ExercíciosLiteratura

Os 10 melhores exercícios sobre os autores do Modernismo com Gabarito!

exercícios sobre os autores do Modernismoexercícios sobre os autores do Modernismo
Seu nome na lista de aprovados do Enem
Plano de Estudos 2023 chegou

O modernismo surgiu no Brasil como um rompimento com o tradicionalismo das escolas literárias que o antecederam. Essa transformação do início do século XX, proporcionou o surgimento de importantíssimos nomes da literatura brasileira e novos modelos de escrita. Leia o resumo e teste seus conhecimentos com os 10 melhores exercícios sobre os principais autores do modernismo! 

Quer seguir diretamente para alguma parte? Clique em um dos tópicos abaixo:

Quando você terminar as questões sobre os autores do modernismo, coloque em prática todo seu conhecimento com O Melhor Simulado Enem do Brasil!

Como o modernismo começou?

O início do século XX foi marcado por uma reviravolta na arte e na literatura brasileira, com isso os conflitos e contraposição a escolas literárias anteriores deram início a Semana de Arte Moderna.

Esse período correspondeu a primeira fase do modernismo no Brasil, e trouxe a público importantes e consagrados escritores. 

Manuel Bandeira, autor pernambucano, teve um de seus poemas vaiado e ovacionado durante a semana que revolucionou a literatura brasileira.

O poema “Os Sapos” era uma explícita crítica ao parnasianismo, e a sua preocupação com a métrica e a forma rígida de escrever poemas. 

Quem foram os principais autores modernistas?

Quem foram os autores do Modernismo?

Primeira Fase:

  • Oswald de Andrade: Um dos principais organizadores da Semana de Arte Moderna em 1922. Suas principais características são a ironia e o humor. Foi autor dos principais manifestos modernistas: o Manifesto Pau-Brasil e o Manifesto Antropófago.
  • Mário de Andrade: Autor de “Paulicéia Desvairada” e adepto da valorização da linguagem simples e do nacionalismo crítico. Sua obra mais aclamada é “Macunaíma”.
  • Manuel Bandeira: adepto dos versos livres, a aproximação entre a fala e a escrita, isto ficou conhecido como simplicidade estilística.

Segunda Fase:

Poesia:

  • Carlos Drumond de Andrade: Um dos maiores poetas do século XX. Além de poeta, foi servidor público. Seu poema mais famoso é “No Meio do Caminho”.
  • Vinícius de Moraes: Um dos principais compositores da música popular brasileira. Seu maior sucesso é “Garota de Ipanema”.
  • Cecília Meireles: Com seus poemas de caráter social e existencial, sua obra mais influente é Romanceiro da Inconfidência. Aclamado pela crítica, teve como temática a Inconfidência Mineira.
  • Jorge de Lima: Poeta brasileiro nascido em Alagoas, foi médico e escritor, sua principal obra é “ XIV Alexandrinos”.
  • Murilo Mendes: É considerado um dos mais relevantes poetas brasileiros do século XX. Fez parte do Movimento Antropofágico , suas principais obras foram “Poemas” e “História do Brasil”.

Prosa:

  • Rachel de Queiroz: Primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras. Sua principal obra foi o romance “O Quinze”.
  • Érico Veríssimo: Considerado um dos mais importantes escritores do século XX, Érico Veríssimo também fez parte da segunda geração modernista. Sua primeira obra de grande repercussão foi “Olhai os Lírios do Campo”.
  • Graciliano Ramos: Autor de “Vidas Secas”, suas obras relatam as dificuldades enfrentadas pela região nordeste brasileira. É considerado o principal prosador desse período.
  • José Lins do Rego: Escritor paraibano, foi romancista e jornalista. Autor do romance “Menino de Engenho”.
  • Jorge Amado: Sua principal característica é a ficção regionalista. Autor mais adaptado do cinema brasileiro, um de seus principais romances é “Gabriela, Cravo e Canela”.

Terceira Fase:

  • Mário Quintana: Um dos autores mais mencionados da literatura gaúcha, Mario Quintana, tentou três vezes entrar para a Academia Brasileira de Letras, em vão. Uma de suas principais obras é “ Rua dos Cataventos”.
  • João Cabral de Melo Neto: Autor de “Morte e Vida Severina”, poema dramático muito aclamado pelos críticos literários. Atualmente, é imortal da Academia Brasileira de Letras.
  • Guimarães Rosa: Ganhou destaque com a publicação de Grandes Sertões: Veredas. Na obra, percebe-se notáveis características do modernismo como: linguagem coloquial e regionalista.
  • Clarice Lispector: A autora fez parte da terceira geração modernista, a chamada “geração 45”. Ela apresentou uma escrita inovadora, poética e intimista que a tornou uma das primeiras autoras do seu tempo a ganhar notoriedade nacional. Sua última obra foi A Hora da Estrela”.

Quais são as características dos autores do modernismo?

As principais características dos autores do modernismo são:

  • Versos livres
  • Reavaliação crítica da história e cultura brasileira
  • Nacionalismo
  • Ironia
  • Humor
  • Crítica Social
  • Regionalismo

Quais as principais obras dos autores dos autores do modernismo?

As principais obras dos autores do modernismo são:

  • Oswald de Andrade: Memórias sentimentais de João Miramar (1924) e Pau-Brasil (1925);
  • Mário de Andrade: Pauliceia desvairada (1922) e Macunaíma (1928);
  • Manuel Bandeira: Libertinagem (1930) 
  • Cecília Meireles: Romanceiro da Inconfidência (1953) 
  • Rachel de Queiroz: O quinze (1930)
  • Erico Verissimo: O tempo e o vento (1949-1961)
  • Graciliano Ramos: Vidas secas (1938) e Memórias do cárcere (1953)

Agora que você já leu nosso texto, é hora de colocar em prática os seus conhecimentos!

Faça os nossos exercícios sobre os autores do modernismo e depois confira o resultado. 

Os 10 melhores exercícios sobre os autores do modernismo!

Esperamos que, com esse resumo, tudo tenha ficado mais claro para você. 

Obrigado por ter lido até aqui!

Baixe gratuitamente o Plano de Estudos do Beduka e tenha uma preparação perfeita para o ENEM.

Questão 1- (ENEM

“Poética”, de Manuel Bandeira, é quase um manifesto do movimento modernista brasileiro de 1922. No poema, o autor elabora críticas e propostas que representam o pensamento estético predominante na época.

Poética

Estou farto do lirismo comedido

Do lirismo bem comportado

Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente

protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.

Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário

o cunho vernáculo de um vocábulo.

Abaixo os puristas

[…]

Quero antes o lirismo dos loucos

O lirismo dos bêbedos

O lirismo difícil e pungente dos bêbedos

O lirismo dos clowns de Shakespeare

– Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.

(BANDEIRA, Manuel. Poesia completa e prosa. Rio de janeiro: José Aguilar, 1974)

Com base na leitura do poema, podemos afirmar corretamente que o poeta:

a) Critica o lirismo louco do movimento modernista.

b) Critica todo e qualquer lirismo na literatura.

c) Propõe o retorno ao lirismo do movimento clássico.

d) Propõe o retorno do movimento romântico.

e) Propõe a criação de um novo lirismo.

Questão 2- (ENEM) O uso do pronome átono no início das frases é destacado por um poeta e por um gramático nos textos abaixo.

Pronominais

Dê-me um cigarro

Diz a gramática

Do professor e do aluno

E do mulato sabido

Mas o bom negro e o bom branco

Da Nação Brasileira

Dizem todos os dias

Deixa disso camarada

Me dá um cigarro.

(ANDRADE, Oswald de. Seleção de textos. São Paulo: Nova Cultural, 1988.)

“Iniciar a frase com pronome átono só é lícito na conversação familiar, despreocupada, ou na língua escrita quando se deseja reproduzir a fala dos personagens (…)”.

(CEGALLA. Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São Paulo: Nacional, 1980.)

Comparando a explicação dada pelos autores sobre essa regra, pode-se afirmar que ambos:

a) Condenam essa regra gramatical.

b) Acreditam que apenas os esclarecidos sabem essa regra.

c) Criticam a presença de regras na gramática.

d) Afirmam que não há regras para uso de pronomes.

e) Relativizam essa regra gramatical.

Questão 3-  (Universidade Católica de Pelotas) Em relação a Erico Verissimo, todas as alternativas são corretas, exceto:

a) Utiliza a técnica do contraponto, interpretando diversas histórias, influenciado por traduções que realizou da obra de Aldous Huxley.

b) Registra os valores e costumes de uma pequena burguesia que se tornava, pouco a pouco, o setor social mais representativo de Porto Alegre.

c) Em O Tempo e o Vento, o ciclo se dá pela sucessão de duas famílias-chave, os Terra e os Cambará, que se aproximam várias vezes pelo casamento.

d) em Incidente em Antares retoma a temática do interior, agora sob uma perspectiva crítica, refletindo a realidade social e política do Brasil nos anos sessenta.

e) Aborda, em toda sua obra, o caráter materialista da vida, vendo o homem como um produto biológico sujeito inteiramente às pressões sociais e à carga hereditária.

Questão 4 – (UFV) Considere o texto:

“O incidente que se vai narrar, e de que Antares foi teatro na sexta-feira 13 de dezembro do ano de 1963, tornou essa localidade conhecida e de certo modo famosa da noite para o dia. (…) Bem, mas não convém antecipar fatos nem ditos. Melhor será contar primeiro, de maneira tão sucinta e imparcial quanto possível, a história de Antares e de seus habitantes, para que se possa ter uma ideia mais clara do palco, do cenário e principalmente das personagens principais, bem como da comparsaria, desse drama talvez inédito nos anais da espécie humana.” (Erico Verissimo)

Assinale a alternativa que evidencia o papel do narrador no fragmento acima:

a) O narrador tem senso prático, utilitário e quer transmitir uma experiência pessoal.

Mestre da redação
Domine o Enem com o Plano de Estudos Beduka

b) É um narrador introspectivo, que relata experiências que aconteceram no passado, em 1963.

c) Em atitude semelhante à de um jornalista ou de um espectador, escreve para narrar o que aconteceu com x ou y em tal lugar ou tal hora.

d) Fala de maneira exemplar ao leitor, porque considera sua visão a mais correta.

e) É um narrador neutro, que não deixa o leitor perceber sua presença. 

Questão 5- (PUC-MG)

 Graciliano Ramos é autor que, no Modernismo, faz parte da:

a) fase destruidora, que procura romper com o passado.

b) segunda fase, em que se destaca a ficção regionalista.

c) fase irreverente, que busca motivos no primitivismo.

d) geração de 45, que procura estabelecer uma ordem no caos anterior.

e) década de 60, que transcendentaliza o regionalismo.

  • Nossa! Você já fez metade das questões sobre os escritores gaúchos. Vamos lá!

Questão 6- (UEM)

“A cachorra espiou o dono desconfiada, enroscou-se no tronco e foi-se desviando até ficar no outro lado da árvore, agachada e arisca, mostrando apenas as pupilas negras. Aborrecido com esta manobra, Fabiano saltou a janela, esgueirou-se ao longo da cerca do curral, deteve-se no mourão do canto e levou de novo a arma ao rosto…”

O excerto acima apresenta uma cena da obra:

a) Angústia

b) Vidas Secas

c) Doidinho

d) Dom Casmurro

e) Menino do Engenho

Questão 7- (PUCCAMP)

Em sua obra, “a tendência regionalista acaba assumindo a característica de experiência estética universal, compreendendo a fusão entre o real e o mágico, de forma a radicalizar os processos mentais e verbais inerentes ao contexto fornecedor de matéria-prima. O folclórico, o pitoresco e o documental cedem lugar a uma maneira nova de repensar as dimensões da cultura, flagrada em suas articulações no mundo da linguagem”.

 Esse conjunto de características descreve a obra de:

a) Clarice Lispector

b) José Cândido de Carvalho

c) Erico Verissimo

d) Jorge Amado

e) Guimarães Rosa

Questão 8 – (PUCCAMP)

 O isolamento social e cultura de uma família de retirantes nordestinos e a tragédia do ciúme, provocada por um incontrolável sentimento de posse, são os temas centrais de dois grandes romances de Graciliano Ramos, respectivamente:

a) Vidas Secas e São Bernardo

b) São Bernardo e Vidas Secas

c) Caetés e Angústia

d) Angústia e Caetés

e) São Bernardo e Angústia

  • Ufa! Agora só faltam mais dois exercícios sobre os autores do modernismo!

Questão 9- (PUCCAMP)

“O romance é narrado na primeira pessoa, em monólogo ininterrupto, por um velho fazendeiro do Norte de Minas, antigo jagunço. Na estrutura do livro, os fatos são transpostos para uma atmosfera lendária e o real se cruza com o fantástico.”

As afirmações acima referem-se à obra-prima de um grande escritor brasileiro moderno:

a) Saragana, de João Guimarães Rosa.

b) Cangaceiros, de José Lins do Rego.

c) Menino do Engenho, de José Lins do Rego.

d) Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa.

e) Tempo e o Vento, de Erico Veríssimo.

 Questão 10- (F.C. CHAGAS) Assinale a alternativa que trata de Érico Veríssimo.

a) Sua posição em nossa literatura é marginal. É mais fácil opô-lo aos regionalistas que situá-lo pacificamente, como tem sido feito, entre os intimistas Lúcio Cardoso e Cornélio Pena.

b) Para compor a saga da pequena burguesia gaúcha depois de 1930, o romancista buscou realizar um meio-termo entre a crônica de costumes e a notação intimista.

c) O uso intensivo da metáfora insólita, a entrega do narrador ao fluxo da consciência, a ruptura com o enredo factual têm sido constantes de seu estilo de narrar.

d) A observação do meio regional está no nascedouro do ciclo do misticismo e do cangaço, que abrange os romances Pedra Bonita e Cangaceiros.

e) Caipira de coração e cultura, este juiz e homem público sem mácula consagrou o melhor de seu talento à expressão do meio caboclo, em sua obra-prima de 1920.

  • Parabéns, você fez todos os exercícios sobre os autores do modernismo. Confira agora o Gabarito:

Gabarito dos exercícios sobre os autores do modernismo

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: e) Propõe a criação de um novo lirismo.

Exercício resolvido da questão 2 –

Alternativa correta: d) Afirmam que não há regras para uso de pronomes.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: e) Aborda, em toda sua obra, o caráter materialista da vida, vendo o homem como um produto biológico sujeito inteiramente às pressões sociais e à carga hereditária.

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: c) Em atitude semelhante à de um jornalista ou de um espectador, escreve para narrar o que aconteceu com x ou y em tal lugar ou tal hora.

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: b) segunda fase, em que se destaca a ficção regionalista.

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: b)  Vidas Secas

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: e) Guimarães Rosa

 Exercício resolvido da questão 8 – 

Alternativa correta: a) Vidas Secas e São Bernardo

Exercício resolvido da questão 9 –

Alternativa correta: d) Grande Sertão: veredas, de João Guimarães Rosa.

Exercício resolvido da questão 10 –

Alternativa correta: b) Para compor a saga da pequena burguesia gaúcha depois de 1930, o romancista buscou realizar um meio-termo entre a crônica de costumes e a notação intimista.

Gostou dos nossos exercícios sobre os autores do modernismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Estude com ajuda do Beduka