Química

Metais alcalinos: quais são, características e propriedades!

Quais são os Metais Alcalinos? E as suas propriedades?

Os metais alcalinos são os elementos químicos que pertencem à Família 1A, na primeira coluna da Tabela Periódica. Seus 6 componentes são: Lítio (Li), Sódio (Na), Potássio (K), Rubídio (Rb), Césio (Cs) e Frâncio (Fr). Eles possuem propriedades específicas e características comuns, como formação de bases inorgânicas (alcalinas) e outras.

Neste texto sobre Metais Alcalinos, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que são Metais Alcalinos?
  2. Quais são eles?
  3. Características gerais.
  4. Propriedades e aplicação dos Metais Alcalinos.
  5. Reatividade dos metais Alcalinos.
  6. Qual a diferença dos Metais Alcalinos-Terrosos?

O que são Metais Alcalinos?

Os Metais Alcalinos são aqueles elementos químicos que pertencem ao primeiro grupo da tabela periódica, conhecido como família 1A.

A origem do nome alcalino vem do árabe, “alkali”, que significa cinza de planta. Curiosamente, esse nome foi dado porque os primeiros deles a serem descobertos estavam nas cinzas dos vegetais

Os primeiros desses elementos a serem conhecidos foram o sódio (Na) e o potássio (K), que também são os mais abundantes no nosso planeta! Além disso, o nome nos dá uma dica sobre o ph.

Os Metais Alcalinos possuem propriedades comuns entre si e que os diferenciam dos outros, por isso, foram agrupados assim. Os metais que conhecemos são sólidos e duros, já os alcalinos são sólidos e podem ficar naturalmente líquidos ou pastosos.

Vamos conhecer quais são esses metais e suas principais características:

Quais são os Metais Alcalinos?

Os metais alcalinos são os integrantes da família 1A, que é formada por 6 elementos: Lítio (Li), Sódio (Na), Potássio (K), Rubídio (Rb), Césio (Cs) e Frâncio (Fr). Observe a tabela abaixo para comparar seus números atômicos e configurações eletrônicas.

Elemento QuímicoNúmero Atômico (Z)Massa Atômica (u)Configuração Eletrônica
Lítio (Li)36,9412s1
Sódio (Na)1122,98983s1
Potássio (K)1939,0984s1
Rubídio (Rb)3785,475s1
Césio (Cs)55132,9056s1
Frâncio (Fr)872237s1

Importante!!!

Você deve estar se perguntando onde entra o hidrogênio (H), já que ele faz parte da primeira coluna. Vamos te explicar:

A Tabela é organizada conforme o número atômico em ordem crescente, da esquerda para a direita e de cima para baixo. Isso significa que primeiro vem os elementos com menor números de prótons, depois os de maior. 

O Hidrogênio (H) é o primeiro elemento da tabela porque seu número atômico é 1 e na sua distribuição eletrônica só cabe o subnível s1. Todos os metais alcalinos terminam no subnível s1, pois as colunas da tabela são organizadas para indicar a valência 1.

Mesmo com essa semelhança que o faz ser posicionado aí, o H é o único elemento que não segue a regra do octeto e possui propriedades únicas. Por isso, ele é classificado como não-metal e não pertence a nenhuma família da tabela.

Características gerais dos Metais Alcalinos

Metais alcalinos familia 1a primeira coluna tabela peridodica litio sodio potassio rubidio cesio francio li na k rb cs fr
  • Baixa densidade.
  • Sólidos à temperatura ambiente.
  • Metais moles e coloridos.
  • Altamente reativos.
  • Bons condutores de eletricidade e calor.
  • Baixa eletronegatividade.
  • Baixo potencial de ionização.
  • Alta eletropositividade.
  • Reagem facilmente com água, formando hidróxidos.
  • Reagem facilmente com o oxigênio, formando óxidos.
  • 1 elétron de valência.
  • Tende a perder o elétron e formar cátions monovalentes (com a carga +1).
  • Configuração eletrônica termina em s1.
  • Apresentam o maior raio atômico (se comparamos aos elementos do mesmo período).
  • apresentam brilho característico.

Propriedades dos elementos da Família 1A

Agora, vamos te contar sobre as principais propriedades de cada metal alcalino:

  • Lítio (Li): é o mais duro da família, possui baixa solubilidade e menor densidade. É usado no tratamento de depressão, principalmente da psicose maníaco-depressiva.
  • Sódio (Na): metal mole, de baixa densidade e solubilidade moderada. É um excelente condutor de eletricidade se dissolvido em água (o mar). Assim como o potássio (K), ajuda muito na transmissão de impulsos nervosos e no controle dos batimentos cardíacos. Está presente em quase todos os alimentos.
  • Potássio (K): metal mole, de baixa densidade e forte condutor de eletricidade. Está presente em alimentos como a banana e a água de coco e contribui para evitar cãimbras. Também está nos fluidos intracelulares para o transporte celular
  • Rubídio (Rb): metal mole, de densidade baixa e grande solubilidade em água. É usado na produção de cristais especiais para sistemas de telecomunicações de fibra óptica, de semicondutores e células fotoelétricas.
  • Césio (Cs): metal mole, de baixa densidade e com ótima solubilidade em água. Um de seus isótopos é radioativo e ficou muito conhecido pelo acidente. Outro isótopo é utilizado na construção de relógios atômicos e para tratar certos tipos de câncer.
  • Frâncio (Fr): metal mole, de baixa densidade e excelente solubilidade em água. É um elemento radioativo raro, sem aplicação prática. Seu período de meia-vida é de 22 minutos apenas, por isso é muito difícil de ser conseguido.

Reatividade dos metais alcalinos

Todos os metais alcalinos são extremamente reativos, principalmente quando expostos ao oxigênio ou à água. Já que suas energias de ionização são as mais baixas da tabela, tendem a formar íons facilmente. 

Quando reagem com a água, os metais alcalinos formam bases inorgânicas e, por isso, recebem o nome de alcalinos (ph de 7 a 14). Essa reação química é exotérmica, ou seja, libera uma grande quantidade de calor. Além disso, forma gás hidrogênio. 

Veja um exemplo da equação que representa bem esse fenômeno:

Li + H2O → LiOH + H2

Como eles são muito reativos, é raro encontrá-los isolados na natureza. Assim, quase sempre são encontrados formando uma substância química, como sais (reagir com água) e óxidos (reagir com oxigênio). 

A reatividade tem a tendência de crescer de cima para baixo na tabela periódica, uma vez que quanto maior for o átomo, mais facilmente perderá o elétron na camada de valência.

O que são os metais alcalinos terrosos?

Cuidado para não confundir! Existem elementos chamados de metais alcalino-terrosos. Eles são aqueles que pertencem à família 2A. Os elementos desse grupo são: Be (Berílio), Mg (Magnésio), Ca (Cálcio), Sr (Estrôncio), Ba (Bário) e Rádio (Ra).

Os Alcalinos-Terrosos se diferem dos Alcalinos porque possuem outra distribuição eletrônica (2e- de valência) e, consequentemente, algumas propriedades diferentes.

Recebem esse nome porque os óxidos que formam têm aspectos de terras.

Gostou do nosso artigo sobre Metais Alcalinos? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador