GeografiaHistória

Tudo sobre a Terceira Revolução Industrial: das causas às consequências!

Entenda as principais características da Terceira Revoluçõa Industrial!Entenda as principais características da Terceira Revolução Industrial!

A Terceira Revolução Industrial é a continuidade e aprimoramento da segunda etapa da Revolução Industrial. Ela começou o século XX e foi marcada pelo desenvolvimento da Eletrônica com as novas tecnologias. Assim, novas áreas de pesquisa foram surgindo, impulsionadas pela globalização e possibilitando o homem chegar até mesmo à Lua!

Neste artigo sobre a Terceira Revolução Industrial, você encontrará:

  1. O que foi a Terceira Revolução Industrial
  2. Principais características
  3. Onde e quando ocorreu – países participantes
  4. Invenções e consequências 
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que foi a Terceira Revolução Industrial?

A Terceira Revolução Industrial, também pode ser chamada de Revolução Técnico-Científica ou Informacional. Todos esses nomes representam este período, pois foi marcado pelo grande avanço tecnológico que misturou ciência e indústria. 

Na Primeira e na Segunda fase da Revolução Industrial, as diferenças eram pelas matérias primas descobertas e as consequências que elas implicaram. Aqui, não foi um material em si, mas a aplicação dos novos conceitos científicos.

Neste período, a eletrônica promoveu uma verdadeira modernização industrial, marcando o século XX. Mas os avanços também atingiram a agricultura, a pecuária, o comércio e a prestação de serviços, integrando todos esses setores à indústria, por meio da tecnologia. Os benefícios só foram possíveis pelos grandes investimentos empregados nos centros de pesquisas.

Onde e quando ocorreu a Terceira Revolução Industrial – países que fazem parte

Apesar de o século XX ser o responsável por esta fase, não há um consenso sobre a origem exata! A teoria mais considerada é que isso aconteceu após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), ou seja, abrange o período que vai de 1950 e até a atualidade.

Seguindo essa linha, diz-se que a Terceira Revolução Industrial teve início nos Estados Unidos e em alguns países europeus, quando a ciência descobriu a possibilidade de utilizar a energia atômica com as usinas nucleares.

Contudo, para outros historiadores, o seu início foi por volta de 1970 com o descobrimento da robótica empregada na montagem de automóveis. Por último, alguns dizem que se iniciou a partir dos anos 1990, com o uso do computador pessoal e a internet.

  • Para fins didáticos, fique com a primeira teoria apresentada: a do pós guerra!

No período pós-Guerra Mundial, países como o Japão e Alemanha estavam em recuperação devido aos danos. Então, os Estados Unidos criaram o Plano Marshall que financiava a reconstrução desses países. Ao se restabelecerem, esses países começaram a priorizar os setores da educação, tecnologia e também o campo científico.

Por isso, na Terceira Revolução Industrial, a industrialização espalhou-se primeiro nesses países e depois pelo resto do mundo, sendo muito mais comuns nos países desenvolvidos!

Fatores causadores

Mesmo que esta terceira etapa seja diferente das outras, de certa forma, ela é produto indireto das duas primeiras. Isso porque sem a utilização da eletricidade e do aço, não teríamos chegado à eletrônica.

Além disso, a globalização foi um fator MUITO importante. Por meio desse processo, a produção das tecnologias foram massificadas, as relações comerciais em todo o mundo se tornaram rápidas e o compartilhamento de novas pesquisas não levam 5 minutos para percorrer todo o planeta!

O tempo e distância foram reduzidos, permitindo que conhecimento se desenvolve de forma nunca antes vista. As pessoas passaram a estar conectadas de maneira instantânea e as barreiras físicas foram rompidas. Assim, as avanços científicos são aperfeiçoados e integrados de múltiplas visões de mundo, trazendo uma mudança marcante!

Quais as invenções e os avanços produzidos pela terceira revolução industrial?

Invenções-e-avanços-da-Terceira-Revolução-Industrial-foguetes-engenharia-genética-smartphones-celular-satélite-coputador-e-usinas-nucleares

Antes de entender as consequências, precisamos saber o que foi criado ao longo da Terceira Revolução Industrial: 

  • Novas ligas metálicas permitiram avanços na metalurgia e na construção de aeronaves;
  • Progresso na eletrônica, permitindo o aparecimento da internet e da computação com softwares e hardwares, além da automação no processo produtivo e do surgimento de chips e demais aparelhos eletrônicos (GPS, celular, tablet, etc);
  • Uso da energia atômica para fins pacíficos, como a produção de eletricidade (usinas termonucleares) e em equipamentos médicos;
  • Desenvolvimento da biotecnologia e da engenharia genética;
  • Conquista aeroespacial, com a descida do homem na Lua, foguetes, estações espaciais, satélites artificiais e sondas para estudo de planetas.

Além de novas invenções, sendo que muitas foram criadas para servir à Segunda Guerra Mundial, houve também aprimoramento de invenções mais antigas. Tudo isso associado ao processo produtivo para se obter máquinas mais eficientes, instrumentos mais precisos e o aumento da produção e dos possíveis lucros, diminuindo os gastos com mão de obra e o tempo de fabricação.

Só para você ter noção do que é aperfeiçoar:

Em 1947, John Eckert e John Mauchly criaram o primeiro computador do mundo. O aparelho pesava 30 toneladas e ocupava uma área de 180 m²! Com os avanços tecnológicos, as funções foram aumentando e o tamanho diminuindo, até caber no seu bolso!

Quais as consequências da terceira revolução industrial?

Com o avanço científico a todo vapor, as consequências foram o surgimento de novas ciências e áreas da tecnologia: Robótica, Genética, Informática, Telecomunicações e Eletrônica.

Algumas dessas ciências já haviam começado a ser esquematizadas um pouco antes, mas não havia uma sistematização do conhecimento. A sua consolidação e aplicação no mercado só se deu a partir do período que estamos vendo!

O sistema produtivo também foi modificado, não só pela aplicação das tecnologias mas também porque exigiu a qualificação da mão-de-obra!

Todas essas criações também desenvolveram novas relações sociais conforme a vida da população ficou mais prática. A troca de mensagens e conversas em pouco tempo de qualquer localidade, as compras on-line, as vídeo-chamadas, plataformas de streaming, o Ensino à Distância… Esses são apenas alguns exemplos!

A Terceira Revolução Industrial também causou o aumento de multinacionais, o crescimento exponencial das economias e consolidou o capitalismo financeiro

Apesar disso, a revolução também trouxe consequências negativas. O uso dos recursos naturais também cresceu exponencialmente, então os problemas ambientais se agravaram como nunca antes, mesmo que tivessem surgido anteriormente.

Por outro lado, a preocupação com o meio ambiente também surgiu e se organizou em ONGs, gerando até cientistas ambientalistas.

Por fim, assim como a substituição da manufatura pela maquinofatura na primeira fase causou desempregos, agora a introdução de robôs também causou conflitos. Mesmo sendo caros, a produtividade é maior e não se tem gastos com condições de trabalho, bonificações, férias, hora extra, etc.

Toyotismo

Assim como na Segunda Rev. Industrial houve o surgimento de teorias de produção (Fordismo e Taylorismo), aqui na Terceira temos o Toyotismo. 

Essa teorização do sistema produtivo valoriza métodos de controle de qualidade, produtividade e o ato de evitar desperdício. Com isso, surge o modelo just-in-time (bem na hora, a tempo) que não produz para estocar em armazéns, mas sim conforme os pedidos agendados em massa.

Curiosidade: Quarta Revolução Industrial

Quarta-revolução-industrial-invenções-da-impressora-3d-e-óculos-de-realidade-virtual

A Quarta Revolução Industrial é o atual período de transição das tecnologias para a revolução digital. Ou seja, é uma ponte entre a realidade e o virtual.

Uma de suas características é automatização completa das fábricas por meio de sistemas ciberfísicos. Também a utilização da nanotecnologia, neurotecnologia, inteligência artificial, impressoras 3D e uso de drones para serviços de entrega ou filmagem.

Os países que já vivem essa realidade são: Cingapura, Finlândia, Noruega, Suécia, Estados Unidos, Holanda e Israel.

Gostou do nosso artigo sobre a Terceira Revolução Industrial? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador