Biologia

Você sabe o que são Poríferos? Vem conferir com a gente a explicação completa!

Você sabe o que são Poríferos - Vem conferir com a gente!Você sabe o que são Poríferos? Vem conferir com a gente!

Os Poríferos são seres aquáticos, invertebrados, de vida fixa, possuem poros, são filtradores e seus principais representantes são as esponjas! Contudo, para compreender totalmente o que são Poríferos, é necessário conhecer sua estrutura, suas especificidades e como são seus mecanismo de sobrevivência!

Fique conosco, pois neste artigo sobre o que são Poríferos, você ainda encontrará:

  1. O que são Poríferos – definição
  2. Filos e ordem de complexidade
  3. Características dos poríferos: estrutura, respiração, reprodução, habitat, alimentação
  4. Curiosidades
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que são Poríferos?

Os poríferos também são chamados de esponjas ou espongiários. Eles são animais invertebrados (não possuem esqueleto rijo com coluna vertebral e crânio), aquáticos e não se movimentam livremente porque vivem fixos em um substrato (solo, pedra, etc). 

Eles são chamados de poríferos porque possuem vários poros por todo o corpo e possuem diversos formatos (vaso, tubo e barril), tamanhos e cores. Mais adiante veremos os detalhes de sua estrutura! 

Os poríferos pertencem ao Filo Porifera, mas o que isso significa? Você deve se lembrar de uma matéria que estuda as classificações dos seres vivos, a taxonomia

Os maiores agrupamentos que podemos fazer de seres vivos são os Reinos (Protista, Monera, Fungi, Plantae e Animalia). Uma vez que estamos no Reino Animália, pois as esponjas são animais, podemos agrupar os seres deste Reino em Filos.

Os Filos são estudados em ordem de complexidade, mas não é algo absoluto porque os critérios podem ser reavaliados. Normalmente, estudamos os Filos do Reino Animália nesta ordem:

Portanto, estamos lidando com o Filo “mais simples” do Reino animal e você verá adiante que eles possuem várias estruturas e funções específicas. Imagine como serão os próximos seres!

Habitat e alimentação dos Poríferos

O habitat da maioria das espécies é o ambiente marinho embora algumas poucas possam viver em água doce. Além do solo e das pedras, também podem se fixar em conchas, casos de navegações e até areia. 

Mesmo vivendo fixos, os poríferos podem viver sozinhos ou se agrupar e formar colônias; essas são as “macroestruturas” que podem formar. 

A sua alimentação são partículas orgânicas que ficam suspensas na água, como protozoários e algas unicelulares. Quando filtradas, são capturadas por células que digerem parte das substâncias. Portanto, só realizam digestão intracelular.

As esponjas ainda podem servir de alimento para algumas espécies de animais como moluscos, ouriços-do-mar, estrelas-do-mar, peixes e tartarugas.

Curiosidades

  • Acredita-se que existam mais de 10 mil espécies de esponjas em todo o mundo!
  • Antes da criação das esponjas sintéticas de banho, as esponjas naturais eram usadas. (Já pensou em passar o esqueleto de um animal pelo seu corpo?).
  • Algumas substâncias produzidas pelos poríferos podem ser usadas para fabricação de antibióticos e cosméticos.
  • Eles são encontrados desde as regiões mais rasas das praias até profundidades de 6 mil metros!
  • Como costumam viver em ambientes não poluídos, são ótimos bioindicadores da qualidade da água.
  • Embora sejam fixos, podem apresentar estágios larvais móveis.

Características dos poríferos

Sabemos que todos os animais possuem estruturas que desempenham suas funções vitais: respiração, circulação, alimentação, digestão, excreção, reprodução, etc.

Contudo, às vezes nos esquecemos que nem todos os animais têm sistemas, ou seja, nem todos precisam de órgãos para fazer isso e este é o caso das esponjas! Elas não possuem sistemas, órgãos ou tecidos verdadeiros. 

Toda sua estrutura é composta por células com funções especializadas, contudo, essas células não se agrupam para formar tecidos. Veja:

Estrutura geral dos Poríferos

Estrutura-e-tipso-de-células-dos-poríferos-desenho-com-as-partes-da-esponja

Os poríferos possuem paredes perfuradas por poros e uma cavidade interior que recebe o nome de átrio ou espongiocele. Embaixo há a sua base de fixação e em cima há uma grande abertura na estrutura da esponja que se chamada ósculo.

O sentido de movimentação da água é: entra pelos poros na parede, passa pela espongiocele e sai pelo ósculo.

Externamente, são revestidos por células chamadas pinacócitos que são achatadas e bem unidas. Por isso, a parede externa recebe o nome de pinacorderme. Já a cavidade interna é revestida pelos coanócitos, células em formato de ovo e com flagelos. 

Existem ainda as células chamadas amebócitos, presentes livremente entre as camadas de pinacócitos e coanócitos. A função de cada uma dessas três células veremos no próximo tópico!

Origem do esqueleto dos Poríferos

O esqueleto das esponjas é interno e pode ser de origem orgânica (fibras de colágeno, como as esponginas) ou inorgânica ( espículas de calcário ou sílica). Você já deve imaginar que as esponjas utilizadas no banho são as orgânicas, afinal, passar espículas duras na pele causaria danos!

Tipos de esponjas

Algumas esponjas podem ser classificadas quanto ao seu formato e complexidade. Essa nomenclatura não costuma cair em provas, contudo, pode ser que o seu professor peça  ou que cobrem estes termos nos vestibulares mais concorridos. Portanto, dê uma olhada com atenção:

  • Áscon: mais simples e apresentam formato de um cilindro oco e 1 ósculo.
  • Sícon: com uma complexidade intermediária, apresentam o aspecto de um vaso.
  • Lêucon: é a mais complexa, pois o átrio é reduzido e a parede é composta por um sistema de canais e câmaras.
Tipos-de-poríferos-tamanhos-e-formas-e-cores-diversos-das-esponjas-do-mar

Funções dos Poríferos (respiração, circulação, etc)

  • Respiração

A água passa pelas esponjas em um determinado sentido e, ao sair pelo ósculo, está “mais limpa” em relação a que entrou. Por isso, dizemos que as esponjas são seres filtradores. 

O que acontece é que as células da parede capturam os elementos, incluindo as moléculas gasosas. Logo, quando a água entra é fornecedora de oxigênio e, ao sair, carrega dióxido de carbono. Portanto, as trocas gasosas ocorrem por difusão!

  • Digestão

Ao passar, a água carrega todas as partículas presentes, incluindo algas unicelulares, protozoários e outros microorganismos. Os amebócitos ficam dispersos por toda a parede e conseguem capturar e digerir esses elementos orgânicos.

Portanto, dizemos que a digestão dos poríferos é apenas intracelular. Vale ressaltar que os  amebócitos são responsáveis por grande parte da digestão mas a outra parte fica com os coanócitos. 

  • Circulação

Os flagelos presentes nos coanócitos servem como hélices, eles batem rapidamente e acabam gerando a circulação da água e de todas partículas presentes. Logo, podemos dizer que são  estruturas análogas ao sistema circulatório, já que não são um sistema.

  • Sensibilidade

As esponja não possuem sistema nervoso ou sequer células nervosas definidas. Porém, são capazes de reagir ao toque, isso porque todas as suas células possuem certa sensibilidade primitiva, suficiente apenas para identificar um estímulo e conduzi-lo lentamente

Reprodução dos Poríferos

Embora sejam seres mais simples se comparados aos outros filos, os Poríferos possuem duas formas de reprodução:

Reprodução assexuada

A reprodução assexuada é aquela em que não há produção de gametas de diferentes indivíduos, portanto, não há variabilidade genética. Nos Poríferos, existem 3 tipos de reprodução assexuada:

  • Brotamento ou gemiparidade

Quando a esponja se encontra em um ambiente muito favorável( com concentrações específicas de temperatura, concentração de oxigênio e alimento), pode acontecer de ela crescer muito e desenvolver brotos laterais.

Esses brotos se destacam, caem em um substrato e crescem em um novo ser.

  • Gemulação

Ocorre quando algumas esponjas de água doce ficam sujeitas à escassez de água. Nessa condição, como mecanismo de proteção e sobrevivência, elas geram pequenas bolsas com células em baixa atividade metabólica protegidas por um revestimento. 

Quando as condições voltam a ser favoráveis, essas bolsas se rompem e formam novas esponjas.

  • Regeneração

Caso sofram algum dano (como um grande peixe, pessoa ou embarcação que trombar com a esponja), além de recuperar a esponja original, os pedacinhos que se dispersarem podem gerar novos seres. 

Reprodução sexuada

Tipos-de-reprodução-dos-poríferos-reprodução-sexuada- imagem-com-as-etapas-da-reprodução-e-formas-larvais-e-gametas-das-esponjas

A reprodução sexuada é caracterizada pela produção de gametas e o fenômeno da fecundação.

Em algumas esponjas há o mesênquima, uma porção gelatinosa no interior, que podem formar células reprodutoras. Os espermatozoides são produzidos a partir de amebócitos e são lançados na cavidade central. Seguem o fluxo da água e saem pelo ósculo, chegando ao oceano livre.

Se forem filtrados por uma esponja com gametas femininos, serão capturados pelos coanócitos e fecundarão o óvulo. Forma-se então o zigoto (ou ovo), a primeira célula de todo novo indivíduo animal. 

Essa célula cresce por mitoses e forma uma larva móvel, sai pelo ósculo, nada até se fixar em um substrato e se transforma em uma esponja.

  • Agora você já sabe tudo sobre o que são poríferos e já está pronto para encerrar com chave de ouro treinando e fixando o conteúdo com os nossos exercícios sobre poríferos!

Gostou do nosso artigo sobre o que são Poríferos? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador