Biologia

Quais são os tipos de células que existem? Animais, vegetais e humanas, conheça!

quais são os tipos de células que existemQuais são os tipos de células que existem?

Você sabia que desde os fios de cabelo até a pontinha do seu pé, todo seu corpo é feito de células? Pois é, elas são nossa unidade mais básica e estão presentes em tudo que tem vida. Só que não da mesma maneira, pois existem diversos tipos de células.

Elas podem ser classificadas, por exemplo, com base na sua estrutura e no seu funcionamento. E existem dois grandes grupos dos quais elas podem fazer parte, que de tão importantes são figurinhas carimbadas no Enem!

Continue lendo e descubra quais são os tipos de células que existem para não errar nenhuma questão nas provas. Depois teste seus conhecimentos com exercícios selecionados sobre esse assunto e confira com o gabarito quantos acertou.

Descubra outros assuntos que caem no Enem com o Plano de Estudos do Beduka e conte com dicas de como e onde estudar para o exame. 

Vamos te explicar quais são os tipos de células que existem. Para ir direto a alguma parte do conteúdo, clique em um dos tópicos abaixo:

O que é célula?

Célula é a menor unidade estrutural e funcional dos seres vivos. Todos os seres vivos são compostos por células, que podem variar em tamanho, forma e função, dependendo do tipo de organismo em que estão presentes.

Elas são a base do funcionamento dos organismos e mantêm as características básicas da vida. Por exemplo, a capacidade de metabolizar nutrientes, crescer, se reproduzir e responder a estímulos do ambiente.

As funções das células são importantíssimas para garantir a sobrevivência dos organismos. É nelas que acontecem:

  • A síntese de proteínas, 
  • Produção de energia, 
  • Remoção de resíduos.

Cada uma delas terá uma função específica, responsável por alguma atividade do organismo do qual ela faz parte. Para conhecer mais sobre isso, vamos ver quais são os tipos de células que existem.

Quais são os tipos de células que existem?

As células podem ser divididas em dois grandes grupos principais: procariontes e eucariontes.

Células procariontes

As células procariontes são também chamadas de células primitivas, pois dizem que ela é mais antiga na cadeia evolutiva. Elas recebem esse nome porque não possuem núcleo. Pro significa antes e karyon, núcleo em grego, ou seja, “antes no núcleo”.

Elas são encontradas em organismos unicelulares, como bactérias e cianobactérias. As células procariontes são muito simples em termos de estrutura celular e organização interna.

Como não possuem núcleo, seu material genético fica disperso no citoplasma. Elas também não possuem nenhuma organela membranosa, como o retículo endoplasmático.

As partes que existem nas células procariontes são:

  • Parede celular: uma camada rígida de proteína ou peptidoglicano que envolve a membrana plasmática da célula. A parede celular é responsável por proteger a célula e manter sua forma.
  • Membrana plasmática: uma membrana lipídica que envolve a célula e separa seu conteúdo interno do meio externo. Ela controla a entrada e saída de moléculas da célula.
  • Citoplasma: substância viscosa que preenche o interior da célula, contendo várias moléculas e organelas.
  • Nucleóide: uma região não delimitada por membranas onde o material genético da célula é encontrado.
  • Ribossomos: pequenas estruturas responsáveis pela síntese de proteínas.
  • Flagelos: estruturas que permitem a locomoção da célula.
  • Pili: estruturas curtas e finas envolvidas na fixação e transferência de material genético entre as células.

Algumas células procariontes, especialmente de bactérias, podem apresentar uma camada externa adicional chamada de cápsula ou glicocálice. Ela é uma camada viscosa de polissacarídeos, proteínas ou ambos, que envolve a parede celular da célula.

Geralmente é considerada uma camada protetora e serve como meio de impedir ou diminuir as chances de ataques do sistema imunológico contra bactérias.

Entenda melhor quais são os tipos de células que existem com nosso artigo sobre Citologia.

Células eucariontes

As células eucariontes são mais complexas que as procariontes e estão presentes em organismos multicelulares como animais, vegetais e fungos. Sua principal característica é a presença de núcleo e organelas membranosas.

Elas possuem uma organização interna altamente estruturada, com várias organelas responsáveis por diversas funções. A maior parte delas surgiu de invaginações da membrana, que são dobras na membrana celular para o interior das células.

Algumas das principais organelas das células eucariontes incluem:

  • Núcleo: uma organela que abriga o material genético da célula, incluindo os cromossomos e o DNA.
  • Mitocôndrias: organelas responsáveis pela produção de energia celular, através do processo de respiração celular.
  • Retículo endoplasmático: um sistema de membranas internas responsáveis pelo transporte e modificação de proteínas e outros lipídios.
  • Complexo de Golgi: uma organela responsável pelo processamento, empacotamento e transporte de proteínas para outras partes da célula ou para fora dela.
  • Lisossomos: organelas que contêm enzimas digestivas e que são responsáveis pela degradação de materiais celulares desnecessários ou danificados.
  • Cloroplastos: organelas encontradas em células vegetais e responsáveis pela fotossíntese, processo pelo qual as plantas produzem açúcares e oxigênio a partir da luz solar.

Quer aprender ainda mais sobre quais são os tipos de células que existem? Saiba mais com nosso artigo sobre as organelas e suas funções.

Células animais e vegetais

Apesar de animais e plantas possuírem o mesmo tipo de células, que são as eucariontes, em cada grupo elas apresentam características distintas.

As células vegetais apresentam parede celular, diferente das animais que possuem apenas a membrana plasmática

Elas também possuem cloroplastos (responsáveis pela fotossíntese) e plasmodesmos, canais que conectam o citoplasma de células adjacentes e permitem a troca de nutrientes e substâncias. As células animais não possuem essa estrutura.

Em compensação, as células animais possuem centríolos, que ajudam na divisão celular. Já as vegetais não possuem essas organelas.

As células animais têm uma forma mais variável. Elas podem ser esféricas, cúbicas ou alongadas, enquanto as células vegetais geralmente têm uma forma fixa.

Saber quais são os tipos de células que existem nos ajudam a entender o que são seres unicelulares e pluricelulares.

Quais são os tipos de células que existem no ser humano?

O ser humano possui células animais, por isso, entre os tipos de células que existem, as dele são eucariontes. Mas elas são diferentes entre si, possuindo formas e funções diversas. Entre as principais estão:

  • Células nervosas: também conhecidas como neurônios, são células responsáveis por processar e transmitir informações entre diferentes partes do corpo.
  • Células musculares: são células especializadas na contração muscular, permitindo que o corpo se mova.
  • Células epiteliais: são células que revestem a superfície do corpo.
  • Células de gordura: também conhecidas como adipócitos, são células especializadas no armazenamento de gordura como reserva energética.

Exercícios sobre quais são os tipos de células que existem

Agora que você já sabe quais são os tipos de células que existem, teste o que você aprendeu com os exercícios a seguir.

Questão 1 – (UFF 1994) A  membrana plasmática é constituída de uma bicamada de fosfolipídeos, onde estão mergulhadas moléculas de proteínas globulares. As proteínas aí encontradas:

a) estão dispostas externamente, formando uma capa que delimita o volume celular e mantém a diferença de composição molecular entre os meios intra e extracelular.

b) apresentam disposição fixa, o que possibilita sua ação no transporte de íons e moléculas através da membrana.

c) têm movimentação livre no plano da membrana, o que permite atuarem como receptores de sinais.

d) dispõem-se na região mais interna, sendo responsáveis pela maior permeabilidade da membrana a moléculas hidrofóbicas.

e) localizam-se entre as duas camadas de fosfolipídeos, funcionando como um citoesqueleto, que determina a morfologia celular.

Questão 2 – (Enem) 

Companheira viajante

Suavemente revelada? Bem no interior de nossas células, uma clandestina e estranha alma existe. Silenciosamente, ela trama e aparece cumprindo seus afazeres domésticos cotidianos, descobrindo seu nicho especial em nossa fogosa cozinha metabólica, mantendo entropia em apuros, em ciclos variáveis noturnos e diurnos. Contudo, raramente ela nos acende, apesar de sua fornalha consumi-la. Sua origem? Microbiana, supomos. Julga-se adaptada às células eucariontes, considerando-se como escrava — uma serva a serviço de nossa verdadeira evolução.

McMURRAY, W. C. The traveler. Trends in Biochemical Sciences, 1994 (adaptado).

A organela celular descrita de forma poética no texto é o(a)

a) centríolo.

b) lisossomo.

c) mitocôndria.

d) complexo golgiense.

e) retículo endoplasmático liso.

Gabarito dos exercícios sobre quais são os tipos de células que existem

Exercício resolvido da questão 1

c) têm movimentação livre no plano da membrana, o que permite atuarem como receptores de sinais.

A membrana plasmática é constituída de uma bicamada de fosfolipídeos e proteínas globulares, e as proteínas aí encontradas têm movimentação livre no plano da membrana, o que permite atuarem como receptores de sinais.

Exercício resolvido da questão 2

c) mitocôndria.

Ela é responsável pela produção de energia celular por meio da respiração celular e é uma organela presente em células eucariontes. O texto se refere à mitocôndria como uma “fornalha” que consome a própria energia, além de mencionar sua origem microbiana e sua importância para a evolução das células eucariontes.

Saiba quais são as melhores faculdades de biomedicina em São Paulo.

Você pode continuar testando seus conhecimentos sobre Biologia com o nosso Simulado do Enem. 

As questões são de edições passadas do Enem e ele utiliza o método TRI para a correção, o mesmo do Enem. Ou seja, a nota que você tirar no simulado seria a que você tiraria na prova, caso ela fosse hoje. 

Para saber quais conteúdos mais caem no Enem cobra e ser direcionado para artigos exclusivos sobre esses assuntos, conte com nosso Plano de Estudos para o Enem

Ele também é atualizado mensalmente! Então, tem um cronograma especial para você que quer começar a estudar esse mês. 

Obrigado por ler até o fim nosso artigo sobre quais são os tipos de células que existem. Bons estudos!

Redação Beduka
Redação Beduka
Este conteúdo foi criado e validado por uma equipe multidisciplinar, formada por especialistas em cada área do conhecimento. O Beduka está presente no Instagram, YouTube, LinkedIn e em diversos outros ambientes digitais. O site foi criado em 2017 e, desde a sua fundação, atua para fornecer materiais de qualidade para facilitar a vida de estudantes de todo o Brasil, ajudando-os a se preparar para os principais vestibulares e o Enem.