Artes

Neoclassicismo: entenda o contexto histórico e suas principais características!

Tudo o que você precisa saber sobre o Neoclassicismo!Tudo o que você precisa saber sobre o Neoclassicismo!

O Neoclassicismo é um movimento artístico que envolveu a literatura, a pintura, a escultura e a arquitetura. Ele surgiu na Europa do século XVIII e se espalhou pelo mundo até o século XIX. Por causa de seu contexto histórico, inspirou-se nos valores greco-romanos da Antiguidade Clássica, dando um toque de racionalismo e formalismo.

Neste artigo sobre Neoclassicismo, você encontrará:

  1. O que é Neoclassicismo
  2. Contexto histórico 
  3. Quais as Principais Características do Neoclassicismo
  4. Arquitetura, Pintura, Literatura e Escultura
  5. Neoclassicismo no Brasil

O que foi o Neoclassicismo?

O Neoclassicismo (que o próprio nome explica ser “o novo classicismo”) foi um movimento artístico e cultural. Ele surgiu na Europa começando no século XVIII e indo até meados do século XIX, mais ou menos de 1750 a 1850. 

De modo geral, esse movimento desenvolveu novos aspectos para a literatura, arquitetura, pintura e escultura. Tudo isso tinha como base a grande valorização da Antiguidade Clássica (Grécia e Roma). 

Mas antes de falarmos das características, precisamos analisar o contexto histórico em que esse movimento surgiu.

Contexto Histórico

No período entre o século XVIII e XIX, houveram muitas mudanças que impactaram todas as esferas da vida humana:

  • Alteração do pensamento filosófico para o Iluminismo
  • Acontecimentos da Revolução Industrial com um desenvolvimento tecnológico nunca visto 
  • Mudanças políticas da chocante Revolução Francesa
  • Acadêmicos publicando relatos detalhados e ilustrados de expedições arqueológicas, como a descoberta de Pompéia (antiga cidade destruída pelo vulcão Vesúvio, que virou até filme!)
  • Escritores como Winckelmann e Goethe, viram na cultura clássica uma “nobre simplicidade e tranquila grandeza”, despertando certa popularização dessa cultura por usá-las de inspiração em suas obras.
  • Saturação do Barroco, pois ele já tinha alcançado seu ápice, mas agora alguns  artistas o consideram exagerado demais, irregular e fútil

A questão estética influenciou, mas vale lembrar que a arte é a expressão dos valores de um local e tempo. Então, é natural que a mudança de pensamento leve a uma nova forma de arte.

Observe que os valores greco-romanos eram “puros” no período da Antiguidade Clássica. Com o passar dos tempo, foram se fundindo com os valores cristãos (Arte Românica, Filosofia Escolástica, etc.). 

No Classicismo houve um resgate da cultura Clássica e o rompimento com o teocentrismo, dando destaque ao ser humano. 

Mas o Renascimento não rompeu totalmente com as referências religiosas. Assim, a religião não é o principal, mas pode estar presente como um dos traços desse estilo.

O Neoclassicismo é diferente. Ele rompe com a influência da religião na elaboração de seus traços, porque é influenciado por políticas e filosofias que diminuíram a religião no meio público. 

Além disso, buscava reviver a cultura Clássica “na íntegra”, somado aos valores da razão pura, usando sistemas racionais e científicos.

Principais Características do Neoclassicismo

Agora que você já entendeu tudo o que estava acontecendo na época, as características gerais do Neoclassicismo farão sentido:

  • Buscavam o requinte com moderação
  • Temas com narração de fatos históricos ou do cotidiano
  • Racionalismo, academicismo e idealismo
  • Harmonia, Simplicidade e Equilíbrio das formas
  • Uso da Proporção e Simetria
  • Predomínio da linha reta, cores com clareza
  • Imitação da natureza
  • Referências à mitologia
  • Fixar padrões de beleza que resistissem ao tempo 
  • Valorização do passado histórico
  • Influência da Arte Clássica (greco-romana)
  • Baseado nos ideais Iluministas e Revolucionários Burgueses
  • Política voltada à democracia e patriotismo
  • Oposição ao Barroco e ao Rococó

Esse movimento se expressou na Arquitetura, Escultura, Pintura e Literatura. Vamos ver exemplos e conceitos próprios de cada uma dessas áreas.

Você é uma daquelas pessoas que tem fome de conhecimento? Então siga o Beduka no Instagram para conteúdos diários!

Arquitetura Neoclassicista

construçoes-ou-estruturas-ou-edificios-do-neoclassicismo-no-mundo

A arquitetura desse período ficou marcada por:

  • Uso de materiais nobres (mármore, granito) e modernos (ferro fundido)
  • Estruturas inspiradas nos romanos, como arcos e colunas
  • Tetos planos ou com abóbadas
  • Investimento em fachadas e cúpulas
  • Monumentos que se opunham ao estilo imperialista dos séculos passados
  • Uso de técnicas avançadas
  • Sistema de construção que busca ser simples dentro do possível
  • Uso de formas geométricas e simétricas

Os exemplos mais conhecidos de edifícios deste período são: 

  • Portão de Brandemburgo (Berlim
  • Panteão (Roma)
  • Capitólio (Washington)
  • Basílica Arquicatedral de São Estanislau e São Ladislau (Vilnius)
  • Igreja de la Madeleine (Paris)

O maior nome desse período foi o do arquiteto francês Pierre-Alexandre Barthélémy Vignon, responsável por erguer a construção ícone dos neoclássicos: a Igreja de Maria Madalena, situada em Paris.

ATENÇÃO

Apesar das bases do neoclassicismo buscarem evitar a influência da religião nos seus conceitos e características, isso não impede as instituições religiosas de construírem nesse estilo!

Literatura Neoclássica

literatura-neoclassicista-ou-arcadismo-no-brasil

Quando falamos das formas de agrupar os estilos em Artes, o termo correto são as Escolas de Artes (Escola Românica, Escola Neoclássica, etc.). Quando falamos em Literatura, usamos a expressão “Movimentos Literários”.

O Arcadismo foi o movimento literário que representou o Neoclassicismo. A literatura nesse período é revelada pela simplicidade na linguagem, os temas associados ao cotidiano, à natureza e à mitologia

  • Quer saber mais sobre o Arcadismo? Então leia o nosso artigo com as informações essenciais!

Pintura Neoclassicista

exemplos-de-pinturas-neoclassicistas

As características que marcam as pinturas desse período são:

  • Exatidão nos contornos, indicando formalismo 
  • Uso da proporção áurea (uma proporção algébrica que usavam para fazer cálculos precisos e aplicar nos desenhos)
  • Sobriedade nos ornamentos
  • Pinceladas que não marcam a superfície, dando um aspecto impessoal 
  • Harmonia e equilíbrio das cores (costumavam ser em tons frios)
  • Realismo na representação das figuras 
  • Muitos retratos humanos

Você já deve ter ouvido falar em alguns dos grandes pintores do Neoclassicismo:

Jacques-Louis David: desenvolveu o desenho linear e encontrou aspectos contemporâneos em obras antigas. Criou peças para eventos sociais, (desenhos de trajes e cenários). Pintor de Napoleão Bonaparte, recebeu homenagens após a Revolução Francesa. 

Jean Auguste Dominique Ingres: discípulo de David, desejava retratar os aspectos históricos da sociedade, tinha preferência por retratos, nudismo e valorizava os desenhos simétricos. 

Agora, conheças as pinturas mais famosas dessa época e uma breve informação do seu conteúdo:

  • O Juramento dos Horácios (Jacques-Louis David): é uma das obras mais conhecidas por apresentar a anatomia do corpo humano com sobriedade e rigor. 
  • A morte de Marat (Jacques-Louis David):: representou uma tragédia ocorrida durante a Revolução.
  • A morte de Sócrates (Jacques-Louis David):: ilustrou como seria a dramática história da morte do célebre filósofo grego Sócrates.
  • Apoteose de Homero (Jean Auguste Dominique Ingres): é a sua obra mais conhecida, representando Homero ser coroado por Ilíada e Odisseia.
  • Banhista de Valpinçon (Jean Auguste Dominique Ingres): obra que expressa o nudismo e se encontra no Louvre.
  • Júpiter e Tétis (Jean Auguste Dominique Ingres): novamente, retrata o nudismo e uma cena mitológica presente na Ilíada.
  • Napoleão rei da Itália (Andrea Appiani): retrata o monarca com detalhes realistas.

Escultura Neoclássica

esculturas-do-neoclassicismo

A França foi a referência na pintura e a Itália na escultura. As principais características encontradas nas esculturas neoclássicas foram:

  • Formas naturalistas com a anatomia real do corpo humano
  • Oposição ao contorcionismo exagerado (característica do Barroco)
  • Material das peças exposto (mármore), sem o colorido artificial na superfície
  • Forte presença do nudismo
  • Temas históricos com heróis ou mitológicos greco-romanos
  • Expressividade e drama discretos
  • Alto nível de formalidade e equilíbrio nas formas

Os maiores escultores neoclassicistas, conhecidos além de sua época até os dias de hoje, são:

Antonio Canova: mais lembrado como escultor, Canova foi um italiano também desenhista e pintor. Misturava aspectos da beleza universal com o clássico, difundindo suas obras para outros países. Suas estátuas de heróis e figuras mitológicas tinham um estilo incomum para a época. 

Albert Bertel Thorvaldsen: as expressões das estátuas são mais rígidas, pois o artista possuía um estilo mais tradicional, não influenciado pela cultura italiana. Inspirava-se na mitologia, mas fez estátuas de pessoas como o Papa Pio VII. 

Agora, você pode apreciar as seguintes esculturas bem famosas desse contexto:

  • Teseu derrotando o Centauro (Antonio Canova)
  • As três graças (Antonio Canova)
  • Maddalena Penitente (Antonio Canova)
  • Eros e Psiquê (Antonio Canova)
  • Perseu com a cabeça da Medusa (Antonio Canova)
  • Menino pastor (Albert Bertel Thorvaldsen)
  • Spartacus (Denis Foyatier)
  • Lucrécia Morta (Damià Campeny)

Neoclassicismo Brasileiro

neoclassicismo-no-brail-a-primeira-missa-no-brasil-quadro-de-e-interior-da-casa-frança-brasil-no-rio-de-janeiro-com-arquitetura-nesse-estilo

O Neoclassicismo chegou ao Brasil já no século XIX, no ano de 1816. Na época, o Rio de Janeiro passava por uma revitalização por causa da vinda da família real. Então, a Missão Artística Francesa foi contratada para fundar e dirigir a Escola de Artes e Ofícios.

Com ela, o arquiteto Grandjean de Montigny trouxe elementos desse novo estilo. Podemos ressaltar três construções, todas no Rio de Janeiro:

  • Casa França-Brasil
  • PUC-Rio
  • Fachada da Academia Imperial de Belas Artes

Alguns anos depois, a Academia Imperial de Belas Artes recebeu pintores estrangeiros. Os grandes nomes são Jean-Baptiste Debret e Nicolas-Antoine Taunay. Embora mantivessem o estilo, Taunay se dedicou a pintar as paisagens cariocas.

Algumas das pinturas famosas são:

  • Loja de Sapateiro (Jean-Baptiste Debret)
  • Pintura do Rio de Janeiro (Nicolas Antoine Taunay)
  • A primeira missa no Brasil (Victor Meirelles)
  • Independência ou morte (Pedro Américo)

É importante ressaltar que esse movimento não foi muito representativo no Brasil artisticamente, mas há um número razoável de esculturas, monumentos e prédios com essas influências.

O interessante é notar que isso gerou uma repercussão política e cultural. As novas filosofias que inspiraram essa arte se alastraram pelo país, impulsionando e influenciando os protestos, manifestações e a literatura brasileira.

Na literatura brasileira, o Arcadismo teve como marco inicial a publicação de “Obras Poéticas”, de Cláudio Manuel da Costa em 1768. Além dele destacam-se os escritores: Basílio da Gama e Tomás Antônio Gonzaga.

Gostou do nosso artigo sobre Neoclassicismo? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador