Biologia

O que é Cadeia Alimentar? Definições, Níveis tróficos e exemplos!

O que é Cadeia AlimentarO que é Cadeia Alimentar? Cuidado para não confundir com Teia Alimentar!

O que é cadeia alimentar? É uma representação utilizada para esquematizar as relações de alimentação e obtenção de energia em um ecossistema. Ela é dividida em vários níveis tróficos, então temos: Produtores, Consumidores e Decompositores.

Neste artigo sobre o que é Cadeia Alimentar, você encontrará todos os tópicos abaixo, com explicações e exemplos detalhados. 

Se quiser, clique em um tema para ir diretamente ao conteúdo:

  1. Introdução.
  2. Seres Autótrofos.
  3. Seres Heterótrofos.
  4. O que é Cadeia Alimentar?
  5. Quais são os Níveis Tróficos?
  6. Quais são os componentes da Cadeia Alimentícia?
  7. Produtores.
  8. Consumidores.
  9. Decompositores.
  10. Tipos de Cadeia Alimentar.
  11. Cadeia Terrestre.
  12. Cadeia Aquática.
  13. Filmes que serve de exemplo.
  14. Qual a diferença entre Teia e Cadeia Alimentar?

Introdução: relembrando os Seres Autótrofos e Heterótrofos

A primeira etapa para entender os Níveis Tróficos de uma Cadeia Alimentar é saber o que é um ser autótrofo e o que é um heterótrofo.

Na classificação dos seres vivos, há uma categoria em que agrupamos os seres de acordo com a forma que eles obtêm alimentos. 

Vamos relembrar esses 2 conceitos curtinhos e importantes:

Seres Autótrofos 

Os seres autótrofos, ou autotróficos, são os seres vivos que conseguem produzir o seu próprio alimento

Eles utilizam a energia proveniente do Sol ou de elementos químicos para sintetizar elementos inorgânicos (sais, água) e produzir elementos orgânicos. 

Esse processo é conhecido como fotossíntese (realizados por plantas e algas)  

ou fermentação (realizada por alguns tipos de fungos ou bactérias). 

É a partir das fontes orgânicas que os seres vivos obtêm energia química. Como os autotróficos conseguem produzi-la do básico, sempre têm oferta de alimento/nutriente.

Por isso, os seres autótrofos não se alimentam de outros seres vivos, visto que eles conseguem se sustentar sozinhos com os processos que há em seu metabolismo.

Seres Heterótrofos 

Diferentemente, os seres heterótrofos ou heterotróficos, são aqueles que não possuem a capacidade de produzir seu próprio alimento.

Eles precisam se alimentar de outros seres vivos para, assim, obterem matéria orgânica, energia química e moléculas nutritivas. 

Os principais exemplos de seres heterótrofos são os animais, certos tipos de fungos, diversas bactérias e protozoários.

O que é Cadeia Alimentar?

A cadeia alimentar é um esquema que usamos para representar as relações de obtenção de energia e alimentação em um determinado grupo de um ecossistema

Dizemos que o fluxo de energia na Cadeia Alimentar é unidirecional, pois possui apenas um sentido. isso significa que ela segue uma ordem que só tem ida, começando e terminando em pontos específicos.

Em uma cadeia alimentar, os seres autotróficos são chamados de Produtores. Os heterotróficos são consumidores. Esses seres formam uma sequência em que um serve de alimento para o outro.

Exemplo:

exemplo de cadeia alimentar, de uma planta, inseto, sapo, cobra e águia

Na imagem acima, temos a representação da Cadeia Alimentar. Nela, fica evidente pelas setinhas que o fluxo de energia possui somente um sentido. As setas indicam o sentido e podem ser lidas como “é alimento para”.

Perceba que o vegetal é alimento para o grilo, que por sua vez é alimento para o sapo. Este é alimento para a cobra, que serve de alimento para o gavião.

Os fungos e bactérias não estão representados no esquema acima, mas atuam sobre todos os seres vivos depois de morrerem. Eles são chamados de decompositores e são primordiais para a ciclagem de nutrientes.

Quais são os Níveis Tróficos da cadeia alimentar?

Os componentes da cadeia alimentar estão divididos em Níveis Tróficos. Essa palavra diferente é só o nome que damos à classificação dos seres de uma cadeia, dependendo da função e posição que ele tem.

Neles, está a parte viva e ativa que compõem a cadeia.

No próximo tópico, vamos falar individualmente sobre cada nível. Mas, já te adiantamos que, de modo geral, eles são:

  • Produtores;
  • Consumidores;
  • Decompositores.

São mais de 200 resumos gratuitos no Instagram do Beduka. Aproveite!

Quais são os componentes da Cadeia Alimentar?

Você já viu que os componentes das Cadeias Alimentares são os seres que compõem os Níveis Tróficos. Eles são classificados de acordo com seus hábitos alimentares e formas de nutrição (Produtores, Consumidores e Decompositores).

Se um grupo de seres vivos, ainda que de espécies diferentes, obtêm alimento de uma mesma forma, eles serão classificados em um mesmo nível.

Como estamos avaliando ecossistemas, pode ser que a posição de uma espécie mude dependendo de qual cadeia analisamos.

Vamos conhecer logo quais são esses bichos:

1° Produtores

Os produtores são a base de toda as cadeias alimentares e, por isso, são compostos por seres autótrofos. Esses seres, como dissemos mais acima, possuem a capacidade de produzir o seu próprio alimento a partir do inorgânico. 

Os principais exemplos de produtores são as plantas, mas há outros Reinos que podem representá-los.

Através da fotossíntese ou da quimiossíntese, as plantas utilizam a luz do Sol (ou outros compostos químicos) para obterem energia química e se sustentarem.

Exemplos de Produtores

  • Plantas;
  • Plânctons;
  • Algumas algas marinhas.

2° Consumidores

Os consumidores são seres heterótrofos, ou seja, não conseguem produzir seu próprio alimento. Os consumidores obtêm energia alimentando-se de outros seres vivos e consumindo seus nutrientes.

Porém, nós sabemos que há “consumidores que consomem consumidores”, então fazemos uma Classificação dos Consumidores:

  • Consumidores Primários: São os seres vivos que se alimentam dos produtores. Eles iniciam o ciclo, obtendo energia por se alimentarem dos seres que produzem seu próprio alimento (normalmente plantas). Ex: Insetos e herbívoros. 
  • Consumidores Secundários: São os seres vivos que obtêm energia através da alimentação de consumidores primários, ou seja, de outros animais. Ex: Sapos e pequenos predadores.
  • Consumidores Terciários: São os seres vivos que obtêm energia através da alimentação dos consumidores secundários. Ex: Cobra e grandes predadores.

Vale lembrar que a cadeia alimentar não termina no consumidor terciário. Se houver outro que se alimente dele, este será chamado de consumidor quaternário. E as coisas vão funcionando assim por diante.

O ser humano pode estar no nível de consumidor primário, visto que se alimenta de plantas. Mas ele também é consumidor secundário ou até terciário, pois se alimenta de diversos animais.

Dizemos que o ser humano se encontra “no topo da cadeia alimentar”, pois pode se alimentar de todo e qualquer ser vivo no ecossistema. Além disso, normalmente ele não serve de alimento para nenhum animal.

3° Decompositores

Os decompositores compõem o último nível da Cadeia Alimentar. Como o próprio nome sugere, esses organismos têm a função de decompor outros seres vivos após sua morte. 

Apesar de estarem no último nível trófico, os decompositores atuam na decomposição de qualquer matéria orgânica, independente do nível trófico. Quer seja consumidor primário, secundário ou terciário, os decompositores estarão lá.

Seu papel é essencial, pois eles transformam a matéria orgânica em inorgânica, fazendo com que os produtores retomem e reiniciem o ciclo da vida e nutrição.

Exemplos de Decompositores

  • Fungos;
  • Bactérias.

Aproveite e teste seus conhecimentos com os exercícios sobre Cadeia Alimentar!

Quais são os tipos de cadeia alimentar e exemplos

De modo geral, os tipos de cadeia alimentar são dois: terrestre ou aquática. É possível existir uma relação trófica inteiramente na água ou inteiramente na terra. Porém, também há misturas entre as áreas e os animais, então pode haver cadeias mistas.

Repare que não há uma cadeia aérea completa, porque não há plantas voadoras. Assim, tudo começa nos produtores, que estão em terra firme ou na água.

Agora, vamos ver exemplos de níveis tróficos aplicados na natureza, como realmente acontece (há exemplos terrestres e aquáticos).

Cadeia Alimentar Terrestre

exemplo do que é cadeia alimentar terrestre

A cadeia alimentar terrestre consiste em todo o processo descrito acima. Os produtores são alimento para os consumidores, que são alimento para outros e, no final, são decompostos pelos decompositores.

No exemplo acima, o capim está no nível produtor e serve de alimento para o grilo, consumidor primário. A sequência se dá com: sapo (C2°), cobra (C3°), gavião (C4°) e os cogumelos como decompositores.

Cadeia Alimentar Aquática

exemplo do que é cadeia alimentar aquática

A cadeia alimentar aquática acontece da mesma forma que a terrestre, só muda o ambiente e as espécies envolvidas. 

Os principais produtores nessa cadeia são os plânctons, que servem de alimento para outros animais, possibilitando o seu ciclo.

No exemplo de cadeia aquática acima, as plantas aquáticas são as produtoras. Os caramujos são consumidores primários porque se alimentam delas. Na sequência: Lambari (C2°), algum peixe maior (C3°) e, por fim, a garça (C4°).

Exemplo de filme que retrata a Cadeia Alimentar

Sabia que o Rei Leão já explicou para o Simba o equilíbrio que deve existir entre os animais que são alimento um do outro? Scar inclusive é o leão que não respeita a quantidade a ser devorada e por isso é um mau rei.

O Rei Leão é um clássica das infâncias que retrata bem essa matéria, mas há também o “Vida de inseto”, “Arthur e os Minimoys”, “Lucas, um intruso no formigueiro” e tantos outros!

Assista este vídeo e relembre os conceitos que estudamos ao longo do artigo:

Qual a diferença entre Teia e Cadeia Alimentar?

A teia alimentar representa a inter-relação que existe entre as várias cadeias alimentares. Elas são mais complexas e simbolizam de fato o que ocorre na natureza.

Na cadeia alimentar, o fluxo das setas é unidirecional então é como se analisássemos uma parte, um recorte, um pedaço.

Já as teias representam um maior número de interações alimentares e de fluxo de energia entre os organismos, por isso têm várias setas.

Não deixe de conferir o artigo completo sobre Cadeia e Teia Alimentar. As teias são as cadeias alimentares interligadas entre si. Formam sequências mais complexas!

Se gostou do nosso artigo sobre o que é Cadeia Alimentar, confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

2 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador