Biologia

O que um biólogo faz: graduação, áreas de atuação, salário e muito mais!

O que um biólogo faz

O biólogo é o profissional que estuda as relações entre os seres vivos e os ambientes relacionados a eles. Suas funções mais básicas são analisar, catalogar e desenvolver projetos relacionado ao seu tema base. Contudo, é uma área muito ampla que vai desde a sala de aula, passa pelo campo aberto e chega até às empresas. Fique conosco para descobrir todos os detalhes sobre o que um biólogo faz!

Neste artigo sobre o que um biólogo faz, você encontrará:

  1. Como ser um biólogo
  2. O que um biólogo faz
  3. Remuneração

Como ser um biólogo

Apesar de existir uma ideia predominante de que os biólogos trabalham apenas dando aula ou dormem em barracas e coletam insetos…, não é bem assim que as coisas acontecem!

É verdade que sempre houve quem se interessasse pela natureza. Contudo, no contexto mundial atual, nota-se uma preocupação crescente em relação ao meio ambiente. Os problemas ambientais tem afetado diretamente a vida humana e a busca por soluções tem sido cada vez mais incentivadas. Nesse contexto, o biólogo ganha destaque!

Antes de saber exatamente o que um biólogo faz, nós precisamos entender o que as pessoas fazem para se tornar biólogos!

Existe um campo extremamente amplo para os interessados e a graduação de biologia, que é o primeiro passo para quem quer se tornar um biólogo, nos mostra essa variedade de opções:

Como é o curso de biologia?

Para que alguém se torne um biólogo, é preciso ser graduado – ter bacharelado ou licenciatura – no curso de biologia. Veja algumas informações abaixo sobre o curso:

Nome do curso: Ciências Biológicas

Duração: 4 anos

Como entrar: Por vestibulares, ProUni e Fies (universidades particulares) ou SisuEnem (universidades públicas)

Melhores faculdades: temos um artigo só sobre isso!

Graus: bacharelado ou licenciatura (formação específica para dar aula em ensino básico ou superior, público ou particular)

Trabalho de Conclusão de Curso (TCC): obrigatório

Estágio: obrigatório a partir do 3° ano de curso

Veja algumas matérias presentes na graduação de Biologia para ficar por dentro da variedade de assuntos:

  • Bioética em Saúde
  • Biologia Molecular
  • Biossegurança
  • Botânica
  • Citologia
  • Ecologia
  • Ecossistemas
  • Educação Ambiental
  • Embriologia
  • Fisiologia
  • Genética
  • Gestão Ambiental
  • Imunologia e Parasitologia
  • Microbiologia
  • Morfologia Ambiental
  • Gestão Ambiental
  • Toxicologia 

O que um biólogo faz

Após terminar a graduação o recém formado pode optar por duas vias: fazer o registro profissional no Conselho Regional de Biologia (CRBio) do estado e tentar iniciar a carreira OU continuar estudando ao fazer pós-graduações: mestrado e doutorado. 

Devido a vastidão do estudo biológico e do grande número de profissionais, quase nenhum biólogo consegue um emprego fixo, estável e bem remunerado sem fazer pós-graduação. É ela que lhe garantirá um currículo atrativo e um estudo direcionado.

A essa modalidade damos os nomes de especialização, e são elas que definem a área de atuação de cada biólogo

Locais de trabalho do biólogo

Veja essa listinha com alguns locais de trabalhos possíveis para um biólogo:

  • Zoológicos
  • Parques florestais e turísticos
  • Institutos de pesquisa
  • Museus voltados para a área biológica
  • Indústrias farmacêuticas
  • Laboratórios clínicos 
  • Assessoria ambiental para Empresas
  • Educação
  • Órgãos públicos 

Agora que já enxergamos que os locais são bem diversos, podemos imaginar a variedade de funções. Vamos detalhar em que consiste a atuação em algumas áreas de especialização:

12 Áreas de atuação do biólogo

  • Arborização urbana

O biólogo vai trabalhar para a manutenção das árvores que ocupam a área urbana e o paisagismo que é aplicável. Categoriza quais espécies são mais indicadas para aquele local, visto as características do ambiente ao redor: fauna e flora. Normalmente, esse trabalho ocorre junto a um órgão público.

  • Bioinformática

Essa é uma área muito importante para pesquisas, pois é preciso criar softwares capazes de processar os dados conseguidos nos estudos, de forma adequada e legível biologicamente. O profissional precisa não apenas conhecer biologia como informática.

Exemplo disso é a criação de um banco de dados capaz de identificar genes, prever a configuração espacial de proteínas, identificar inibidores de enzimas, simular células, etc.

  • Biologia forense

Esse trabalho está vinculado aos órgãos de perícia das polícias e visa analisar fluidos e resíduos corporais para ajudar na solução de crimes. Podem ser do setor público ou privado.

  • Biorremediação

É um trabalho que analisa, previne ou tenta reverter as contaminações que possam ser causadas no meio ambiente, principalmente por poluição, vazamento de óleo, despejo de resíduos, etc. Além de analisar e acompanhar a contaminação, estuda a utilidade de plantas e microorganismos para ajudar na limpeza. 

  • Saúde pública

Por estudar os serem vivos, o biólogo consegue analisar vírus e bactérias que possam causar danos à saúde humana, como os casos das epidemias.

Este profissional não só analisa amostras, mas cataloga, traça estratégias e relaciona conhecimentos teóricos para solucionar problemas de saúde pública.

Em órgãos públicos, um biólogo pode assumir atribuições de Agente de Saúde e Sanitarista; mas no geral, o biólogo faz parte de uma equipe com outros profissionais da saúde. Ele ajuda na elaboração de políticas públicas de saúde com o objetivo de prevenir epidemias e conscientizar a população sobre parasitas e doenças.

Veja as doenças que mais caem no Enem!

  • Biologia marinha

Como o nome diz, analisa especificamente as espécies marinhas, buscando entender o seu habitat e ajudar a preservar espécies. São feitas muitas pesquisas nesse campo e se vê a interferência do homem e seus impactos, a fim de minimizá-los. O biólogo marinho realiza muitas saídas de campo para coletar amostras e observar o comportamento das espécies marinhas. 

  • Indústrias

Nessa área, a pesquisa é bastante comum e o biólogo trabalha em parceria com outros departamentos para desenvolver novos produtos; principalmente, os que envolvem biotecnologia. Também pode ajudar na indústria de equipamentos técnicos utilizados em laboratório ou até na indústria farmacêutica.

  • Controle de pragas

Este especialista é responsável por identificar as pragas que possam trazer prejuízos e buscar formas de combatê-las sem causar outros danos ambientais, por causa da teia de relações ambientais que existem entre os seres. Durante o processo, realiza-se visitas ao local que podem ser grandes cidades, campo, controle de doenças e outros. Além de eliminar pragas, o biólogo atua também no controle de transmissão de doenças entre animais.

  • Ecodesign

Essa é uma área recente e de muita importância. Este profissional ajuda na criação de produtos considerados sustentáveis e biodegradáveis, desenvolvendo novas soluções que contribuam com a preservação ambiental.

  • Genética

Esse é um campo em expansão, o biólogo pode trabalhar com diagnóstico de doenças genéticas, experimentos e engenharia genética. Existem ainda os estudos recentes e modernos, como pesquisa de células-tronco, mapeamento genético, DNA e outros avanços da medicina. 

  • Zoologia

Na zoologia, o foco está no comportamento animal e nos estudos realizados com eles. A observação pode ser no habitat natural, zoológicos, parques de preservação, entre outros. Em outras situações, o zoologista pode atuar em grandes empresas que usam animais em pesquisa, como para desenvolvimento de medicamentos ou cosméticos.

  • Gestão Ambiental

O biólogo que atua como gestor ambiental cuida da sustentabilidade de uma empresa, utilizando práticas e métodos administrativos que reduzam o impacto de suas atividades na natureza. É muito importante também do ponto de vista econômico, pois pode levar à redução de custos, evitar desperdícios e reutilizar materiais, além de melhorar a imagem da organização perante os consumidores.

Remuneração e mercado de trabalho do biólogo

Por atuar com diferentes áreas, o biólogo encontrará um mercado bastante diversificado. Para que possa concorrer com especialistas, que muitas vezes são formados em outras áreas semelhantes, é indicado que se tenha no mínimo uma especialização e alguns diferenciais no currículo, como língua estrangeira e experiências ou pesquisas adquiridas nos estágios da faculdade.

Quem quiser dar aulas em ensino básico, a especialização não é tão exigida. Se tiver, maior a chance de conseguir o cargo, pois terá que competir com muitos outros profissionais. Se for o caso de aulas em educação superior, as especializações importam muito!

De acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, o salário varia muito com a área de atuação e grau de especialização, além de sofrer interferências pela necessidade momentânea da profissão. 

O salário médio desse profissional é de R$ 2.600, mas o valor pode chegar a cerca de R$ 7.000,00 em uma empresa como a Petrobras para um cargo júnior. Se o objetivo é ter fartura, existem áreas como neurociência e microbiologia onde é possível conseguir alta remuneração: cerca de R$ 30.000,00.

Gostou do nosso artigo sobre o que um biólogo faz? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador