

Que bom que chegamos até aqui, espero que nosso artigo sobre  como usar a vírgula e o ponto final corretamente tenha te ajudado.

No mais, ainda temos outra forma de te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Faça sua nota trabalhar

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador