Geografia

Descubra o que é poluição ambiental e seus 8 tipos!

O que e poluiçao ambientalO que é poluição ambiental? Veja seus tipos e os exemplos!

Poluição ambiental é a entrada de uma nova substância ou energia em um meio ambiente, afetando negativamente o equilíbrio natural do local. Há 8 tipos principais de poluição: atmosférica, hídrica, do solo, radioativa, térmica, visual, sonora e espacial. Neste artigo, vamos te contar o que é poluição ambiental, ver exemplos e os problemas ambientais.

Neste texto sobre o que é poluição ambiental, você encontrará os tópicos abaixo. Clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é poluição ambiental?
  2. Quem são os agentes poluentes? (causas)
  3. As consequências gerais da poluição do meio ambiente.
  4. Quais são os 8 tipos de poluição ambiental?
  5. Atmosférica.
  6. Hídrica.
  7. Solo.
  8. Radioativa.
  9. Térmica.
  10. Visual.
  11. Sonora.
  12. Espacial.
  13. Qual é a solução?

O que é poluição ambiental?

Poluição Ambiental é o nome que damos à entrada de novas substâncias ou formas de energia em um meio ambiente, afetando negativamente o equilíbrio natural daquele local. Estamos falando de elementos em excesso ou que não são originais.

Entendida a definição, podemos dizer que a poluição aumentou consideravelmente a partir da Revolução Industrial. Isso porque ela gerou a industrialização, a urbanização e intensificou a produção de resíduos de uma forma nunca vista antes. 

Isso aconteceu em tão pouco tempo que até hoje não se sabe ou não se consegue lidar com tantas consequências de uma só vez! 

Atualmente, esse cenário tornou-se uma questão grave, pois é o que desencadeia quase todos os problemas ambientais conhecidos. Descubra quais são os principais problemas ambientais do Brasil!

No Brasil, a poluição é considerada um crime, sendo previsto na Lei n.º 6.938/81 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente). 

Quais são os agentes e causas da poluição ambiental?

Ela pode acontecer por causas naturais (cinzas do vulcão), mas na maioria das vezes é devido à ação do ser humano. Assim, dizemos que as atividades antrópicas são as principais geradoras de poluição, seja de forma direta ou indireta.

Chamamos de poluentes os agentes que causam a poluição, eles são muito diversos e quase que incontáveis.

De modo geral, eles podem ser de natureza química (compostos e substâncias), biológica (genética ou que envolve os sentidos) ou física (sob a forma de energia: luz, calor ou radiação).

Alguns exemplos:

  • Carbono: um gás gerado por diversos veículos diariamente, que forma o dióxido de carbono. É um dos grandes responsáveis pela poluição do ar.
  • Material descartável: normalmente de plástico ou papel, produzem muito resíduo na fabricação ao mesmo tempo que aumentam o volume do lixo.
  • Publicidade: sim, o excesso de exposição às propagandas nos outdoors das ruas, folhetos e anúncios virtuais podem perturbar a nossa visão.
  • Chumbo: é um metal pesado presente em carros, pinturas, água contaminada e resíduos das indústrias. Suas consequências afetam o cérebro.
  • Ondas: sejam de calor, de vibrações ou luminosas, as ondas impactam fortemente o funcionamento e equilíbrio de pessoas, animais, objetos e ecossistemas.

São mais de 200 resumos gratuitos no Instagram do Beduka. Aproveite!

Consequências gerais da poluição do meio ambiente

Você já entendeu que eles afetam negativamente o equilíbrio do ambiente, mas vai muito além disso! Suas consequências ultrapassam os vários ecossistemas, atrapalham a conservação da biodiversidade e atrapalham a saúde física de todos os seres vivos.

Portanto, a poluição Ambiental pode gerar patologias humanas ou animais, a destruição ambiental, as alterações climáticas e até problemas na economia mundial.

Alguns exemplos:

Quais são os tipos de poluição ambiental?

tipos de poluiçao ambiental

Na verdade, cada agente poluente irá provocar um certo tipo de poluição, em um certo tipo de ambiente e que possui suas próprias consequências. Além disso, cada tipo gera os fenômenos que estudamos ao longo da vida escolar. 

Tudo está interligado, mas podemos dizer que existem 8 grandes agrupamentos para caracterizar as formas de poluição ambiental:

  • Poluição atmosférica: afeta o ar.
  • Poluição hídrica: afeta a água.
  • Poluição Radioativa: causada pela radioatividade.
  • Poluição Térmica: causada pela variação na temperatura.
  • Poluição sonora: afeta a audição.
  • Poluição do solo: afeta a terra e o substrato.
  • Poluição visual (e luminosa): afeta a visão.
  • Poluição espacial: afeta o espaço sideral.

Mas não ache que é só isso! 

Agora, vamos ver a definição completa de cada tipo e quais são os vários fenômenos que elas podem causar!

1.Poluição Atmosférica

A poluição atmosférica é a poluição do ar que é natural na nossa atmosfera. Ela não afeta apenas o local onde está, pois a ação dos ventos faz com que se espalhe por diversas localidades.

Ela pode ser causada por outros gases, líquidos, partículas sólidas em suspensão, material biológico e até energia. Essas substâncias são chamadas de poluentes atmosféricos. 

Esses poluentes podem vir de fontes:

  • Naturais: vulcões, neblinas, geiser ou jazida com gás.
  • Artificiais: emissão de gases por indústria ou queima de combustível, decomposição do lixo, metabolismo de gado e desmatamento.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a poluição do ar é responsável por 7 a 8 milhões de mortes anuais. Isso porque esse tipo de poluição pode afetar todos os órgãos do corpo humano, indiretamente.

Imagine: se uma pessoa que não consegue respirar, todo o corpo dela sofrerá deficiência de oxigênio e o órgão mais frágil irá se danificar. Além disso, dependendo de qual poluente for aspirado, pode gerar um quadro de intoxicação, alergia, AVC ou câncer.

Por fim, outros fenômenos que podem ser causados pela poluição atmosférica são:

2.Poluição Hídrica

A poluição hídrica é a poluição que afeta os nossos cursos d’água naturais. Esse tipo de poluição é preocupante porque os ambientes aquáticos absorvem coisas da atmosfera e do solo. 

Ela pode ser causada por elementos físicos, químicos ou biológicos. Exemplos disso são as substâncias jogadas incorretamente, como os agrotóxicos, pesticidas, metais pesados (mercúrio), esgoto, vazamento de petróleo e lixo.

Por fim, outros fenômenos que podem ser causados pela poluição hídrica são:

  • Eutrofização.
  • Poluição marinha e destruição desse ecossistema.
  • Acidificação dos cursos.
  • Maré negra.
  • Doenças bacterianas no sistema digestório e verminoses (contamina água potável).
  • Poluição dos lençóis freáticos.

3.Poluição do Solo

A poluição do solo ocorre por causa de qualquer mudança em sua composição natural, ou seja, quando há contato com produtos químicos, resíduos sólidos ou líquidos. Essa situação pode tornar o solo improdutível ou tóxico. 

As causas estão relacionadas com a liberação de poluentes nele, como: solventes, detergentes, agrotóxicos, lâmpadas fluorescentes, componentes eletrônicos, tintas, gasolina, diesel, óleos automotivos e chumbo.

Além disso, o contato com o despejo de lixo doméstico, os resíduos de atividades industriais e o esgoto também são causadores.

Por fim, os fenômenos que podem ser causados pela poluição do solo são:

  • Atrair a presença de vetores de doenças.
  • Contribuir para a poluição hídrica.
  • Contaminação da cadeia alimentar.
  • Colocar em risco a segurança alimentar.

Poluição Química

A poluição química é o nome geral que damos quando o agente causador é um produto químico, que se relaciona através de uma reação química.

Ela está presente principalmente na poluição atmosférica, hídrica e do solo; sendo uma dentre as suas possíveis causas.

Alguns exemplos de produtos que geram poluição química são os resíduos industriais, esgotos, pesticidas e agrotóxicos.

4.Poluição Radioativa

A Poluição Radiativa é aquela que vem do mau uso da Energia Nuclear e o descarte inadequado dos resíduos. Ou seja, ela é gerada pelo contato com a radiação.

A radiação é um fenômeno físico-químico que pode vir de uma fonte: 

  • Natural: metais radioativos encontrados na natureza.
  • Artificial: (compostos criados pelo homem em laboratório.

Normalmente, os casos estão relacionados ao lixo radioativo e não há como “limpar” esses poluentes já que são ondas de energia. A solução é sair do local sem data para voltar, porque eles têm uma durabilidade muito longa (milhares de anos).

As principais consequências, no ser humano, são:

  • Deformidades congênita e hereditária.
  • Problemas respiratórios e de circulação.
  • Envenenamento.
  • Câncer.
  • Hemorragia.
  • Leucemia.

Em se tratando de meio ambiente, podemos citar os acidentes nucleares, a contaminação do ar, solo e água de uma grande área e os problemas para os seres vivos locais.

5.Poluição Térmica

A poluição térmica é aquela em que ocorre a alteração da temperatura em algum sistema que dá suporte ao ecossistema. Um bom exemplo disso é a elevação ou diminuição da temperatura em um rio.

É um tipo de poluição menos conhecida, mas costuma ser causada por usinas hidroelétricas, termoelétricas e nucleares.

Esse fator causa um impacto direto na população local, pois há seres microscópicos e plantas que estão na base da teia alimentar e dependem de condições muito específicas para manter suas atividades.

Também existe poluição térmica no ar, como a liberação de vapor d’água por uma indústria em uma área com pouca circulação. Assim, pode haver a morte de pássaros, insetos e plantas.

Inclusive, o aquecimento das águas provoca a redução da concentração de gás oxigênio, então ainda pode gerar outros problemas relacionados à respiração e circulação do oxigênio.

6.Poluição Visual

A poluição visual é um fenômeno causado pelo excesso de estímulos à visão. Normalmente, são causados pelos produtores de imagens que os seres humanos espalham nas grandes cidades.

Esse excesso de informação e uma ausência de descanso causa um desconforto visual que pode afetar o funcionamento do cérebro, levando à dores de cabeça, problemas de vista e até psicológicos.

Normalmente é causada por anúncios, pichações, propagandas, cartazes, placas, outdoors, postes, fios elétricos, banners, lixo espalhado, torres de telefone, entre outros.

Poluição Luminosa

A poluição luminosa é um tipo específico de visual, mas a causa está focada no contato excessivo com a luz artificial. 

Também é mais comum nos grandes centros urbanos e pode ser causada pelas luzes externas em enfeites, anúncios, iluminação pública e telas do cotidiano (celular, computador, etc).

A poluição luminosa, bem como a visual, afeta nossa saúde física e mental. Além disso, também influencia os ecossistemas ao redor, como os insetos e pássaros.

7.Poluição Sonora

A poluição sonora é aquela em que estamos excessivamente expostos aos ruídos e vibrações. Novamente, esse fenômeno é mais comum nos grandes centros urbanos.

Costuma ser provocado pelos ruídos dos meios de transporte, máquinas, obras, sirenes e carros de publicidade.

Porém, também pode acontecer nos interiores por causa de turismo, épocas de festivais longos ou até quando grudamos no fone de ouvido e ficamos o dia inteiro ouvindo coisas.

Nosso aparelho auditivo é feito para suportar determinada quantidade e velocidade das vibrações. Quando não há momentos de descanso ou essa vibração é superior ao nosso limite, começam a surgir os danos.

Assim, pode acontecer de gerar um cansaço no corpo, surdez precoce, dor de cabeça, insônia, dificuldade de concentração, etc. Esse é considerado um problema de saúde pública mundial.

Inclusive, as causadas por tecnologias de navegação e pesquisas sísmicas usam ondas para explorar o fundo do oceano. Isso tem interferido na vida dos seres aquáticos, que também usam vibrações para se comunicar.

8.Poluição espacial

Por fim, podemos dizer que há a poluição no espaço sideral, bem no nosso sistema solar. Aqui, dizemos que poluente equivale a lixo espacial, ou seja, qualquer objeto de origem humana que foi lançado ao espaço e perdeu sua utilidade.

A questão é que, por causa da gravidade, eles permanecem orbitando a Terra. O problema conhecido até então, é que afetam a visualização de astros, podem se chocar com sondas ativas e até refletir radiação.

São exemplos: pedaços de foguetes, satélites sem combustível, porcas e parafusos, lascas de tinta, sacos de lixo, chave de fenda e até objetos domésticos…

Qual é a solução para a Poluição Ambiental?

Existem diversas soluções para a poluição do meio ambiente, mas cada tipo de poluição irá se adequar a uma solução específica, mais eficaz. O importante é sempre mirar para combater a causa ao mesmo tempo que se trata as consequências.

De modo geral, as formas de poluição devem ser combatidas com atitudes diárias. Elas devem ser pensadas por cada indivíduo e pelos grupos que trabalham nas produções em massa.

Também as práticas de prevenção são importantes para ajudar nessa luta. Inclusive, a gestão ambiental é uma forma de se prevenir, bem como a fiscalização e cumprimento das leis!

Veja alguns exemplos práticos:

  • Evitar o desperdício e a acumulação de lixo.
  • Fazer a biorremediação.
  • Optar por consumir materiais biodegradáveis.
  • Fazer uso da reciclagem.
  • Encaminhar o lixo para a coleta seletiva.
  • Utilizar protetores de ouvidos em certas profissões.
  • Deixar a manutenção dos carros em dia.
  • Preferir ir a pé ou de bicicleta em trajetos curtos, ao invés do carro.
  • Promover a educação ambiental.
  • Utilizar transportes públicos.
  • Tratamento do esgoto e outros saneamentos básicos.
  • Elaboração e aplicação de políticas públicas.

Gostou do nosso artigo sobre o que é Poluição Ambiental? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador