História

Descubra o que foi a União Ibérica e sua importância!

Entenda logo o que foi a União Ibérica!Entenda logo o que foi a União Ibérica!

União Ibérica é o nome que se dá ao período em que Portugal e Espanha tornaram-se uma união governada pelo mesmo rei. Essa união política durou de 1580 a 1640 e foi causada pela crise na sucessão do reino de Portugal. Quem assumiu os dois países foi o rei da Espanha, Felipe II. Suas medidas impactaram até o Brasil!

Neste artigo sobre o que foi a União Ibérica, você encontrará:

  1. O que foi a União Ibérica
  2. Contexto histórico e causas
  3. Impactos e Consequências no Brasil
  4. Fim da União Ibérica
  5. Invasões Holandesas

O que foi a União Ibérica? 

União Ibérica é o nome que os historiadores usam para falar da unificação das Coroas Espanhola e Portuguesa. Essa unificação aconteceu no ano de 1580, após a crise da linha de sucessão portuguesa. Ela só acabou em 1640, tendo uma duração de 60 anos!

Nesse período, o rei Filipe II da Espanha se tornou, ao mesmo tempo, o rei Filipe I de Portugal e governou os dois territórios como se fossem um

Interessante, não é? Se você quer saber como isso foi possível, acompanhe esse resumo com a gente!

O que causou a união ibérica? Por que ela ocorreu? (Contexto Histórico)

A União Ibérica foi causada por uma crise na sucessão do trono português, ao final do século XVI. Ela começou quando o rei D. Sebastião desapareceu durante a batalha de Alcácer-Quibir, entre portugueses e marroquinos, em 1578. Assim, não havia um sucessor para continuar governando.

Como assim?

Na época das monarquias, os futuros governantes sempre saíam de uma dinastia: família real com sobrenome e descendência próprios. 

Um casal, no início daquele país, foi tendo filhos e netos que assumiam o trono. Os sucessores eram educados desde criança para aquele cargo, com toda uma tradição.

Aconteceu que o D.Sebastião não tinha herdeiros diretos e havia sido morto, então surgiu o problema de decidir quem governaria. 

O parente vivo mais próximo era o seu tio-avô, D. Henrique, que morreu dois anos depois. Como também não possuía herdeiros, foi iniciada uma crise de sucessão do trono português!

Depois disso, três pretendentes alegaram ter algum parentesco com D. Sebastião e começaram a disputar o trono:

  • Antônio, prior de Crato;
  • Catarina de Portugal;
  • Filipe II, rei da Espanha.

Antônio chegou a ser aclamado rei por seus apoiadores, mas foi derrotado pelas tropas de Filipe II durante uma batalha em 1580. Além disso, Filipe II já era rei da Espanha e tinha boas relações com a nobreza portuguesa. 

Assim, Filipe II foi coroado rei de Portugal e a dinastia de Avis chegou ao fim. Como havia um só rei, Espanha e Portugal se submeteram a uma mesma coroa: União Ibérica!

Como foi o reinado de Filipe II durante a União Ibérica?

bandeira-da-uniao-iberica

Durante seu reinado, Filipe II foi muito cuidadoso! Ele não queria desagradar os portugueses ou causar rebeliões, então optou por manter os assuntos de Portugal sob responsabilidade dos portugueses.

É importante lembrar que a União Ibérica não foi um novo império que misturou Portugal e Espanha. Na realidade, cada país continuou sendo ele próprio, só estavam sob o governo de uma mesma pessoa.

Por isso, o termo “União Ibérica” foi criado posteriormente pelos historiadores modernos. Assim, não existe uma “bandeira Ibérica” real, apenas símbolos e representações.

Ainda assim, todas as possessões portuguesas ficaram subordinadas aos espanhóis, o que incluía o Brasil

Concluímos que a Espanha não assumiu o controle da colônia brasileira, mas influenciou de forma superficial nos limites territoriais e ajudou a organizar as questões administrativas e jurídicas.

3 Impactos e consequências da União Ibérica para o Brasil

  • A União Ibérica aconteceu em meio à colonização portuguesa no Brasil. Nesse contexto, uma das principais consequências foi que o Brasil herdou inimigos da Espanha, como a França e a Inglaterra, principalmente a Holanda. Assim, as invasões do Brasil Colônia se intensificaram e acabaram prejudicando a economia açucareira.
  • Como a União Ibérica desencadeou o conflito do Brasil com os holandeses e levou a crise do açúcar, novas alternativas econômicas surgiram. A exploração do sertão brasileiro e do sudeste com a busca por metais preciosos foi uma delas. Começavam as entradas e as bandeiras, saindo do litoral, e indo para o interior. 
  • A última alteração foi a divisão do território brasileiro em duas partes: Estado do Maranhão (agrupava Maranhão, Ceará e Pará e tinha por capital a cidade de São Luís) e Estado do Brasil (todo o restante que permanecia com a cidade de Salvador sendo a capital).

Essa divisão foi estabelecida pelos espanhóis a partir de 1621 e durou até 1774, mesmo depois de a União Ibérica ter acabado. Só quando o Marquês de Pombal assumiu o governo é que o território foi unificado.

  • Embora se diga que houve o fim do Tratado de Tordesilhas, isso não é verdade. Esse tratado só chegou ao fim em 1750 quando foi substituído pelo Tratado de Madrid, o que ocorreu 110 anos após o fim da União Ibérica.

Invasões holandesas no Brasil

imagem-de-mauricio-de-nassau-uniao-iberica-e-as-invasoes-holandesas-no-brasil-colonia

Sem dúvidas, a principal consequência direta da União Ibérica no Brasil foi a invasão holandesa no nordeste

A Holanda tinha uma boa relação com Portugal e ajudava na produção do açúcar brasileiro. Porém, a Espanha estava em guerra com a Holanda e, após a unificação ibérica, os holandeses atacaram o Brasil para garantir o controle da produção açucareira.

Os holandeses também atacaram outras colônias portuguesas na costa africana e vários ataques múltiplos aconteceram entre 1595 e 1604. 

Criaram a Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, invadiram Salvador e dominaram a cidade por um ano, entre 1624 e 1625.

Pouco depois, os holandeses invadiram Pernambuco em 1630 e conquistaram parte do litoral do nordeste brasileiro. A presença holandesa nessa região durou 24 anos

Esse sucesso só foi possível porque Maurício de Nassau estava à frente da administração. Ele trouxe intelectuais e se aproximou dos senhores de engenho. Deu empréstimos e conquistou a confiança e investimento deles!

Além disso, houve total liberdade religiosa em suas terras, o que atraiu judeus e protestantes, famosos por enxergar o comércio como fonte de prosperidade. 

Por fim, a cidade de Recife foi palco da construção de pontes e canais, imitando os de Amsterdã. 

Nassau ficou no Brasil até 1644, quando retornou para a Holanda depois de brigar com a Companhia das Índias Ocidentais. 

A saída de Nassau enfraqueceu a região e facilitou a reconquista portuguesa, o que só aconteceu anos depois. Vamos entender:

Fim da União Ibérica

filipe-ii-deixa-o-trono-portugues-e-a-uniao-iberica-chega-ao-fim-quem-assume-o-imperio-portugues-e-o-rei-joao-xv

No ano de 1640 a União Ibérica chegou ao fim por causa do restabelecimento de um governante português. Acabava de começar a dinastia dos Bragança com a coroação de Dom João IV como rei de Portugal. 

Essa dinastia é famosa até hoje e devolveu a total autonomia à Portugal. Os dois imperadores que governaram o Brasil durante o período imperial (Primeiro e Segundo reinado) foram Dom Pedro I e seu filho Dom Pedro II, pertencentes a essa família!

O episódio ficou conhecido como Restauração Portuguesa. Dom João viria ao Brasil anos depois com a vinda da família real, o que acabou gerando a queda da monarquia no Brasil!

O término da União Ibérica em 1640 não levou ao fim do domínio holandês. Os holandeses só foram expulsos do nordeste brasileiro em 1654, quando a Insurreição Pernambucana caminhava para o final.

Logo após a expulsão dos holandeses do Nordeste brasileiro, o comércio de açúcar entrou em crise. A Holanda aprendeu as técnicas de cultivo e tornou-se uma forte concorrente. Como foi esse período você só encontra no nosso Artigo Completo sobre Brasil Colonial

Gostou do nosso artigo sobre o que foi a União Ibérica? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador