Dicas

Qual a melhor maneira de estudar Geografia? 10 dicas para aprender!

Qual é a melhor maneira de estudar Geografia Descubra 10 dicas!Qual é a melhor maneira de estudar Geografia? Descubra 10 dicas!

Pense em Geografia. A imagem que forma na sua mente é de algo chato? Pois saiba que ela é tão emocionante quanto os primeiros geógrafos que embarcaram para explorar o mundo! Inclusive, ela precisa ser desbravada na sua prova de vestibular. Então, vamos te mostrar 10 dicas sobre qual a melhor maneira de estudar Geografia.

Neste resumo, você encontrará os tópicos abaixo. Se quiser, clique em um deles para ir diretamente ao conteúdo:

  1. O que é a Geografia?
  2. Por que é importante estudar Geografia?
  3. Qual é a História da Geografia?
  4. As 10 dicas imperdíveis para estudar Geografia da melhor forma!
  5. Afinal, qual é a melhor maneira de estudar Geografia?

O que é a Geografia? Aprenda as 3 definições principais

Essa é uma daquelas perguntas polêmicas, porque ninguém sabe definir exatamente até hoje! Ela é tão difícil de responder de uma forma simples porque está ligada a outro questionamento: o que a geografia estuda? 

Na realidade, existem várias respostas que são dadas a essas perguntas, justamente porque a geografia é um campo muito vasto.

Pensando nisso, nós vamos te contar as 3 principais definições, que completam o entendimento sobre essa ciência!

1. Definição Kantista

Kant e seus sucessores (aquele mesmo da filosofia) definiram a geografia como o estudo da superfície terrestre.

Essa definição vem da origem da palavra geografia: “descrição da Terra”.

Apesar de verdadeira, essa afirmativa é muito vaga, concorda? Por isso há outras duas bem famosas que completam o significado.

2. Área que estuda a paisagem

Apesar da geografia dialogar com várias áreas, a paisagem é um objeto de estudo exclusivamente geográfico. Por isso, alguns vão defini-la assim. 

No mundo da pesquisa de paisagens, é possível fazer dois tipos de análises:

  • Abordagem morfológica: preocupada em enumerar os elementos aparentes, discutir formas, nomes e descrições.
  • Abordagem fisiológica: estuda a dinâmica dos elementos, ciclos e transformações.

3. Relação entre o homem e o meio

A última definição que traremos é muito aceita no meio acadêmico. Ela carrega a ideia de que a Geografia é a ciência que analisa a atuação do homem no ambiente.

Ela seria uma ponte entre as ciências da natureza e as humanas. E isso explica o porquê da Geografia ser tão intrigante, já que mistura conteúdos da química, biologia, história, sociologia, matemática…bom, acho que já deu pra entender, né?

Qual é a História da Geografia?

Saber quem inventou a Geografia é uma tarefa impossível, já que ela é muito antiga e diversa! 

E não é atoa que a palavra Geografia é derivada da Antiguidade Clássica: os filósofos pré-socráticos, como Tales e Anaximandro, já misturavam matemática e geografia ao medir o espaço e debater sobre o formato da Terra (novidade: não é plana).

Enquanto isso, Heródoto preocupou-se em descrever os lugares por onde passava. Registrava lugares exóticos de suas viagens, descrições dos governos e órgãos administrativos que via nas vilas.

Uma questão importante é notar que ela estava presente no meio de disciplinas mais antigas. Contudo, no século XIX tudo muda: ela foi oficializada como disciplina independente. 

Isso porque houve a consolidação e avanço do capitalismo, chegando na época das Grandes Navegações e do Mercantilismo. Assim, novas tecnologias foram desenvolvidas visando a exploração do ambiente.

As informações eram tantas que precisaram organizar o conhecimento geográfico em uma única disciplina, a Geografia!

Por que é importante estudar Geografia?

Como dissemos, a Geografia é disciplina que une as ciências da natureza com as humanas. Ela permitiu os avanços do século XIX e fez com que chegássemos aos dias de hoje! Como consequência, ela também está por trás da economia e da política.

E isso não é pouca coisa! 

Se pararmos para pensar, quando dominamos os conhecimentos geográficos, nós temos mais autonomia diante do mundo e podemos tomar ações mais conscientes. Ela nos permite agir para o nosso bem e para o bem dos outros!

Entender onde você vive, como o ambiente funciona, como o ser humano se relaciona com ele e como chegamos até aqui é uma vantagem em relação a quem não entende. Portanto, a Geografia é uma ciência para a vida!

É verdade que há o lado mais prático da coisa: a Geografia é uma disciplina chave para os vestibulares, porque se relaciona com todas as outras matérias. Então, também é preciso conhecê-la se queremos alcançar o sonho de entrar em uma universidade!

10 Dicas de como estudar Geografia da melhor maneira!

Estudar Geografia é para qualquer pessoa: os de humanas, os de exatas, os de biológicas e até quem não é vestibulando! Você já entendeu a importância dela, então só precisa saber como estudá-la da melhor forma.

Os 3 pontos de partida para começar a pesquisar qualquer assunto são:

  • Entender do que se trata o seu objeto de estudo;
  • Refletir sobre como é o seu processo de aprendizagem;
  • Ter interesse, objetivo, prazo, organização e dedicação.

Uma vez que você tem todos esses elementos, podemos usar algumas dicas para facilitar a aprendizagem e fazê-la acontecer da melhor maneira possível!

Por isso, veja 10 dicas para estudar Geografia do melhor modo:

#1 Saiba exatamente quais matérias estudar

A Geografia é algo que temos contato desde que nascemos. Não é atoa que uma das fases de amadurecimento infantil é a criança expressar a sua ação no mundo! 

É tanta coisa que a gente vai aprendendo nessa disciplina ao longo dos anos… afinal, ela é ensinada desde o ensino infantil e permanece até o ensino médio.

Diante de tudo isso, umas das primeiras dúvidas dos estudantes é: por onde começo a estudar Geografia?

Pensando nisso, nós já escrevemos um artigo contando os assuntos de Geografia que mais caem no Enem. Depois você acessa esse artigo e confere tópico por tópico. 

Agora, nós já vamos te adiantar alguns assuntos:

É claro que você também precisa ficar de olho no Edital do Enem. Assim, pode checar todas as habilidades que ele cobra nessa disciplina!

#2 Xô desespero, olá organização

Nós sabemos, dá um frio na espinha quando olhamos para tanta matéria. Mas você pode ficar tranquilo, porque já temos a solução:

O Beduka elaborou um Plano de Estudos totalmente gratuito! Agora você tem um guia que te ajuda a estudar todas as matérias e se organizar com um cronograma ao longo do tempo.

#3 Não se esqueça da habilidade mais básica…

É muito importante saber os conceitos, mas o Enem é um vestibular que cobra competências. Isso significa que ele quer saber não só o conteúdo, mas se você sabe quando, como e onde usá-lo.

Já te mostramos que a Geografia dialoga com outras disciplinas desde sua origem. Além disso, agora você já sabe que o Enem sempre vai querer algo além do conceito.

Juntando essas duas informações, não poderia dar outra: interdisciplinaridade e interpretação de texto são as habilidades básicas para ir bem em Geografia!

Inclusive, você já deve ter notado que as provas de Humanas têm muitos textos. Lê-los e entender o que dizem é algo que vai te ajudar a encontrar a resposta! 

Não é para parar de estudar, hein! É para estudar todas as matérias e conseguir ir além, conectando-as no seu raciocínio, mesmo que isso “não esteja no livro”!

#4 Procure trabalhar as habilidades específicas também!

Duas das coisas que sempre aparecem nas provas de geografia: mapas e gráficos. Sim, eles são os queridinhos desse assunto, porque envolvem milhares de habilidades diferentes e específicas de um geógrafo!

Não é atoa que colocamos a cartografia e a escala nos assuntos principais da primeira dica. Inclusive, nós fizemos um artigo sobre a interpretação de gráficos, porque as questões de geografia gostam de dar dados importantes nesse formato!

Conhecer o mundo usando o Google Maps e o Google Earth são ótimas opções também. Com essas ferramentas você treina a habilidade de ler mapas e pode testar seus conceitos de vegetação, hidrografia, etc!

#5 Aprenda com filmes, séries, jogos, livros e… com cuidado!

Quem é que nunca ouviu um amigo comentar, durante a aula de Geografia, que já viu um filme sobre “isso”?

A Geografia sempre foi inspiração para os clássicos do cinema. Mas é muito importante você saber diferenciar o que é ficção, drama, ideologia e entretenimento.

Não faz mal algum você assistir um filme e se lembrar de uma matéria, pelo contrário! É ótimo estudar o assunto e assistir um curta, porque você pode ir fazendo as correções mentalmente e ajudar a fixar o conteúdo!

Inclusive, a leitura de obras clássicas da literatura brasileira é fundamental. Um livro de Érico Veríssimo, Guimarães Rosa ou Graciliano Ramos te ajuda a estudar sobre: vegetação, demografia, desenvolver o raciocínio crítico e a interdisciplinaridade!

Além disso, é sempre bom visitar museus, praças, exposições, e assistir documentários acadêmicos. Eles são uma forma de absorver conhecimento de um jeito mais leve!

#6 O espírito crítico é ótimo, desde que seja verdadeiro

Hoje nós temos o hábito de ver algo e já tecer logo uma crítica. Também está na moda falar sobre ter um posicionamento crítico, não é? 

Porém, isso pode acabar fazendo um desserviço se você não souber o que é a crítica e como fazê-la! Ela é uma ferramenta de construção, não de destruição.

Ser crítico não é: negar o que é tradicional (há coisas boas que estão consolidadas), aderir a qualquer coisa nova (há novidades que não são tão boas assim), falar mal das coisas, se exaltar, se rebelar ou causar constrangimento alheio.

Então o que é a crítica?

A crítica é uma das etapas da construção e validação do conhecimento, e ela vem depois das etapas de síntese e análise. Essa teoria foi desenvolvida lá na época do surgimento das universidades, no medievo, tendo como base a filosofia grega.

Ter um pensamento crítico é tentar enxergar todos os pontos negativos e positivos de uma situação, a fim de melhorar! Para isso, precisamos relacionar aquela situação com outras áreas do conhecimento. 

Também não podemos ficar presos ao que nós concluímos. É preciso compreender o que diferentes autores falam, mesmo que sejam coisas opostas.

Depois de ter estudado honestamente, aí sim tecemos uma verdadeira crítica. É sobre mostrar aquilo que precisa ser melhorado e enxergar uma solução real, possível e eficaz!

Isso é essencial até mesmo na hora de analisar uma paisagem:

E se houvesse somente geógrafos que veem plantinhas bonitas ou que só veem desmatamento em tudo? Assim, jamais conseguiríamos chegar em um planejamento equilibrado sobre uso de recursos, modos de produção, preservação e gestão de resíduos!

#7 Atualize-se com as true news!

Você já viu que a geografia possui várias vertentes e a que os vestibulares gostam muito estão relacionadas à sociedade de maneira intensa. 

Os impactos ambientais, a economia política são assuntos comuns nas provas, resgatando fatos antigos e também trazendo os mais atuais! 

Por isso, é bom ficar atento às notícias que circulam em jornais, revistas e mídias sociais!

Mas lembre-se: é preciso ter o verdadeiro espírito crítico. 

Sendo assim, busque fontes confiáveis. Se não tiver certeza, consulte sempre jornalistas que possuem posicionamentos opostos. É importante sair da nossa bolha para ter acesso a informações que podem ter sido ocultadas! 

Saber das News também é ótimo para estudar de maneira contextualizada. Tentar relacionar os conceitos que você viu no passado com as situações do presente é bom para fortalecer a memória e se manter atualizado!

#8 Ponha o cérebro na academia

O cérebro é um músculo e, como qualquer outro, ele só “cresce” se houver um estímulo contínuo!

Se você fizer as provas antigas do Enem ou do vestibular escolhido, poderá simular seu desempenho e saber quais conteúdos já caíram. 

É claro que as próximas provas não serão exatamente iguais, mas fazer exercícios te ajuda a memorizar, ver o estilo, a profundidade e identificar possíveis dúvidas!

  • Aqui no site do Beduka temos uma aba sobre exercícios de várias matérias! Além disso, é só fazer o nosso Simulado ENEM gratuito! Ele pode ser personalizado com as matérias que você quiser.

#9 Resumos são mais poderosos do que parecem

Estudar Geografia não é só decorar conceitos e acontecimentos. Como dissemos, é preciso criar uma rede de associações e conexões entre os saberes.

E isso tem tudo a ver com os resumos!

O segredo está aqui: quando nós mesmos escrevemos um mapa mental, o cérebro tende a guardar melhor a informação. Além disso, precisamos ter um bom entendimento e noção do assunto para conseguir passar o turbilhão de pensamentos para o papel!

Assim, fazer resumos nos ajuda a sermos precisos e a criar essa rede de habilidades que falamos acima. 

#10 Nunca tenha vergonha de errar, sempre busque consertar!

É comum que os estudantes errem algumas coisas por falta de atenção e até mesmo por não ter uma boa base. O problema é que alguns alunos se sentem envergonhados em pedir uma explicação, dizer que não entendeu, pedir para repetir, etc.

Não faça isso! É melhor enfrentar a vergonha do que deixar a explicação passar. Ela pode custar a sua aprovação…

Muitos acontecimentos na geopolítica são causados pelas consequências de outros fatos anteriores. 

E adivinhe só… as provas adoram pedir para relacionarmos esses eventos!

Também na biogeografia há muitos conceitos que vêm de outros

Se você deixar um desses elementos passar mal entendido, por medo de perguntar, o problema que terá na hora da prova será bem maior!

Afinal, qual é a melhor maneira de estudar Geografia?

A melhor maneira de estudar Geografia é aquela que se adequa ao seu processo de aprendizagem!

Existem métodos e dicas que realmente facilitam a aprendizagem, e nós te mostramos quais são… Porém, é preciso que o estudante entenda qual dessas técnicas tem mais a ver com o seu tipo de aprendizagem, que é único.

Depois que você entende como é que o seu cérebro funciona e absorve conhecimento, fica mais fácil escolher qual dica de estudo priorizar!

Faça você mesmo um exercício de autoconhecimento e se pergunte:

  • Eu tenho mais facilidade em memorizar quando falo ou escrevo?
  • Eu absorvo melhor o conteúdo quando leio, assisto ou ouço?
  • Pensando nas matérias de humanas que eu já aprendi e ainda lembro, qual foi o método que usei?

Agora que você já leu as dicas que trouxemos sobre as melhores maneiras de estudar Geografia, já consegue escolher as mais adequadas para aplicar!

Gostou do nosso artigo sobre qual a melhor maneira de estudar Geografia? Confira outros artigos do nosso blog e se prepare para o Enem da melhor maneira! Você também pode se organizar com o nosso plano de estudos, o mais completo da internet, e o melhor: totalmente gratuito!

Queremos te ajudar a encontrar a FACULDADE IDEAL! Logo abaixo, faça uma pesquisa por curso e cidade que te mostraremos todas as faculdades que podem te atender. Informamos a nota de corte, valor de mensalidade, nota do MEC, avaliação dos alunos, modalidades de ensino e muito mais.

Experimente agora!

Sisu

Enem

Matérias

Simulado

Buscador