Biologia

Entenda o que são Cordados e confira este resumo com ilustrações!

Descubra já o que são Cordados!Descubra já o que são Cordados!

O Filo Chordata abriga os seres que compartilham características embrionárias exclusivas: notocorda, cordão nervoso, fendas branquiais, podem ser vertebrados ou não, etc. Para entender mesmo o que são Cordados, você ainda precisa conhecer os Subfilos, as Superclasse e as Classes mais famosas, além de saber suas principais características!

Neste artigo sobre o que são Cordados, você encontrará:

  1. O que são Cordados: definição, onde vivem, exemplos de animais
  2. Quais são as principais características dos cordados?
  3. Classe dos Cordados – o que são Protocordados?
  4. Fisiologia dos Cordados: sistema digestório, circulatório, respiratório, excretor, reprodutor
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que são Cordados?

Os Cordados são os seres do Filo Chordata, pertencentes ao Reino Animal. O nome do Filo vem do latim, “chorda”, que significa “corda”. Por esse motivo, a característica mais marcante dos animais deste grupo é ter notocorda na fase embrionária para sustentação do corpo. 

Seus representantes mais conhecidos são os peixes, répteis, anfíbios, aves e mamíferos, mas existem outros menos conhecidos e muito importantes! Este Filo ocupa a última posição na ordem atualmente mais aceita, indicando maior complexidade:

Vamos conhecer as outras características gerais deste Filo!

Quais são as principais características dos Cordados?

  • Durante a fase embrionária, todos apresentam tubo nervoso dorsal, notocorda, fendas faringianas e cauda pós-anal.
  • Apresentam esqueleto interno, seja ósseo ou cartilaginoso.
  • Todos possuem Sistema Digestório Completo
  • O coração é ventral e a circulação é toda em vasos sanguíneos (fechada).
  • A maioria é vertebrado, mas há alguns poucos invertebrados.
  • São pluricelulares, eucariontes e com muitas organelas.
  • São seres Triblásticos (apresentam os três folhetos embrionários).
  • Possuem celoma bem desenvolvido (cavidade que abriga vísceras).
  • Possuem o corpo dividido em segmentos específicos, cada um com uma função. 
  • Ocupam todos os tipos de habitats: terrestres, aquáticos doces ou salgados, ares, etc.
  • Alimentação é variada, de acordo com a espécie. Podem ser Carnívoros, Herbívoros ou Onívoros.
  • Apresentam Simetria bilateral: possuem apenas um eixo de simetria, ou seja, há uma forma de separar esses indivíduos em duas partes iguais, em um eixo vertical.
  • São Deuterostômios: Assim como os Equinodermos, na fase embrionária, o ânus é formado primeiro que a boca. Em todos os outros filos a boca é formada primeiro e são chamados de Protostômios.

Vamos entender alguns termos novos e exclusivos deste Filo:

A Notocorda, também chamada de corda dorsal, é um bastão formado por células nervosas que se formam somente nos embriões dos Cordados. Essa estrutura se origina a partir da diferenciação da mesoderme, sendo que sua função é a de sustentar o tubo nervoso. Na maioria dos cordados, essa estrutura some no fim da fase embrionária.

O Tubo Nervoso, ou Sistema Nervoso Dorsal, origina-se da ectoderme do embrião e fica sob a Notocorda. A partir dele, o Sistema Nervoso como um todo vai se desenvolvendo. Na parte anterior do corpo do embrião, o cordão se dilata e forma a vesícula encefálica. Ela se desenvolverá até originar o encéfalo nos vertebrados.

As Fendas Branquiais, também chamadas de fendas faringianas, têm função respiratória no embrião. Ao longo do desenvolvimento, elas se mantém nos Peixes, mas nos outros seres elas se fecham e originam a tuba auditiva.

A Cauda dos cordados é uma extensão do eixo de sustentação dorsal que ultrapassa a região do ânus, sendo constituída por músculos e notocorda. Com o desenvolvimento do embrião, ela vai adquirindo funções de acordo com o ser. 

Nos peixes serve para natação, nos répteis tem função de ataque e defesa, nos mamíferos serve para locomoção e nos humanos ela se atrofia, formando o cóccix ao final da coluna vertebral.

Classificação dos Cordados – o que são Protocordados?

Subfilos-dos-Cordados-protocordados-cefalocordados-vertebrados-e-urocordados

Como sabemos pela Taxonomia, dentro de cada Filo existem as Classes. Embora não seja muito comum, hoje em dia há os Subfilos, que estão acima das Classes e abaixo dos Filos.

No Filo dos Cordados, há três subfilos muito importantes:

  • Cephalochordata (cefalocordados)
  • Urochordata (urocordados) 
  • Vertebrata ou Craniata (vertebrados)

Os cefalocordados e urocordados são mais simples, sem crânio nem coluna vertebral. Ou seja, são invertebrados e mais primitivos, por isso são chamados de Protocordados.

Os vertebrados são os que possuem crânio e coluna vertebral, representando cerca de 98% dos Cordados! O esqueleto pode ser ósseo ou cartilaginoso, o crânio é uma “caixa” na cabeça que protege o encéfalo. A coluna vertebral é a sustentação do corpo, fica na região dorsal e é composta por vértebras.

Vamos nos aprofundar nas características de cada um deles:

Subfilo Urochordata 

A ele, pertencem os animais marinhos sésseis (fixos, baixa locomoção) que podem viver isolados ou em colônias. Costumam ser encontrados associados às rochas ou algas maiores. Exemplos deles são as Salpas e Ascídias.

  • Anatomia (partes do corpo) e Alimentação

O corpo destes seres é envolvido pela túnica, uma espécie de capa espessa. Nela, há duas aberturas: o sifão inalante (boca, entrada de água) e o sifão exalante (ânus, saída de água). Por este motivo, são animais filtradores que se alimentam dos plânctons presentes na água.

  • Respiração e Circulação

Através dos sifões a água passa pelo corpo carregando oxigênio e eliminando gás carbônico. O sistema circulatório é parcialmente fechado e o sangue penetra em grandes bolsas chamadas sinusóides, onde acontecem as trocas gasosas.

  • Reprodução

A maioria apresenta reprodução sexuada e grande parte dessa espécies são monóicas (hermafroditas). Pode haver reprodução assexuda por brotamento!

Subfilo Cephalochordata

Este Subfilo agrupa os animais marinhos de corpo achatado lateralmente e afilado nas extremidades. Eles se enterram na areia, em posição vertical, deixando apenas a boca exposta, embora possam nadar em águas rasas. São comuns em praias e o melhor exemplo é o Anfioxo.

  • Anatomia e Alimentação

Sua anatomia se assemelha a de um peixe pequeno, mas não apresentam uma cabeça diferenciada. Eles têm a boca rodeada de filamentos chamados cirros bucais, mas são filtradores! Há fendas na laringe que levam as partículas direto para o intestino, pois não possuem estômago.

  • Respiração e Circulação

O Sistema Circulatório é completamente fechado e a nutrição sanguínea e gasosa são garantidas pela presença de capilares sanguíneos. Eles estão juntos ao coração e os sinusóides, sendo que a água e os gases passam pelas fendas faringianas.

  • Reprodução

A reprodução é só sexuada e os seres já são dióicos. As gônadas (células reprodutoras de gametas) não possuem dutos para conduzir. Quando as células estão sexualmente maduras, rompem e liberam os gametas em uma cavidade chamada átrio. Assim, saem do corpo e compõe a fecundação externa.

Subfilo Craniata

Esquema-das-classes-dos-cordados-subfilos-superclasses-e-classes-agnatos-gnatostomados-aves-repteis-mamiferos-anfibiospeixes

Como já vimos, eles são os vertebrados e compõe a maior parte dos seres do Filo! Como são muito diversos, não há uma classificação que seja consenso entre os cientistas!

Diz-se que neste Subfilo existem duas Superclasses (abaixo do Subfilo e acima das Classes): as dos Agnatos e dos Gnatostomados.

  •  Agnatha (Agnatos): são os animais sem mandíbula na boca e baixo número de espécies. 

Esta Superclasse abrange duas Classes: Myxine (peixes-bruxas) e Petromyzontida (lampreias).

  • Gnathostomata (Gnatostomados): são os animais com mandíbula, possuem a maior parte das espécies.

Essa Superclasse é a que abriga as 5 Classes tradicionais dos Cordados. Porém, na realidade, a classe dos peixes é divida em outras três. Assim, totalizam 8 Classes:

Chondricthyes (condrictes): são os peixes cartilaginosos como os tubarões, raias, cações e quimeras.

Actinopterygii ou Osteicthyes (osteíctes): são os peixes ósseos como as sardinhas, cavalo-marinho, bagre, baiacu e outros.

Actinistia ou Sarcopterygii: são os peixes de nadadeiras lobadas como os celacantos.

Dipnoi: são os curiosos peixes pulmonados como a piramboia.

Amphibia: são os anfíbios como sapos, rãs, pererecas e salamandras.

Reptilia: são os répteis como as cobras, lagartos, jacarés, tartarugas e outros.

Aves: são as próprias aves como as galinhas, tucanos, avestruz, patos, pinguins e outros.

Mammalia: são os mamíferos como os macacos, cavalos, bois, elefantes, cães, seres humanos e outros.

Para saber os detalhes dessas classes, confira o nosso artigo do Reino Animalia!

ATENÇÃO!!!

Agora que você já sabe o conteúdo, treine com os exercícios sobre Cordados!

Gostou do nosso artigo sobre o que são Cordados? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador