Português

O que é crônica? Definição, principais características e tipos!

O que é crônicaO que é crônica? Veja as características e exemplo!

A crônica é uma narrativa curta e histórica que segue uma ordem cronológica. Ela é marcada por normalmente retratar temas do cotidiano. Para entender o que é crônica, saiba que ela possui poucos personagens e seu principal meio de veiculação são os jornais. Há 8 principais tipos de crônicas classificadas quanto à sua abordagem. 

Neste artigo sobre o que é Crônica, você encontrará todos os tópicos abaixo, com explicações e exemplos detalhados. 

Se quiser, clique em um tema para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é Crônica?
  2. Principais características das crônicas.
  3. Quais são os tipos de crônicas.
  4. Narrativa.
  5. Humorística.
  6. Descritiva.
  7. Histórica.
  8. Jornalística.
  9. Ensaio.
  10. Filosófica.
  11. Lírica. 
  12. Principais cronistas brasileiros.
  13. Machado de Assis.
  14. Lima Barreto.
  15. Cecília Meireles.
  16. Rubem Braga.
  17. Clarice Lispector.
  18. Exemplo do que é uma crônica.
  19. Como fazer uma crônica? (6 passos).

O que é crônica? 

A Crônica é um gênero textual que tem como principal característica a compilação de fatos cotidianos. Ela possui uma ordem de sucessão no tempo, poucos personagens, é de curto tamanho, costuma gerar alguma reflexão e normalmente é publicada nos jornais e revistas.

Agora que você leu a definição do que é uma crônica e criou uma ideia geral, fica mais fácil detalhar para entender melhor:

Ela é muito utilizada em textos cotidianos publicados por revistas, jornais ou blogs, porque as crônicas fazem parte de uma escrita mais simples e fácil de ser compreendida

Além disso, é responsável por tornar o texto mais próximo ao leitor. Isso permite que o texto se torne mais simples, como uma conversa entre amigos, tornando a leitura mais divertida.

Dentre os diversos tipos de textos que possuímos, a crônica é a mais utilizada para descrever situações do nosso dia a dia. Em geral, as crônicas tratam de temáticas comuns sobre assuntos que estão na ‘boca do povo’.

Bastante objetivos, eles conseguem apresentar uma crítica de forma objetiva, sem muitos detalhes e, muitas vezes, fora dos padrões textuais que estamos acostumados.

Quais são as principais características da crônica?

principais características de uma crônica

As principais características da crônica são:

  • O uso de poucos personagens (muitas vezes nenhum);
  • Quando há personagens, eles são comuns;
  • Caráter crítico sobre comportamentos, situações, etc;
  • Textos de fácil compreensão, curtos e objetivos;
  • O uso do humor crítico, irônico e sarcástico;
  • Segue um tempo cronológico determinado;
  • Linguagem simples e coloquial, utiliza de outros meios para atrair a atenção do leitor.

São mais de 200 resumos gratuitos no Instagram do Beduka. Aproveite!

Quais são os tipos de crônicas?

quais são os tipos de crônicas

Apesar de apresentar assuntos de maneira simples e clara, para saber o que é crônica é preciso conhecer como elas são classificadas.

Os principais tipos de crônicas são 8 :

  • Crônica narrativa
  • Crônica humorística
  • Crônica descritiva
  • Crônica histórica
  • Crônica jornalística
  • Crônica ensaio
  • Crônica filosófica
  • Crônica lírica

Aqui no Beduka já ensinamos como estudar redação para o ENEM, como fazer um texto nota 1.000 e quais palavras você pode usar para enriquecer seu texto

O objetivo dessa vez é detalhar o que é crônica e explicar as característica de cada tipo:

Crônica narrativa

Como o próprio nome já diz, esse tipo de texto geralmente conta uma história sobre rotinas ou temas do cotidiano. Como ela conta uma história, não há grandes reflexões ou argumentações.

Pode ser escrito em 1º ou 3º pessoa do singular. Apresenta personagens, tempo e espaço e possui humor, ação e crítica.

Neste caso, pode ser definida como um gênero textual ou literário que narra o dia a dia sob uma ótica individual.

Apresenta muitos elementos da linguagem narrativa, só que usada em formato de crônica.

Crônica humorística

Comum em diversas crônicas, sua característica principal é o humor dentro do texto para entreter o público, não poupando referências a figuras contemporâneas.

Usa da ironia para criticar a realidade, a política, a cultura, a economia, etc.

Crônica descritiva

Em geral, trata-se de um texto descritivo sobre situações corriqueiras, dando características sobre o local e/ou personagens que aparecem de forma mais detalhada.

Os atributos das pessoas, animais e objetos são bem detalhados. A linguagem é dinâmica e conotativa, revelando as características do local e dos personagens envolvidos.

Crônica histórica

Assim como todas as outras, utiliza uma linguagem mais leve. Porém, fala sobre assuntos reais. Inclusive, quando foi desenvolvida, a crônica tinha como objetivo apenas relatar fatos históricos por meio de boletins informativos.

A crônica histórica possui personagens que vivem um acontecimento histórico específico e real. O tempo e o espaço são definidos, então se aproxima da narrativa só que com mais veracidade.

Crônica jornalística

Diversas vezes utilizada pela mídia imprensa nos meios de comunicação, pode ser veiculada em jornais, revistas, boletins, etc. 

Ela inclui fatos do cotidiano para dar vida ao texto. Tudo isso além de expressões simples e conhecidas e se aproxima do estilo dissertativo.

Crônica-ensaio

Aqui o cronista faz duras críticas a instituições de poder, além das relações sociais. Tudo feito de maneira irônica e sarcástica.

Crônica filosófica

Traz uma reflexão sobre um fato ou evento. O personagem pode se assemelhar a um filósofo ou até mesmo ser um. A crônica foca em seu tempo mental, no qual reflete sobre algo comum que viu.

Crônica lírica

O autor relata algum fato com traços de sentimentalismo e nostalgia. Ela se aproxima dos gêneros literários mais poéticos, por ter esse caráter mais emotivo e passional.

Quais são os principais cronistas brasileiros?

quem são os principais cronistas brasileiros

Machado de Assis

Um dos mais renomados escritores brasileiros e mundiais, o escritor produziu diversas crônicas. Você pode saber sobre o homem que criou a Academia Brasileira de Letras no nosso artigo sobre ele e suas obras.

Algumas de suas criações mais famosas estão reunidas e disponíveis para download na biblioteca digital do Ministério da Educação. O autor está entre as exigências básicas para o ENEM e a FUVEST, sendo o grande representante do realismo.

Lima Barreto

Além do seu trabalho como jornalista, o escritor do pré-modernismo brasileiro gostava de abordar temáticas sociais dentro de suas crônicas. Seus trabalhos já foram reunidos e publicados por grandes editoras

Cecília Meireles

Supersticiosa e dona de uma criatividade ímpar, a autora foi responsável por grandes crônicas do nosso país (estimam mais de 2.500 obras). Sua última crônica foi publicada em 1964, ano do seu falecimento

Rubem Braga

O jornalista foi responsável por diversas obras como: “O Conde e o Passarinho” e “O Morro do Isolamento”. Suas crônicas tinham um tom lírico, humorístico e extremamente irônico

Clarice Lispector

Naturalizada brasileira ainda pequena, Clarice foi reconhecida como uma das mais importantes escritoras do século XX. Além dos diversos romances publicados como “a hora da estrela”, também foi jornalista e dedicava seu tempo a produzir crônicas como: “Aprendendo a viver”, “A descoberta do mundo” e um conto chamado “Amor”.

Exemplo do que é uma crônica

Furto de flor

Furtei uma flor daquele jardim. O porteiro do edifício cochilava, e eu furtei a flor.

Trouxe-a para casa e coloquei-a no copo com água. Logo senti que ela não estava feliz. O copo destina-se a beber, e flor não é para ser bebida

Passei-a para o vaso, e notei que ela me agradecia, revelando melhor sua delicada composição. Quantas novidades há numa flor, se a contemplarmos bem.

Sendo autor do furto, eu assumira a obrigação de conservá-la. Renovei a água do vaso, mas a flor empalidecia. Temi por sua vida. Não adiantava restituí-la no jardim. Nem apelar para o médico de flores. Eu a furtara, eu a via morrer.

Já murcha, e com a cor particular da morte, peguei-a docemente e fui depositá-la no jardim onde desabrochara. O porteiro estava atento e repreendeu-me.

– Que ideia a sua, vir jogar lixo de sua casa neste jardim!

Carlos Drummond de Andrade. Contos plausíveis. Rio de Janeiro, José Olympio, 1985. p. 80.

Note como ela é simples, curta, remete ao cotidiano, mas conduz o leitor à reflexão a partir dos fatos banais. Quem a escreveu não foi ninguém menos do que Carlos Drummond de Andrade:

Mais exemplos de crônicas que são famosas e você pode consultar depois:

  • O primeiro beijo – Clarice Lispector
  • O escrete de loucos – Nelson Rodrigues
  • Aquarelas – Machado de Assis
  • A casa materna – Vinícius de Moraes

Como fazer uma crônica? (em 6 passos)

Este é o passo a passo resumido para fazer uma crônica:

  1. Leia outras crônicas para se inspirar
  2. Defina um fato cotidiano sobre o qual você vai falar
  3. Use uma linguagem simples
  4. Use poucos personagens
  5. Seja curto, não escreva muitas páginas
  6. Revise sua crônica

Agora veja a explicação completa de cada item:

Leia muitas crônicas. Não adianta querer fazer sem saber como os grandes fizeram antes de você. Leia as crônicas dos cronistas brasileiros já consagrados que citamos neste artigo e inspire-se.

Escolha um fato cotidiano, pense no que ele pode ensinar e escreve alguns parágrafos sobre isso, levando quem lê a refletir. É muito importante escolher um fato que chame a atenção do leitor e do autor.

Por exemplo, é normal em alguns lugares haver um engraxate. Você pode abordar o assunto de engraxar sapatos e terminar com uma lição de humildade ou mostrar que as pessoas não prestam atenção ao engraxate, ainda que estejam recebendo seu serviço.

Confira as características da crônica e aplique no seu texto (linguagem simples, direta, poucos personagens, etc).

Separe um tempo, se organize. Isso te ajudará a ter mais foco na hora de criar uma crônica. Inclusive, nós temos dicas para estudar que servem para a hora de produzir textos!

Também é necessário ler sobre o tema escolhido e ter opiniões sobre ele para colocá-las no seu texto. O estudo e pesquisa são importantes até mesmo aqui! 

Estude gramática nos assuntos de concordância e ortografia, pois um texto tem de ser claro e objetivo, além de obedecer à norma culta.

Depois de terminar o texto, lembre-se de revisar se o texto que você escreveu é realmente uma crônica. Há personagens demais? Falta opinião? Reflita sobre essas questões! 

Outra boa dica é pedir a alguém diferente corrija para você, pois ela pode enxergar coisas que você já está acostumado, mas poderiam melhorar.

Se gostou do nosso artigo sobre o que é crônica, confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Redação Beduka
Redação Beduka
A equipe de redação do Beduka é composta por profissionais de várias formações (professores, jornalistas, filósofos), sempre prontos a oferecer os melhores conteúdos educacionais com foco no Enem e colaborar com a formação de todos os alunos. Sinta-se a vontade para deixar o seu comentário!

3 Comentários

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador