ExercíciosLiteratura

Os 10 melhores exercícios sobre os autores do Modernismo com Gabarito!

exercícios sobre os autores do Modernismoexercícios sobre os autores do Modernismo

O modernismo surgiu no Brasil como um rompimento com o tradicionalismo das escolas literárias que o antecederam. Essa transformação do início do século XX, proporcionou o surgimento de importantíssimos nomes da literatura brasileira e novos modelos de escrita. Leia o resumo e teste seus conhecimentos com os 10 melhores exercícios sobre os principais autores do modernismo! 

Quer seguir diretamente para alguma parte? Clique em um dos tópicos abaixo:

Quando você terminar as questões sobre os autores do modernismo, coloque em prática todo seu conhecimento com O Melhor Simulado Enem do Brasil!

Como o modernismo começou?

O início do século XX foi marcado por uma reviravolta na arte e na literatura brasileira, com isso os conflitos e contraposição a escolas literárias anteriores deram início a Semana de Arte Moderna.

Esse período correspondeu a primeira fase do modernismo no Brasil, e trouxe a público importantes e consagrados escritores. 

Manuel Bandeira, autor pernambucano, teve um de seus poemas vaiado e ovacionado durante a semana que revolucionou a literatura brasileira.

O poema “Os Sapos” era uma explícita crítica ao parnasianismo, e a sua preocupação com a métrica e a forma rígida de escrever poemas. 

Quem foram os principais autores modernistas?

Quem foram os autores do Modernismo?

Primeira Fase:

  • Oswald de Andrade: Um dos principais organizadores da Semana de Arte Moderna em 1922. Suas principais características são a ironia e o humor. Foi autor dos principais manifestos modernistas: o Manifesto Pau-Brasil e o Manifesto Antropófago.
  • Mário de Andrade: Autor de “Paulicéia Desvairada” e adepto da valorização da linguagem simples e do nacionalismo crítico. Sua obra mais aclamada é “Macunaíma”.
  • Manuel Bandeira: adepto dos versos livres, a aproximação entre a fala e a escrita, isto ficou conhecido como simplicidade estilística.

Segunda Fase:

Poesia:

  • Carlos Drumond de Andrade: Um dos maiores poetas do século XX. Além de poeta, foi servidor público. Seu poema mais famoso é “No Meio do Caminho”.
  • Vinícius de Moraes: Um dos principais compositores da música popular brasileira. Seu maior sucesso é “Garota de Ipanema”.
  • Cecília Meireles: Com seus poemas de caráter social e existencial, sua obra mais influente é Romanceiro da Inconfidência. Aclamado pela crítica, teve como temática a Inconfidência Mineira.
  • Jorge de Lima: Poeta brasileiro nascido em Alagoas, foi médico e escritor, sua principal obra é “ XIV Alexandrinos”.
  • Murilo Mendes: É considerado um dos mais relevantes poetas brasileiros do século XX. Fez parte do Movimento Antropofágico , suas principais obras foram “Poemas” e “História do Brasil”.

Prosa:

  • Rachel de Queiroz: Primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras. Sua principal obra foi o romance “O Quinze”.
  • Érico Veríssimo: Considerado um dos mais importantes escritores do século XX, Érico Veríssimo também fez parte da segunda geração modernista. Sua primeira obra de grande repercussão foi “Olhai os Lírios do Campo”.
  • Graciliano Ramos: Autor de “Vidas Secas”, suas obras relatam as dificuldades enfrentadas pela região nordeste brasileira. É considerado o principal prosador desse período.
  • José Lins do Rego: Escritor paraibano, foi romancista e jornalista. Autor do romance “Menino de Engenho”.
  • Jorge Amado: Sua principal característica é a ficção regionalista. Autor mais adaptado do cinema brasileiro, um de seus principais romances é “Gabriela, Cravo e Canela”.

Terceira Fase:

  • Mário Quintana: Um dos autores mais mencionados da literatura gaúcha, Mario Quintana, tentou três vezes entrar para a Academia Brasileira de Letras, em vão. Uma de suas principais obras é “ Rua dos Cataventos”.
  • João Cabral de Melo Neto: Autor de “Morte e Vida Severina”, poema dramático muito aclamado pelos críticos literários. Atualmente, é imortal da Academia Brasileira de Letras.
  • Guimarães Rosa: Ganhou destaque com a publicação de Grandes Sertões: Veredas. Na obra, percebe-se notáveis características do modernismo como: linguagem coloquial e regionalista.
  • Clarice Lispector: A autora fez parte da terceira geração modernista, a chamada “geração 45”. Ela apresentou uma escrita inovadora, poética e intimista que a tornou uma das primeiras autoras do seu tempo a ganhar notoriedade nacional. Sua última obra foi A Hora da Estrela”.

Quais são as características dos autores do modernismo?

As principais características dos autores do modernismo são:

  • Versos livres
  • Reavaliação crítica da história e cultura brasileira
  • Nacionalismo
  • Ironia
  • Humor
  • Crítica Social
  • Regionalismo

Quais as principais obras dos autores dos autores do modernismo?

As principais obras dos autores do modernismo são:

  • Oswald de Andrade: Memórias sentimentais de João Miramar (1924) e Pau-Brasil (1925);
  • Mário de Andrade: Pauliceia desvairada (1922) e Macunaíma (1928);
  • Manuel Bandeira: Libertinagem (1930) 
  • Cecília Meireles: Romanceiro da Inconfidência (1953) 
  • Rachel de Queiroz: O quinze (1930)
  • Erico Verissimo: O tempo e o vento (1949-1961)
  • Graciliano Ramos: Vidas secas (1938) e Memórias do cárcere (1953)

Agora que você já leu nosso texto, é hora de colocar em prática os seus conhecimentos!

Faça os nossos exercícios sobre os autores do modernismo e depois confira o resultado. 

Os 10 melhores exercícios sobre os autores do modernismo!

Esperamos que, com esse resumo, tudo tenha ficado mais claro para você. 

Obrigado por ter lido até aqui!

Baixe gratuitamente o Plano de Estudos do Beduka e tenha uma preparação perfeita para o ENEM.

Questão 1- (ENEM

“Poética”, de Manuel Bandeira, é quase um manifesto do movimento modernista brasileiro de 1922. No poema, o autor elabora críticas e propostas que representam o pensamento estético predominante na época.

Poética

Estou farto do lirismo comedido

Do lirismo bem comportado

Do lirismo funcionário público com livro de ponto expediente

protocolo e manifestações de apreço ao Sr. diretor.

Estou farto do lirismo que pára e vai averiguar no dicionário

o cunho vernáculo de um vocábulo.

Abaixo os puristas

[…]

Quero antes o lirismo dos loucos

O lirismo dos bêbedos

O lirismo difícil e pungente dos bêbedos

O lirismo dos clowns de Shakespeare

– Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.

(BANDEIRA, Manuel. Poesia completa e prosa. Rio de janeiro: José Aguilar, 1974)

Com base na leitura do poema, podemos afirmar corretamente que o poeta:

a) Critica o lirismo louco do movimento modernista.

b) Critica todo e qualquer lirismo na literatura.

c) Propõe o retorno ao lirismo do movimento clássico.

d) Propõe o retorno do movimento romântico.

e) Propõe a criação de um novo lirismo.

Questão 2- (ENEM) O uso do pronome átono no início das frases é destacado por um poeta e por um gramático nos textos abaixo.

Pronominais

Dê-me um cigarro

Diz a gramática

Do professor e do aluno

E do mulato sabido

Mas o bom negro e o bom branco

Da Nação Brasileira

Dizem todos os dias

Deixa disso camarada

Me dá um cigarro.

(ANDRADE, Oswald de. Seleção de textos. São Paulo: Nova Cultural, 1988.)

“Iniciar a frase com pronome átono só é lícito na conversação familiar, despreocupada, ou na língua escrita quando se deseja reproduzir a fala dos personagens (…)”.

(CEGALLA. Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São Paulo: Nacional, 1980.)

Comparando a explicação dada pelos autores sobre essa regra, pode-se afirmar que ambos:

a) Condenam essa regra gramatical.

b) Acreditam que apenas os esclarecidos sabem essa regra.

c) Criticam a presença de regras na gramática.

d) Afirmam que não há regras para uso de pronomes.

e) Relativizam essa regra gramatical.

Questão 3-  (Universidade Católica de Pelotas) Em relação a Erico Verissimo, todas as alternativas são corretas, exceto:

a) Utiliza a técnica do contraponto, interpretando diversas histórias, influenciado por traduções que realizou da obra de Aldous Huxley.

b) Registra os valores e costumes de uma pequena burguesia que se tornava, pouco a pouco, o setor social mais representativo de Porto Alegre.

c) Em O Tempo e o Vento, o ciclo se dá pela sucessão de duas famílias-chave, os Terra e os Cambará, que se aproximam várias vezes pelo casamento.

d) em Incidente em Antares retoma a temática do interior, agora sob uma perspectiva crítica, refletindo a realidade social e política do Brasil nos anos sessenta.

e) Aborda, em toda sua obra, o caráter materialista da vida, vendo o homem como um produto biológico sujeito inteiramente às pressões sociais e à carga hereditária.

Questão 4 – (UFV) Considere o texto:

“O incidente que se vai narrar, e de que Antares foi teatro na sexta-feira 13 de dezembro do ano de 1963, tornou essa localidade conhecida e de certo modo famosa da noite para o dia. (…) Bem, mas não convém antecipar fatos nem ditos. Melhor será contar primeiro, de maneira tão sucinta e imparcial quanto possível, a história de Antares e de seus habitantes, para que se possa ter uma ideia mais clara do palco, do cenário e principalmente das personagens principais, bem como da comparsaria, desse drama talvez inédito nos anais da espécie humana.” (Erico Verissimo)

Assinale a alternativa que evidencia o papel do narrador no fragmento acima:

a) O narrador tem senso prático, utilitário e quer transmitir uma experiência pessoal.

b) É um narrador introspectivo, que relata experiências que aconteceram no passado, em 1963.

c) Em atitude semelhante à de um jornalista ou de um espectador, escreve para narrar o que aconteceu com x ou y em tal lugar ou tal hora.

d) Fala de maneira exemplar ao leitor, porque considera sua visão a mais correta.

e) É um narrador neutro, que não deixa o leitor perceber sua presença. 

Questão 5- (PUC-MG)

 Graciliano Ramos é autor que, no Modernismo, faz parte da:

a) fase destruidora, que procura romper com o passado.

b) segunda fase, em que se destaca a ficção regionalista.

c) fase irreverente, que busca motivos no primitivismo.

d) geração de 45, que procura estabelecer uma ordem no caos anterior.

e) década de 60, que transcendentaliza o regionalismo.

  • Nossa! Você já fez metade das questões sobre os escritores gaúchos. Vamos lá!

Questão 6- (UEM)

“A cachorra espiou o dono desconfiada, enroscou-se no tronco e foi-se desviando até ficar no outro lado da árvore, agachada e arisca, mostrando apenas as pupilas negras. Aborrecido com esta manobra, Fabiano saltou a janela, esgueirou-se ao longo da cerca do curral, deteve-se no mourão do canto e levou de novo a arma ao rosto…”

O excerto acima apresenta uma cena da obra:

a) Angústia

b) Vidas Secas

c) Doidinho

d) Dom Casmurro

e) Menino do Engenho

Questão 7- (PUCCAMP)

Em sua obra, “a tendência regionalista acaba assumindo a característica de experiência estética universal, compreendendo a fusão entre o real e o mágico, de forma a radicalizar os processos mentais e verbais inerentes ao contexto fornecedor de matéria-prima. O folclórico, o pitoresco e o documental cedem lugar a uma maneira nova de repensar as dimensões da cultura, flagrada em suas articulações no mundo da linguagem”.

 Esse conjunto de características descreve a obra de:

a) Clarice Lispector

b) José Cândido de Carvalho

c) Erico Verissimo

d) Jorge Amado

e) Guimarães Rosa

Questão 8 – (PUCCAMP)

 O isolamento social e cultura de uma família de retirantes nordestinos e a tragédia do ciúme, provocada por um incontrolável sentimento de posse, são os temas centrais de dois grandes romances de Graciliano Ramos, respectivamente:

a) Vidas Secas e São Bernardo

b) São Bernardo e Vidas Secas

c) Caetés e Angústia

d) Angústia e Caetés

e) São Bernardo e Angústia

  • Ufa! Agora só faltam mais dois exercícios sobre os autores do modernismo!

Questão 9- (PUCCAMP)

“O romance é narrado na primeira pessoa, em monólogo ininterrupto, por um velho fazendeiro do Norte de Minas, antigo jagunço. Na estrutura do livro, os fatos são transpostos para uma atmosfera lendária e o real se cruza com o fantástico.”

As afirmações acima referem-se à obra-prima de um grande escritor brasileiro moderno:

a) Saragana, de João Guimarães Rosa.

b) Cangaceiros, de José Lins do Rego.

c) Menino do Engenho, de José Lins do Rego.

d) Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa.

e) Tempo e o Vento, de Erico Veríssimo.

 Questão 10- (F.C. CHAGAS) Assinale a alternativa que trata de Érico Veríssimo.

a) Sua posição em nossa literatura é marginal. É mais fácil opô-lo aos regionalistas que situá-lo pacificamente, como tem sido feito, entre os intimistas Lúcio Cardoso e Cornélio Pena.

b) Para compor a saga da pequena burguesia gaúcha depois de 1930, o romancista buscou realizar um meio-termo entre a crônica de costumes e a notação intimista.

c) O uso intensivo da metáfora insólita, a entrega do narrador ao fluxo da consciência, a ruptura com o enredo factual têm sido constantes de seu estilo de narrar.

d) A observação do meio regional está no nascedouro do ciclo do misticismo e do cangaço, que abrange os romances Pedra Bonita e Cangaceiros.

e) Caipira de coração e cultura, este juiz e homem público sem mácula consagrou o melhor de seu talento à expressão do meio caboclo, em sua obra-prima de 1920.

  • Parabéns, você fez todos os exercícios sobre os autores do modernismo. Confira agora o Gabarito:

Gabarito dos exercícios sobre os autores do modernismo

Exercício resolvido da questão 1 –

Alternativa correta: e) Propõe a criação de um novo lirismo.

Exercício resolvido da questão 2 –

Alternativa correta: d) Afirmam que não há regras para uso de pronomes.

Exercício resolvido da questão 3 –

Alternativa correta: e) Aborda, em toda sua obra, o caráter materialista da vida, vendo o homem como um produto biológico sujeito inteiramente às pressões sociais e à carga hereditária.

Exercício resolvido da questão 4 –

Alternativa correta: c) Em atitude semelhante à de um jornalista ou de um espectador, escreve para narrar o que aconteceu com x ou y em tal lugar ou tal hora.

Exercício resolvido da questão 5 –

Alternativa correta: b) segunda fase, em que se destaca a ficção regionalista.

Exercício resolvido da questão 6 –

Alternativa correta: b)  Vidas Secas

Exercício resolvido da questão 7 –

Alternativa correta: e) Guimarães Rosa

 Exercício resolvido da questão 8 – 

Alternativa correta: a) Vidas Secas e São Bernardo

Exercício resolvido da questão 9 –

Alternativa correta: d) Grande Sertão: veredas, de João Guimarães Rosa.

Exercício resolvido da questão 10 –

Alternativa correta: b) Para compor a saga da pequena burguesia gaúcha depois de 1930, o romancista buscou realizar um meio-termo entre a crônica de costumes e a notação intimista.

Gostou dos nossos exercícios sobre os autores do modernismo? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador