Português

Tudo sobre Gramática: os aspectos que não te ensinaram.

Tudo sobre Gramática os aspectos que não te ensinaramTudo sobre Gramática os aspectos que não te ensinaram

Na escola, o enfoque é na norma culta, suas regras e definições. Porém, os manuais da língua portuguesa não se referem somente a isso. Logo, preparamos para você este artigo contendo tudo sobre gramática, seus tipos e subdivisões. Isso ampliará seu nível de conhecimento.

Neste texto contendo tudo sobre gramática, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Gramática?
  2. O que é Gramática Histórica?
  3. O que é Gramática Comparativa?
  4. O que é Gramática Normativa?
  5. O que é Gramática Descritiva?
  6. Outras divisões que pertencem a Gramática.

O que é Gramática?

Gramática pode ser considerada um manual de determinado idioma. Por meio dela, se estabelece não só regras, mas comparações, análises históricas, descrições que levam em consideração algum período vigente.

É muito mais que aquilo que passamos nos anos do ensino fundamental e médio ouvindo e estudando. Levando em consideração as diversas facetas do estudo linguístico, é necessário descobrirmos tudo sobre gramática.

São 4 tipos: histórica, normativa, comparativa, descritiva. Cada uma segue uma corrente de prática e pesquisa. Fora isso, ainda temos outras divisões com intuito de organizar o conhecimento, são os níveis de análise da linguagem.

O que é Gramática Histórica?

Como tudo na vida, a língua também passa por diversos processos de transformação. Para que possamos entendê-los, há vários aspectos que devem ser levados em consideração, entre eles estão: a origem e os diferentes contextos nos quais o idioma esteve inserido.

Para ampliar o nível de conhecimento, é necessário estar por dentro de tudo sobre gramática. A denominada histórica está diretamente relacionada a um processo que na linguística chamamos de diacrônico.  

Certo, mas o que seria diacronia? É o estudo da língua levando em consideração sua evolução no decorrer do tempo.

Aqui, a gramática ganha um aspecto bem diferente da ideia a qual fomos expostos durante todos os anos que estivemos sentados na cadeira de uma escola. Nos ensinaram só uma parte, não tudo sobre gramática.

O objetivo da histórica não é que você saiba as regras e como empregá- las na hora de falar ou escrever, isso fica a cargo da gramática normativa. O seu intuito é entender os porquês.

Nesse cenário, o meio social no decorrer dos séculos tem papel de destaque. Pois, ocasiona mudanças contínuas, acumulativas e significativas na língua.

O que é Gramática Comparativa?

A gramática comparativa é aquela, que como o próprio nome já entrega, faz comparações com outras gramáticas de origem semelhante, como as indo-europeias. Elas são da mesma família, o que possibilita descobertas interessantes por meio de pontos que coincidem.

Na prática, os filólogos ( estudiosos da língua) pegam gramáticas de línguas com uma origem em comum e as estudam simultaneamente. Isso ocorre para estabelecer  essas correspondências, como o grau de parentesco.

Para estudar o idioma português de forma comparativa, as gramáticas utilizadas serão de origem românica, ou seja, originários do latim.  Entender tudo sobre gramática, é bastante complexo, mas agora está bem mais fácil, não é?

O que é Gramática Normativa?

Essa é a queridinha dos estudantes (ou não). Brincadeiras à parte, a gramática normativa é aquela a que estamos habituados e vivenciamos desde o início de nossas vidas. A ensinada na sala de aula e cobrada nas provas de vestibulares.

Ela não se preocupa com o passado ou com aquilo que está sendo falado pela população. Trata-se da norma culta, portanto não valida nossas gírias, ainda que sejam de revolução e insatisfação social. Pode até ser chatinha, mas lembre-se que é fundamental.

O que é Gramática Descritiva?

Ao falarmos sobre a gramática histórica você descobriu uma nomenclatura muito importante para entender tudo sobre gramática: a definição de diacronia. No entanto, há uma corrente que segue em direção contrária, na qual entra em vigor o agora, a sincronia.

Logo, no caso da gramática descritiva, ao invés de nos preocuparmos com a análise histórica, o foco será as estruturas linguísticas presentes em determinado momento. 

Exemplo:

Se uma palavra foi anexada ao dicionário, não importando o período em que era inexistente ou usada aleatoriamente pela população ela é oficial somente a partir de agora.

Sendo assim, se hoje formos estudar a gramática descritiva da língua portuguesa, devemos levar em consideração somente os aspectos atuais do idioma. Portanto, desconsiderado a sua trajetória.

Outras divisões da gramática

Para conhecermos verdadeiramente tudo sobre gramática, é importante saber quais são os níveis de análise da linguagem, pois são informações que se completam. Se você ainda não sabe sobre isso, vem comigo que vamos aprender sobre o assunto.

A comunicação pode ser considerada um dos fatores mais importantes de nossas vidas, porém não paramos para pensar nas questões que a compõem. É preciso fragmentar o   idioma e estudá-lo de acordo com suas estruturas e bases de significação.

À medida que somos apresentados à linguística, percebemos que estivemos a vida toda muito longe de saber tudo sobre gramática. Assim, nossos pensamentos passam a ser estruturados para que haja a devida compreensão. 

São 5 os níveis de análise da linguagem, temos: 

Iremos conhecê-los agora.

Descobrindo tudo sobre gramática – fonética-fonologia

A fonética-fonologia é a parte ligada ao estudo dos sons. Por meio delas iremos analisar o modo como são produzidos, como se modificam e como se originam. Sendo que a fonética irá descrever, enquanto a fonologia irá explicar. 

Descobrindo tudo sobre gramática – morfologia

A morfologia estuda as palavras de forma independente, ou seja, não as une estabelecendo relações. Nela estão presentes não só as classificações, isto é, adjetivos, substantivos e por aí vai, mas também os elementos mórficos.

Esses elementos ou unidades são constituintes da palavra, os responsáveis por sua formação. Entre eles temos:

Descobrindo tudo sobre gramática – sintaxe

Ao contrário da morfologia, a sintaxe não estuda as palavras de forma individual, suas unidades e classificações. Ela vai analisar a disposição que esses vocábulos ocupam nas orações, isto é, o modo que se unem e o sentido que desenvolvem entre si.

É nela que encontramos:

Descobrindo tudo sobre gramática – semântica

A semântica irá relacionar as palavras que apresentam semelhança, levando em consideração o entendimento do sentido e do contexto de cada uma. Bons exemplos são a sinonímia e a antonímia.

Sendo que a sinonímia é caracterizada por possuir significados semelhantes, como: casa, moradia, lar. Já a antonímia representa significados opostos, como: bem e mal, claro e escuro.

Descobrindo tudo sobre gramática – pragmática

A  Pragmática é a parte da linguística que se preocupa com o que está por trás daquilo que  é dito, o significado das sentenças. Nela nos deparamos com a denotação, quando as palavras são empregadas no sentido real ou literal, exemplo:

“O carro bateu no poste.”

E a conotação, quando as palavras são escritas ou faladas no sentido figurado. Exemplo:

“Aquele menino é um poste”.

Na análise pragmática abordamos o processo de comunicação, o objetivo com o qual as palavras são utilizadas em determinado contexto. A preocupação não é só com o explícito, mas também com o implícito (aquilo que fica subentendido).

Tenho certeza que esse artigo ensinando tudo sobre gramática será muito útil para você.  Isso ocorre porque Beduka está sempre criando matérias com conteúdos exclusivos, exaustivamente estudados e bem elaborados. Quer saber sobre um assunto? Procura que a gente tem.

No mais, ainda queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador