HistóriaMatérias

Resumo do Descobrimento do Brasil: contexto histórico, causas e consequências

resumo de descobrimento do brasilResumo de Descobrimento do brasil
Simulado Beduka

Que nós, brasileiros, falamos português você já sabe. Deve saber também que isso se deve à colonização portuguesa que tivemos. Mas você já conhece a história por trás disso? Neste resumo do Descobrimento do Brasil vamos falar sobre as causas, o contexto histórico e as consequências deste importante evento.”

Se quiser ir diretamente para alguma parte do texto, clique em um dos tópicos abaixo:

  1. Resumo do descobrimento do Brasil: contexto e causas
  2. Como foi o descobrimento do Brasil?
  3. Como foi o primeiro contato entre índios e portugueses?
  4. Qual é o verdadeiro dia do descobrimento do Brasil?
  5. Por que o nome do Brasil é Brasil?

Quando você terminar de ler o resumo do Descobrimento do Brasil, que tal colocar seus conhecimentos em prática no Melhor Simulado Enem do Brasil? É gratuito, não perca a chance!

Resumo do descobrimento do Brasil: contexto e causas

O Brasil foi descoberto pelos portugueses em 1500. Mas isso não foi um fato isolado do que estava acontecendo no mundo à época. Pelo contrário, o descobrimento do Brasil foi um dos maiores eventos das Grandes Navegações.

As Grandes Navegações foram expedições marítimas realizadas por diversas nações europeias. O objetivo delas era principalmente traçar uma rota comercial com o Oriente, que era a fonte de especiarias da Europa.

No caso, diversos produtos raros no mercado europeu eram levados para lá. Eles vinham de países asiáticos, como a Índia. Porém, a rota principal para chegar à Ásia (o mar mediterrâneo) estava bloqueada pelo domínio muçulmano na região. 

Isso obrigou os europeus a buscar um novo caminho

A nação mais bem sucedida foi Portugal. E isso se deve a alguns motivos, como a centralização política prematura e sua localização geográfica. 

Vamos ver com mais detalhes!

Unificação territorial e estabilidade política

Portugal foi o primeiro estado-nação a se constituir na Europa. Até a Idade Moderna, os europeus estavam organizados politicamente em feudos. Esse tipo de organização é descentralizada, em que o senhor feudal é mais importante que o rei.

As relações eram mais pessoais. Assim, um servo estava ligado de modo direto ao senhor, por uma aliança que eles faziam. Somente a ele o servo devia obediência e a mais ninguém, nem mesmo o rei.

Mas em Portugal as coisas deixaram de ser assim ainda na Idade Média, no século XII. Nesse período, os portugueses retomaram o território dos mouros, tornaram-se independentes do reino de Leão e o Estado-nação mais antigo da Europa.

A figura central da política era o rei. O que foi agravado após a Revolução de Avis, que consolidou a independência portuguesa em uma disputa com o Reino de Castela. Isso garantiu estabilidade política a Portugal.

Sem conturbações políticas, os portugueses se dedicaram ao seu desenvolvimento tecnológico e comercial. Dentre os grandes avanços, estaria o náutico.

  • Já pensou em utilizar seu Instagram como meio de estudos? No perfil do Beduka você encontra diversos resumos sobre todas as matérias.

Localização geográfica

Portugal é o país mais a oeste do continente europeu, sendo banhado pelo Oceano Atlântico. Desta forma, tinha acesso fácil a suas correntes marítimas. Foi por meio dele que realizou suas proezas.

Em 1415 os portugueses tomaram a cidade de Ceuta, situada mais ao sul. Ela estava sob domínio de muçulmanos e era um importante entreposto comercial.

A partir daí, os portugueses promoveram o contorno da África, realizado por meio da navegação de cabotagem. Ou seja, seus navios ficavam sempre próximos ao litoral do continente, evitando o mar aberto.

Deste modo, estabeleceram relações com líderes políticos de reinos africanos. Eles também conseguiram fazer a travessia para o oriente pelo cabo da Boa Esperança, no sul do continente.

O primeiro navegador a fazer essa travessia com sucesso foi Bartolomeu Dias, em 1488. Ele esteve também na tripulação comandada por Pedro Álvares Cabral, que chegou ao Brasil.

Em seguida, Vasco da Gama fez a mesma viagem de Bartolomeu Dias, em 1498. Ele foi o primeiro comandante europeu a chegar à Índia fazendo o Périplo Africano, que é o nome que se dá a este contorno no continente.

Portugal não estava sozinho no avanço marítimo. O Reino de Castela, que unificou a Espanha, já tinha enviado missões para chegar ao Oriente por um caminho diferente do mediterrâneo. Uma delas foi a de Cristóvão Colombo.

Em 1492, Colombo chegou à América. O que fazia do recém unificado reino espanhol um concorrente de Portugal, já que Colombo estava a serviço dele. Por isso, um acordo foi selado entre os dois países, por intermédio do Papa Alexandre VI.

O acordo ficou conhecido como Tratado de Tordesilhas, e foi assinado em 1494. Por meio dele, definiu-se que uma linha imaginária seria traçada a 370 léguas (1770 km) de Cabo Verde. 

As terras descobertas a oeste dessa linha pertenceriam à Espanha e ao leste, a Portugal.

Resumo das causas do Descobrimento do Brasil

Bom, vamos resumir aqui as causas que fizeram de Portugal pioneiro nas Grandes Navegações que possibilitaram sua chegada aqui no Brasil.

  • Unificação territorial e política: ainda na Idade Média os portugueses formaram um estado-nação, com uma monarquia centralizada, que garantiu paz interna. Isso levou o povo a se preocupar com demandas, como comércio e inovações tecnológicas.
  • Localização geográfica: a proximidade com o Oceano Atlântico e com o norte da África tornou possível a criação de um caminho diferente do mediterrâneo para chegar à Ásia. Faziam isso contornando a África.

E o que o Descobrimento do Brasil tem a ver com isso tudo? Vem ver!

Como foi o descobrimento do Brasil?

O Brasil foi descoberto por Pedro Álvares Cabral, um capitão da Ordem de Cristo, em 1500. Esta era uma instituição militar e religiosa existente em Portugal desde 1319. Foi a herdeira da Ordem do Templo (templários), que deixou de existir em 1312. 

Ele saiu de Lisboa acompanhado de 13 embarcações e 1400 homens, em direção à Índia, no dia 9 de março de 1500.

A intenção da expedição de Cabral era realizar trocas comerciais com os indianos. A quantidade de homens e de embarcações indica que o interesse também era militar. Os indianos não queriam estabelecer relações com os portugueses, que estavam apelando para a força.

Contudo, a esquadra comandada por Cabral afastou-se da costa africana, que era o caminho comum feito por outros navegadores. Primeiro chegaram às ilhas de Cabo Verde, depois ao Brasil.

Ele atravessou o Atlântico e chegou à costa brasileira, avistando suas terras em 22 de abril de 1500. No começo, pensaram tratar-se de uma ilha, que batizaram de Ilha de Vera Cruz.

Beduka Bolsas Direito

Gaspar de Lemos, que comandava a naveta de suprimentos da esquadra, foi responsável por levar a notícia ao rei D. Manuel I. Era ele quem governava Portugal à época.

Como foi o começo da colonização do Brasil?

O Brasil demorou muito para ser colonizado. As notícias de Cabral não atendiam às expectativas do rei Manuel I. Ele desejava explorar metais preciosos, mas as cartas enviadas não falavam de ouro nem de prata.

A colonização seria iniciada de modo sistemático em 1532, com a divisão do território em capitanias hereditárias. Ou seja, a concessão da terra a particulares, que pagavam tributos à coroa para explorá-la.

Essa iniciativa já tinha acontecido em 1504, na ilha de Fernando de Noronha. No entanto, havia a ameaça constante de piratas, principalmente franceses, que contrabandeavam o pau-brasil e podiam tomar o território.

Isso fez com que a coroa portuguesa passasse a preocupar-se em manter a posse da terra. A medida realizada foi a disseminação de capitanias pela colônia, criando defesas contra investidas dos inimigos.

Como foi o primeiro contato entre índios e portugueses?

Você sabe que o Brasil não era um deserto em 1500, não é? Como deve ter sido o primeiro contato entre índios e portugueses?

Vamos descobrir!

Cabral enviou para a terra avistada uma expedição no dia 23 de abril. O comandante era Nicolau Coelho, que chegou ao território por meio de um bote e estabeleceu os primeiros contatos com os índios.

A interação se deu de modo amistoso. Em 24 de abril, um grupo de indígenas foi levado à embarcação de Cabral. Foram-lhes oferecidos comida e vinho, mas eles não gostaram.

No dia 26, um domingo, o frade capuchinho Henrique de Coimbra celebrou a primeira missa do Brasil. Os indígenas estavam presentes e, pelas fontes, imitavam os portugueses nos gestos do rito católico.

A esquadra de Cabral partiu para a Índia no dia 2 de maio, mas deixou dois degredados no Brasil. Estes eram homens punidos com o exílio (degredo na linguagem da época) por algum tipo de crime. 

O objetivo de Cabral era de que aprendessem a língua nativa e fossem se familiarizando com a terra. Isso iria facilitar os contatos comerciais possíveis entre índios e portugueses, além da colonização que começaria tempos depois.

Qual é o verdadeiro dia do descobrimento do Brasil?

O dia do Descobrimento do Brasil atualmente não é feriado, mas entre 1891 e 1930 ele foi uma data cívica nacional. No entanto, a comemoração acontecia no dia 3 de maio, em vez do dia 22 de abril que conhecemos.

Curioso, não é?

Isso se deve ao fato de os documentos que relatavam a chegada dos portugueses aqui não serem precisos quanto a data. 

Uma interpretação dizia que, como Cabral chamou à terra descoberta de Ilha de Vera Cruz, a chegada teria sido no dia 3 de maio.

Neste dia, os católicos comemoram o dia da Santa Cruz. O nome seria então uma homenagem à festa. Essa interpretação perdurou até 1817.

Quando a família real portuguesa se transferiu para o Brasil em 1808, trouxe consigo a Carta de Pero Vaz de Caminha. Ela foi escrita para relatar o descobrimento ao rei D. Manuel, em 1500. Caminha era um escrivão da esquadra de Cabral.

Em 1817, o padre Aires de Casal publicou o documento pela primeira vez. Nele, a chegada é referida como tendo acontecido em 22 de abril de 1500.

Mas se isso aconteceu num ano tão anterior a 1891, por que 3 de maio passou a ser feriado a partir deste ano?

Porque em 21 de abril já se tinha o feriado de Tiradentes. Para evitar feriados seguidos, a data antiga foi retomada!

Agora pode ter surgido outra dúvida bem interessante na sua cabeça. Olha só!

Por que o nome do Brasil é Brasil?

Você viu neste resumo que quando o descobrimento do Brasil aconteceu, o primeiro nome dado ao território foi Ilha de Vera Cruz, não foi?

Quando os portugueses perceberam que não se tratava de uma ilha, mas de uma parte do continente americano, passaram a chamá-la de Terra de Santa Cruz. O que permaneceria por um bom tempo como nome oficial da colônia.

Contudo, como o principal produto de exploração era o Pau-Brasil, a árvore deu o nome informal à nação

Pero Gandavo escreveu um livro em 1575 sobre a história da colônia cujo título era “História da Província de Santa Cruz”, com subtítulo “a que vulgarmente chamamos Brasil”.

Com o tempo, o nome informal ganhou cada vez mais espaço e se tornou oficial para nomear a colônia. Legal né? É simples assim!

Gostou do nosso resumo do Descobrimento do Brasil? Compartilhe com os seus amigos e comente abaixo sobre as áreas que você deseja mais explicações.

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Simulado Beduka

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador