BiologiaGeografia

Os 6 principais problemas ambientais no mundo! Veja também as soluções para eles

Os 6 principais Problemas Ambientais no Mundo!Os 6 principais Problemas Ambientais no Mundo!

Os problemas ambientais no mundo afetam todas as esferas do meio ambiente: solo, ar, água e seres vivos. As poluições atmosféricas, do solo e da água são exemplos disso! Embora sejam problemas diferentes, um acaba agravando o outro e todos são influenciados pela ação humana. É urgente entendermos esses problemas e praticarmos as soluções!

Neste artigo sobre problemas ambientais no mundo, você encontrará:

  1. O que são Problemas ambientais?
  2. Como eles surgem?
  3. Quais são os Problemas ambientais no mundo?
  4. Problema, Consequência e Solução!
  • Estudando para as provas? Conheça nosso Simulado gratuito, que pode ser personalizado com as matérias que você mais precisa!

O que são os Problemas ambientais no mundo?

Os problemas ambientais são fenômenos que prejudicam o ritmo de desenvolvimento do Meio Ambiente. Eles podem agir tanto acelerando processos naturais ou destruindo e atrasando outros. Fato é que modificar o ritmo natural das coisas causa muitas consequências desastrosas!

Algumas eras geológicas conturbadas podem causá-los, como as glaciais em que o mundo foi todo congelado! Contudo, a maior parte dos problemas ambientais que enfrentamos nos últimos séculos são causados pela ação antrópica, ou seja, pelo ser humano.

Como eles surgem?

Você já entendeu que algumas ações do Homem são as principais causadoras dos problemas ambientais. Mas você sabe quais ações são essas?

Bom, é natural do ser humano evoluir e desenvolver técnicas aprimoradas para auxiliar no seu sustento. Exemplo disso são a criação das ferramentas, desde os homens primitivos, para facilitar a caça, a extração e o plantio.

Com o tempo, as tecnologias foram surgindo e deixamos de usar ferramentas manuais para usar máquinas! Assim, passamos pelas fases da Primeira, Segunda e Terceira Revolução Industrial.

Essas máquinas são movidas pela energia e, em um primeiro momento, não se percebia muito bem os impactos que as energias não renováveis causava no meio ambiente. Porém, ao passar dos anos, os cientistas foram identificando que os resíduos finais desse processo são nocivos e danosos à natureza. 

Mas o maior problema não é esse, porque alguns resíduos em poucas quantidades conseguem se desintegrar. O problema é que estamos produzindo em uma quantidade excessiva, então o ritmo de degradação natural não supera o do acúmulo que fazemos

Além disso, algumas tecnologias mais modernas criaram compostos que não se degradam naturalmente.

Quais são os Problemas ambientais no mundo e suas soluções?

Os problemas ambientais podem ser de diferentes categorias, pois o meio ambiente é amplo e composto por várias esferas: atmosfera (ar), hidrosfera (água), litosfera (solo) e biosfera (plantas e animais).

Assim, para cada esfera que nos referimos há determinados tipos de problemas. Como o mundo é muito amplo e composto por vários ecossistemas, vamos entender, detalhar e investigar os 6 principais problemas ambientais no mundo!

1. Desmatamento

Desmatamento-e-desflorestamento

As florestas são muito importantes para o planeta em vários sentidos: elas regulam a umidade do ar, contribuem para a formação de chuvas, suas raízes firmam a superfície do solo, servem de abrigo para animais e plantas, com a sua sombra contribuem para o resfriamento do ar, realizam fotossíntese, dão frutos, são fontes de madeira, etc.

Desde o período da caverna o homem sempre utilizou dos recursos que as árvores oferecem, mas essa relação era harmônica. Isso significa que o homem o fazia somente quando era necessário e em um ritmo que favorecia o reflorestamento. Porém… 

  • Problema:

Devido ao consumismo e à despreocupação com a natureza, as florestas estão sendo destruídas em um ritmo que não conseguem se recuperar, especialmente nas áreas tropicais. A principal causa para esse desmatamento é expansão de terras para criação de gado e plantio de monoculturas (soja, milho…).

  • Consequência:

O desflorestamento influencia e agrava outros problemas ambientais: o aquecimento global, a extinção de animais e perda de biodiversidade, além de afetar os recursos hídricos.

  • Soluções:

Conservação das florestas restantes, reflorestamento de áreas degradadas com o plantio de espécies nativas e a redução do consumo de produtos não necessários.

2. Poluição do Ar e Mudanças climáticas – Aquecimento Global

poluição-atmosferica-emissão-de-gases-das-torres-de-industrias

As Indústrias, Usinas e motores de automóveis são, em sua maioria, máquinas térmicas. Isso significa que elas precisam de uma fonte de energia que sofra transformações físicas e químicas para funcionar. 

As fontes mais baratas e as primeiras a serem descobertas são as não-renováveis. Isso significa que, uma vez extraídas, elas geram produtos que não são recuperáveis a curto prazo. Além disso, boa parte delas são de origens fósseis (carvão e petróleo).

Os combustíveis fósseis são feitos à base do carbono (C), bem como a atmosfera. Porém, a atmosfera é um conjunto de gases que têm concentrações específicas. Funciona como uma receita: se um deles está em excesso ou em falta, o resultado final dá errado!

  • Problema: 

Ao retirar o C sólido que estava enterrado e utilizá-lo na máquina térmica, ele se transforma em gás e aumenta a concentração de CO2 na atmosfera. Além disso, essa transformação gera outros resíduos que “sujam” o ar, por isso falamos em poluição.

  • Consequências: 

O ritmo acelerado com que isto está sendo feito, movido pelo alto consumo da atividade industrial, causa alterações climáticas. O CO2 atmosférico absorve e reflete radiação infravermelha, a responsável por reter calor. Esse processo é conhecido como Efeito Estufa e é muito importante para que o planeta não congele, mas quando isso ocorre em excesso, gera o Aquecimento Global.

O excesso de carbono também gera problemas respiratórios, porque nosso corpo depende de uma concentração adequada de C e oxigênio. Além disso, o desmatamento também aumenta as concentrações de CO2 e a temperatura, pois sem árvores não se faz a fotossíntese e não se tem sombra!

  • Soluções:

Substituir os combustíveis fósseis por energia renovável, reflorestamento, reduzir as emissões dos motores e processos industriais com filtros.

3. Poluição da águas, Escassez, Assoreamento e Eutrofização

poluição-das-águas-por-causa-do-lixo

Como foi dito anteriormente, a palavra “poluição” remete à “sujeira”. Portanto, estamos falando dos fatores da ação humana que contribuem para sujar os recursos hídricos: lagos, rios, mares e oceanos.

Nós sabemos que estes recursos são fundamentais, pois não há vida sem água! Só com a presença de água é que as florestas e os animais vivem, o ar que respiramos é umidificado, nós nos alimentamos e construímos coisas, etc. Além disso, são nos biomas marinhos que se encontram os pulmões do mundo: os fitoplânctons fotossintetizantes

  • Problema: 

Hoje, enfrentamos uma escassez de água muito forte ou a contaminação desses recursos. A primeira ocorre pelas mudanças climáticas e desflorestamento, que alteram o ciclo da água. A segunda ocorre pelos resíduos industriais, uso de agrotóxicos e acúmulo de lixo nos lixões que penetram as camadas mais profundas até atingir os lençóis subterrâneos de água, ou o descarte inadequado de plásticos no oceano.

  • Consequências: 

Todas essas formas de agredir os recursos hídricos alteram sua composição natural, a água deixa de ser pura. Com isso, muitas vezes ela se torna imprópria para consumo, afetando a vida e alimentação dos seres humanos e dos animais marinhos, levando-os até ao risco de extinção

Também a produção de oxigênio pelos fitoplâncton ficam prejudicadas, contribuindo indiretamente para as mudanças climáticas e os problemas respiratórios.

Outra consequência é o fenômeno do Assoreamento. O acúmulo de sedimentos sólidos “enterra” os biomas marinhos, prejudica a vida e obstrui passagens em rios e fluxos d’água.

A eutrofização também é uma realidade, e ocorre quando há um acúmulo muito grande de material orgânico em cursos de água parados (lagos e lagoas). Assim, as bactérias anaeróbicas se multiplicam e o lago fica sem oxigenação, apodrecendo.

  • Soluções: 

Descarte adequado de quaisquer resíduos, sejam domésticos ou industriais, para não atingirem fluxos d’água; redução do consumo e emissão de resíduos, monitoramento dos ecossistemas para preservação e recuperação.

4.Superpopulação e problemas derivados dos Resíduos (Lixo)

superpopulação

É interessante notar como a reprodução dos seres vivos está sempre presente e isso nunca causou dano: alguns animais só tem 1 filho por vez, outros tem 8, alguns tem a cada ano e outros tem a cada semestre… 

Mas a quantidade de descendentes de qualquer espécie nunca ameaçou o planeta. Os próprios seres humano antigamente tinham em média 10 filhos, mas hoje não chega à metade! Por que a superpopulação ameaça agora? 

A questão é que os descendentes humanos estão constantemente crescendo e sendo criados para consumir mais e mais. Uma criança hoje, gasta muito mais recursos que um adulto do século passado. 

Além disso, os seres humanos não estão bem distribuídos espacialmente. Há uma grande concentração urbana que dificulta mais ainda o monitoramento dos resíduos.

Quando somamos a quantidade populacional crescente com o crescimento exponencial do consumo e a concentração espacial em centros urbanos, aí sim temos um agravante!

  • Problema:

A quantidade populacional crescente somada à cultura consumista gera uma demanda gigantesca de matéria-prima e processos industriais que gastam mais energia e geram mais resíduos. A quantidade de lixos produzidos é tanta, que não se tem controle sobre seu descarte e os danos que causa à natureza.

  • Consequências:

Esse ritmo acelerado impulsiona todos os problemas ambientais, desde o desflorestamento até a poluição hídrica ou atmosférica. Além disso, soma-se os problemas causados pelo excesso de lixo físico e as consequências diretas que eles trazem, como doenças!

  • Soluções: 

Descarte adequado de quaisquer resíduos, sejam domésticos ou industriais, em aterros planejados e monitorados; incentivo de reciclagem e coleta seletiva, redução do consumo e produção de resíduos, monitoramento dos ecossistemas para preservação e recuperação.

Investimento nos ambientes rurais para evitar o êxodo rural, investimento nas periferias urbanas para melhores condições de vida, conscientização sobre a quantidade populacional e consumo de recursos naturais.

5. Poluição, Degradação do Solo e Desertificação

Por mais que não falemos muito sobre ele, o solo também é um componente fundamental para o desenvolvimento da vida. Você já notou que nas montanhas exclusivamente rochosas ou em solos arenosos a quantidade de vegetação, animais e água é escassa? Pois é!

Um bom solo, com camadas aeradas e nutridas em sais são a base que dá abrigo às vegetações e animais! Embora seja um fator abiótico, o solo também precisa de um tempo para se recuperar…

  • Problema:

A exploração excessiva do solo tem ocorrido por estarmos forçamos pastagens, plantando sucessivas monoculturas em um mesmo local, despejando elementos tóxicos, desviando cursos d’água, construindo em locais inapropriados, etc.

  • Consequência:

Essas ações acabam gerando erosão, compactação do solo, exposição excessiva a poluentes, e até mesmo a arenização. Esse processo é aquele em que um solo fértil vai sendo desgastado até perder todos os seus componentes orgânicos e os inorgânicos nutritivos. Assim, a terra vira areia e já não mais capaz de ser recuperada para nada!

  • Soluções:

Restauração do solo por meio de diferentes técnicas: como plantio direto, rotação de culturas e a construção de “terraços” evitar erosão pluvial. A redução do consumo também reflete na exploração do solo.

6. Extinção de Espécies e Contaminações Biológicas

onça-pintada-e-a-extinçao-de-especies

Nós sabemos bem como os bichos e plantas são importantes! Eles ajudam na manutenção dos ciclos biogeoquímicos, na produção de alimentos, nas técnicas de saúde e recuperação do meio ambiente, enfim, em todos os setores!

Apesar de sua importância e de sempre termos nos relacionados com eles, nos últimos séculos essa relação homem-biosfera se tornou excessivamente prejudicial.

  • Problema:

Os animais selvagens têm sido caçados em um ritmo que não permite a sua recuperação populacional. Antes, as caças ocorriam por necessidade e hoje é por ganância e valor econômico, como a busca pelo Marfim dos elefantes, o couro para vestimentas de luxo, etc. Além disso, os resíduos despejados irresponsavelmente também afetam a vida e os ecossistemas.

  • Consequências:

Essa destruição em massa acaba levando à extinção precoce de espécies, diminuindo a biodiversidade do planeta. Com essas perdas, todo o meio ambiente é afetado, pois os animais desempenham papéis importantes: as abelhas com a polinização são essenciais para reprodução das plantas, que são essenciais para produção de oxigênio e a regulação da temperatura.

  • Soluções

Proteger e recuperar habitats, combater a caça e a pesca ilegais, proibir o comércio de animais selvagens, buscar outros materiais sintéticos para substituição de couro e marfim são medidas que auxiliam na preservação da biosfera!

Gostou do nosso artigo sobre problemas ambientais no mundo? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador